Rússia e EUA vão construir estação espacial na Lua para enviar humanos a Marte

A Rússia e os Estados Unidos anunciaram esta quarta-feira um projeto de cooperação para a construção da primeira estação espacial lunar. A iniciativa, coordenada pela agência espacial americana, NASA, visa em longo prazo enviar humanos a Marte.

O projeto terá um custo na ordem dos cem mil milhões de dólares – cerca de 85 mil milhões de euros. A base ficará na órbita lunar e será semelhante à Estação Espacial Internacional (ISS, em inglês). A estação poderá servir de ponto de partida para enviar humanos para Marte.

A estação, chamada Deep Space Gateway, será construída nos moldes da Estação Espacial Internacional (ISS), que orbita em torno da Terra. Em operação há 16 anos, a ISS já recebeu mais de 200 pessoas a bordo, a maior parte dos quais astronautas americanos e cosmonautas.

“Enquanto a porta do espaço profundo continua um conceito em desenvolvimento, a NASA está contente por ver o crescimento no interesse internacional no espaço cislunar – região entre a Terra e a Lua – como o próximo passo para a exploração do espaço”, disse Robert Lightfoot, diretor da agência espacial americana, em Washington.

De acordo com a NASA, a nova estação ficará na órbita lunar e servirá como ponto de partida para missões de exploração na Lua e noutras regiões do Sistema Solar. Estima-se que os custos da base devem superar os 100 mil milhões de dólares – cerca de 85 mil milhões de euros – investidos na ISS, o maior projeto espacial do mundo.

“A etapa principal para a construção da estação lunar começará em meados dos anos 2020”, destacou a agência espacial russa, Roscosmos, em comunicado.

A cooperação entre Washington e Moscovo prevê o desenvolvimento de sistemas necessários para organizar missões científicas na órbita lunar e na superfície da Lua.

Os países pretendem também desenvolver juntos padrões internacionais técnicos. De acordo com o diretor da Roscosmos, Igor Komarov, a Rússia e os Estados Unidos, além de outros países, concordaram sobre a importância de trabalhar com padrões unificados para evitar problemas futuros no espaço. “A estação será uma plataforma importante para pesquisas futuras”, acrescentou Komarov.

A cooperação na exploração espacial é uma das poucas que restou entre os Estados Unidos e a Rússia depois das tensões causadas pelos conflitos na Ucrânia e na Síria. Na ISS, os dois países trabalham juntos desde 1998.

ZAP // DW / Ars Technica

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Orbitar a Lua faz sentido, pois as naves a irem para Marte não teriam que «escapar» à gravidade da Lua. Em órbita não existe o nível de gravidade que existe na superfície da Lua.

RESPONDER

Dezenas de sites franceses com propaganda islâmica após pirataria informática

Várias dezenas de pequenos websites franceses foram afetados por uma onda de pirataria informática, publicando mensagens de propaganda islâmica, indica hoje a agência noticiosa France-Press (AFP). Mensagens como “Vitória para Maomé, vitória para o Islão e …

Jogos Olímpicos em 2021 vão mostrar que "humanidade derrotou o vírus"

O primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, disse esta segunda-feira que o país está "determinado" em organizar os Jogos Olímpicos no verão de 2021 e declarou que o evento servirá "como prova de que a humanidade derrotou …

Herdeiro da Samsung assume as rédeas da empresa depois da morte do pai

Lee Jae-Yong, filho do presidente da Samsung, assumiu a liderança da empresa depois do seu pai ter falecido este domingo. O herdeiro assume as rédeas numa altura em que a gigante da tecnologia procura evoluir. Sob …

Vídeos de suicídios, abortos ou abusos sexuais. Ex-moderadora do YouTube descreve pesadelo (e processa plataforma)

Uma ex-moderadora do YouTube apresentou uma queixa contra a plataforma na segunda-feira, acusando-a de não proteger os funcionários que são sujeitos a uma análise e remoção de vídeos violentos publicados na página. O processo contra o …

Resultados nos Açores levam PS a pensar em eleições antecipadas

O PS voltou a ganhar as eleições regionais dos Açores, obtendo 39,13% dos votos, o que não garante a maioria absoluta. Os resultados levam o partido a pensar já em eleições antecipadas. "[O governo regional] está …

"Ainda não sei bem o que fiz". João Almeida e Rúben Guerreiro de volta a Portugal

João Almeida e Rúben Guerreiro foram duas das maiores figuras desta edição do Giro, a volta a Itália em bicicleta. Os dois ciclistas aterraram esta segunda-feira, em Lisboa, e parece que ainda não perceberam a …

Autarca de Pedrógão Grande critica "péssima investigação" sobre reconstrução de casas

O presidente da Câmara de Pedrógão Grande acusou o Ministério Público e a Polícia Judiciária de terem feito uma "péssima investigação" no processo sobre a reconstrução das casas, cujo julgamento se iniciou esta segunda-feira. "[As acusações] …

Novo Banco e TAP são "riscos não negligenciáveis" para o défice

A TAP e o Novo Banco podem ter um efeito orçamental maior que o estimado pelo Governo em 2021, constituindo "riscos não negligenciáveis" para o défice, segundo uma avaliação do Conselho das Finanças Públicas (CFP) …

NASA revela que há água na Lua

A NASA revelou, esta segunda-feira, que foi encontrada água em forma de gelo numa superfície da Lua. Os investigadores apontam ainda para a possibilidade de existirem múltiplos depósitos subterrâneos na Lua onde esteja armazenada água …

Itália volta a disputar a fronteira do Monte Branco com França

Depois das autoridades francesas imporem medidas restritivas que afetaram o território italiano, o país reacendeu uma disputa antiga com França. Em causa estão os direitos de fronteira do Monte Branco. Luigi Di Maio, ministro das Relações …