Rússia ameaça expulsar norte-americanos (e encosta Trump à parede)

Kremlin

-

A Rússia contra-ataca e ameaça expulsar diplomatas e apreender bens dos EUA, caso a administração de Donald Trump mantenha as sanções definidas durante a era de Obama. O Presidente dos EUA fica assim num beco sem saída, ou cede e dá ares de “marioneta”, ou resiste e falha a estratégia de boa relação com a Rússia.

Esta ameaça provém de fontes do gabinete russo do Ministério dos Negócios Estrangeiros citadas pelos média do país, avança a BBC.

Em Dezembro de 2016, ainda com Barack Obama na Casa Branca, os EUA expulsaram 35 diplomatas russos e fecharam duas agências de inteligência russas, em Nova Iorque e em Maryland, aplicando sanções a várias entidades do país da Europa de Leste.

Foi a resposta norte-americana à alegada intromissão da Rússia nas eleições que levaram Donald Trump a derrotar Hillary Clinton.

Nessa altura, a Rússia estava já sob medidas sancionatórias da União Europeia por causa do conflito com a Ucrânia.

Agora, o presidente da Rússia pressiona Donald Trump a remover essas sanções. Vladimir Putin terá abordado o assunto nas conversas que manteve com o presidente dos EUA aquando da reunião do G20, no passado dia 7 de Julho, em Hamburgo, na Alemanha, nota a BBC.

O Kremlin já negou qualquer interferência nas eleições norte-americanas e Putin espera agora que Trump retire as sanções num sinal de que está de facto empenhado em estabelecer uma boa relação com a Rússia.

Mas qualquer concessão feita aos russos por Trump, neste momento, será interpretada como uma prova de que é uma “marioneta” do Kremlin, lembra a BBC, notando que a investigação em torno da influência da Rússia nas eleições continua.

Ainda esta segunda-feira foi notícia que o filho de Trump se encontrou com uma advogada russa para obter informações “prejudiciais” a Hillary Clinton, durante a campanha eleitoral.

Mas se Trump não ceder, Putin promete azedar a relação Rússia-EUA e o presidente norte-americano já manifestou como estratégia a manutenção de uma boa relação entre os dois países.

As pressões russas para que as sanções sejam retiradas surgem nas vésperas do encontro entre o ministro dos Negócios Estrangeiros do país, Sergei Ryabkov, e o sub-Secretário de Estado dos EUA, Thomas Shannon, que se vai realizar em S. Petersburgo, no final deste mês de Julho.

SV, ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. A partir do momento em que o “idiota útil” deixe de ter préstimo, os russos deixam-no cair como um pedregulho. Ou antes, Putin, em troca de concessões vai oferecer a cabeça de Trump á próxima administração americana.

    • Claro até parece que o Putin não combinou com o trump, que esta seria uma maneira de levantar as sanções sem dar a impressão de estar a a fazer um favor ao amigo e a ajudar a Rússia.

RESPONDER

Para ouvir a nova música dos Pearl Jam tem de apontar o telemóvel para a Lua

A banda de rock norte-americana Pearl Jam está empenhada em usar as tecnologias ao serviço da criatividade e da promoção do novo disco, que vai ser lançado no dia 27 de março. Uma semana antes do …

Roedor gigante pré-histórico tinha um cérebro de apenas 113 gramas

O crânio de um roedor que viveu há dez milhões de anos, na América do Sul, indica que, apesar de este animal ter sido grande e pesado, o seu cérebro era totalmente o oposto. De acordo …

"Estrela da Morte". Trump tem máquina de desinformação de mil milhões de dólares para ser reeleito

Face às eleições presidenciais dos EUA que se realizem este ano, Donald Trump montou uma máquina de desinformação, conhecida por "Estrela da Morte", avaliada em 1 mil milhão de dólares. Enquanto se desenrolam as primárias democratas …

Procura mundial de petróleo pode alcançar o seu nível mais baixo numa década por causa do coronavírus

O surto de coronavírus afetará de forma "significativa" a procura global por petróleo, podendo esta atingir o seu nível de procura mais baixo numa década, alerta a Agência Internacional de Energia (IEA). Com a desaceleração da …

Vitória SC 1-2 Porto | “Dragão” cola-se à liderança

A Liga NOS está ao rubro. O FC Porto foi a Guimarães vencer o Vitória SC por 2-1 e está a apenas um ponto da liderança do campeonato, na sequência da derrota do Benfica no …

Ventura não faz "fretes". Chega não viabilizará Governo do PSD se não houver cedências

Para governar com a direita, o PSD precisa do recém-eleito Chega. No entanto, há características que separam os partidos: enquanto que os sociais-democratas se querem estabelecer ao centro, André Ventura estabelece linhas vermelhas e não …

Egito atinge 100 milhões de habitantes (mas não há grandes motivos para celebrar)

A população do Egito atingiu os 100 milhões de habitantes, tornando-se no país árabe mais populoso e o terceiro em África atrás da Etiópia e da Nigéria, anunciaram ontem as autoridades. O calculador eletrónico instalado no …

Coronavírus: Há mais dois casos suspeitos em Portugal

Há mais dois casos suspeitos de infeção por coronavírus em Portugal. Os doentes, que vieram da China, já foram encaminhados para o Hospital Curry Cabral, em Lisboa, e para o Hospital de São João, no …

Morreu o ator Tozé Martinho

O ator António José Bastos de Oliveira Martinho, mais conhecido como Tozé Martinho, morreu este domingo aos 72 anos. Tozé Martinho morreu este domingo, aos 72 anos. O ator foi levado para o Hospital de Cascais, …

NASA já tem um preço para a próxima alunagem

O responsável pelos voos tripulados da NASA, Doug Loverro, revelou esta semana que a agência espacial vai precisar de  35 mil milhões de dólares nos próximos quatro anos para conseguir voltar a pisar a Lua …