Rússia ameaça expulsar norte-americanos (e encosta Trump à parede)

Kremlin

-

A Rússia contra-ataca e ameaça expulsar diplomatas e apreender bens dos EUA, caso a administração de Donald Trump mantenha as sanções definidas durante a era de Obama. O Presidente dos EUA fica assim num beco sem saída, ou cede e dá ares de “marioneta”, ou resiste e falha a estratégia de boa relação com a Rússia.

Esta ameaça provém de fontes do gabinete russo do Ministério dos Negócios Estrangeiros citadas pelos média do país, avança a BBC.

Em Dezembro de 2016, ainda com Barack Obama na Casa Branca, os EUA expulsaram 35 diplomatas russos e fecharam duas agências de inteligência russas, em Nova Iorque e em Maryland, aplicando sanções a várias entidades do país da Europa de Leste.

Foi a resposta norte-americana à alegada intromissão da Rússia nas eleições que levaram Donald Trump a derrotar Hillary Clinton.

Nessa altura, a Rússia estava já sob medidas sancionatórias da União Europeia por causa do conflito com a Ucrânia.

Agora, o presidente da Rússia pressiona Donald Trump a remover essas sanções. Vladimir Putin terá abordado o assunto nas conversas que manteve com o presidente dos EUA aquando da reunião do G20, no passado dia 7 de Julho, em Hamburgo, na Alemanha, nota a BBC.

O Kremlin já negou qualquer interferência nas eleições norte-americanas e Putin espera agora que Trump retire as sanções num sinal de que está de facto empenhado em estabelecer uma boa relação com a Rússia.

Mas qualquer concessão feita aos russos por Trump, neste momento, será interpretada como uma prova de que é uma “marioneta” do Kremlin, lembra a BBC, notando que a investigação em torno da influência da Rússia nas eleições continua.

Ainda esta segunda-feira foi notícia que o filho de Trump se encontrou com uma advogada russa para obter informações “prejudiciais” a Hillary Clinton, durante a campanha eleitoral.

Mas se Trump não ceder, Putin promete azedar a relação Rússia-EUA e o presidente norte-americano já manifestou como estratégia a manutenção de uma boa relação entre os dois países.

As pressões russas para que as sanções sejam retiradas surgem nas vésperas do encontro entre o ministro dos Negócios Estrangeiros do país, Sergei Ryabkov, e o sub-Secretário de Estado dos EUA, Thomas Shannon, que se vai realizar em S. Petersburgo, no final deste mês de Julho.

SV, ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. A partir do momento em que o “idiota útil” deixe de ter préstimo, os russos deixam-no cair como um pedregulho. Ou antes, Putin, em troca de concessões vai oferecer a cabeça de Trump á próxima administração americana.

    • Claro até parece que o Putin não combinou com o trump, que esta seria uma maneira de levantar as sanções sem dar a impressão de estar a a fazer um favor ao amigo e a ajudar a Rússia.

RESPONDER

Benfica 4-0 Famalicão | Pizzi entrega saco cheio de Natal

O Benfica terminou o seu ano de Liga NOS com mais uma vitória, de novo por 4-0, tal como havia acontecido na anterior partida no Estádio da Luz, ante o Marítimo. Desta vez frente ao …

Morreu o ator Danny Aiello

Morreu esta quinta-feira, em Nova Jérsia, o ator Danny Aiello, que recordamos pelos seus muitos êxitos dos anos 80. Tinha 86 anos. "É com profunda dor que comunicamos que Danny Aiello, amado marido, pai, avô, ator …

Videojogo chinês incita jogadores a atacar os "traidores" em Hong Kong

Há um novo videojogo que está a ganhar popularidade na China. Chama-se "Fight the Traitors Together" e permite que os jogadores ataquem manifestantes de Hong Kong. No jogo, os jogadores podem bater nos manifestantes pró-democracia, sendo …

Mundial de Clubes proíbe demonstrações públicas de afeto

Começou na passada quarta-feira, dia 11 de dezembro, em Doha, capital do Catar, o Mundial de Clubes da FIFA, prova onde estão inseridos clubes como Flamengo e Liverpool. E esta até poderia ser mais uma …

Al Gore diz ser o maior fã de Greta Thunberg

Al Gore, antigo vice-presidente de Barack Obama e autor do documentário ambiental "Uma verdade inconveniente", elogiou esta semana o trabalho desenvolvido pela ativista sueca Greta Thunberg, dizendo ser o seu maior fã. "Sou o seu …

A água é comum nos mundos extraterrestres (mas surpreendentemente mais escassa do que se esperava)

A presença de água em exoplanetas é comum, mas surpreendentemente mais escassa do que se esperava, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido. Para chegar a …

"Encontrei a minha alma gémea". Presidente do Flamengo disposto a (quase) tudo para segurar Jesus

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, ficou encantado com Jorge Jesus logo quando o conheceu. É o que o dirigente diz numa entrevista, onde admite que encontrou a sua "alma gémea", não revelando dados sobre …

COP25: uma traição ao Acordo de Paris "e às pessoas em todo o mundo"

Organizações não governamentais ambientalistas consideraram que os projetos de resolução que a cimeira do clima da ONU tem para aprovar são "uma traição" do Acordo de Paris e dos milhões de pessoas que sofrem com …

Governo admite novo aumento extra das pensões (com a simpatia das Finanças e de olho na geringonça)

O Governo está a equacionar um novo aumento extraordinário das pensões no âmbito da preparação da proposta de Orçamento do Estado para 2020 (OE2020). A medida agrada a PCP e Bloco de Esquerda e terá …

Na última noite no Porto, Óliver foi sozinho à Ponte D. Luís (e vieram-lhe as lágrimas aos olhos)

O médio espanhol Óliver Torres confessa que a sua saída do Porto foi "emotiva" e que se despediu do clube e da cidade na Ponte D. Luís, de noite e sozinho, com "as lágrimas nos …