Rússia e EUA vão construir estação espacial na Lua para enviar humanos a Marte

A Rússia e os Estados Unidos anunciaram esta quarta-feira um projeto de cooperação para a construção da primeira estação espacial lunar. A iniciativa, coordenada pela agência espacial americana, NASA, visa em longo prazo enviar humanos a Marte.

O projeto terá um custo na ordem dos cem mil milhões de dólares – cerca de 85 mil milhões de euros. A base ficará na órbita lunar e será semelhante à Estação Espacial Internacional (ISS, em inglês). A estação poderá servir de ponto de partida para enviar humanos para Marte.

A estação, chamada Deep Space Gateway, será construída nos moldes da Estação Espacial Internacional (ISS), que orbita em torno da Terra. Em operação há 16 anos, a ISS já recebeu mais de 200 pessoas a bordo, a maior parte dos quais astronautas americanos e cosmonautas.

“Enquanto a porta do espaço profundo continua um conceito em desenvolvimento, a NASA está contente por ver o crescimento no interesse internacional no espaço cislunar – região entre a Terra e a Lua – como o próximo passo para a exploração do espaço”, disse Robert Lightfoot, diretor da agência espacial americana, em Washington.

De acordo com a NASA, a nova estação ficará na órbita lunar e servirá como ponto de partida para missões de exploração na Lua e noutras regiões do Sistema Solar. Estima-se que os custos da base devem superar os 100 mil milhões de dólares – cerca de 85 mil milhões de euros – investidos na ISS, o maior projeto espacial do mundo.

“A etapa principal para a construção da estação lunar começará em meados dos anos 2020”, destacou a agência espacial russa, Roscosmos, em comunicado.

A cooperação entre Washington e Moscovo prevê o desenvolvimento de sistemas necessários para organizar missões científicas na órbita lunar e na superfície da Lua.

Os países pretendem também desenvolver juntos padrões internacionais técnicos. De acordo com o diretor da Roscosmos, Igor Komarov, a Rússia e os Estados Unidos, além de outros países, concordaram sobre a importância de trabalhar com padrões unificados para evitar problemas futuros no espaço. “A estação será uma plataforma importante para pesquisas futuras”, acrescentou Komarov.

A cooperação na exploração espacial é uma das poucas que restou entre os Estados Unidos e a Rússia depois das tensões causadas pelos conflitos na Ucrânia e na Síria. Na ISS, os dois países trabalham juntos desde 1998.

ZAP // DW / Ars Technica

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Orbitar a Lua faz sentido, pois as naves a irem para Marte não teriam que «escapar» à gravidade da Lua. Em órbita não existe o nível de gravidade que existe na superfície da Lua.

RESPONDER

Santa Maria ganha 40 camas para os cuidados intensivos

A maior unidade hospitalar do país reforçou capacidade dos Cuidados Intensivos para os doentes infetados, passando das atuais 80 camas para cerca de 120. O Hospital Santa Maria, em Lisboa, vai quadruplicar a sua capacidade …

"Isto é criminoso". Estivadores dizem que há risco de portos pararem

"Da forma como estamos a trabalhar nos portos, corremos o risco de todo o contingente ficar parado, porque não há nenhum cuidado em termos de criar equipas rotativas", garantiu o líder sindical. O presidente do Sindicato …

Demitiu-se o diretor do serviço de cirurgia e transplantação do Curry Cabral

Américo Martins demitiu-se esta quarta-feira por ter visto impedida a proposta de reorganização com circuitos independentes no hospital. O diretor do Serviço de Cirurgia Geral e Transplantação do Hospital Curry Cabral, Américo Martins, demitiu-se esta quarta-feira …

Bancos impedidos de cobrar comissões por operações digitais. Acesso a jogos online limitados

Os bancos vão ficar impedidos de cobrar comissões por operações de pagamento através de plataformas digitais dos prestadores de serviços, segundo uma proposta do PEV com alterações do PS aprovada no Parlamento. O projeto de lei …

Pessoas assintomáticas devem usar máscara, diz Centro Europeu de Controlo de Doenças

Num relatório divulgado na quarta-feira, o Centro Europeu de Controlo de Doenças (ECDC) referiu que as máscaras podem reduzir a propagação do novo coronavírus de pessoas assintomáticas, recomendando a sua utilização. De acordo com o Público, …

Portugal ultrapassa as 400 vítimas mortais. Cordão sanitário em Castro Daire equacionado

Portugal regista esta quinta-feira 409 mortos associados à covid-19, mais 29 do que na quarta-feira, e 13.956 infetados (mais 815), segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Trata-se de um aumento de 6% …

"Em segundo plano". OM alerta para falta de resposta para doentes prioritários não covid-19

A Ordem dos Médicos (OM) alertou esta quinta-feira para a falta de resposta aos doentes prioritários não covid-19, que diz estarem a ser relegados para segundo plano, em áreas que “não podem esperar” como a …

Lagarde contraria Draghi. Perdão de dívida às empresas é “impensável”

A presidente do Banco Central Europeu considera "impensável" conceder um perdão de dívida generalizado das dívidas contraídas pelas empresas, ao contrário do que sugeriu o antigo presidente do BCE, Mario Draghi. “Parece-me totalmente impensável. Não é …

No Norte, espera-se duas semanas para fazer testes à covid-19

Na Área Metropolitana do Porto, muitos esperam duas semanas para realizar o teste à covid-19, denunciam vários autarcas. Em causa está a falta de material e equipamentos. Mais de metade dos casos confirmados de covid-19 em …

António Costa adia decisão sobre reabertura das escolas para o fim do mês

O Governo anuncia, esta quinta-feira, a decisão em relação às atividades letivas no terceiro período, depois de ter ouvido durante dois dias especialistas, representantes da comunidade escolar, partidos, sindicatos e os órgãos consultivos do Ministério …