“Política travestida de educação.” Rui Tavares surge em aula da telescola, Governo esclarece

Parlamento Europeu

Rui Tavares

Depois das críticas de Nuno Melo e do CDS-PP, o Ministério da Educação esclareceu polémica sobre Rui Tavares e explicou que o fundador do Livre “não é professor do projeto #EstudoEmCasa”.

Numa aula de História e Geografia de Portugal da Telescola, para o 2.º Ciclo, surgiu um vídeo do historiador Rui Tavares, fundador do partido Livre. O CDS-PP entende que a utilização de um excerto do programa do historiador é inaceitável.

A polémica surgiu rapidamente nas redes sociais e motivou duras críticas por parte de Nuno Melo, que referiu que a utilização do excerto de seis minutos era uma exercício de destilação de “ideologia”, “transformando alunos em cobaias do socialismo”, e “uma aviltante e ignóbil revolução cultural em marcha que pais sem recursos não podem evitar”.

Política travestida de educação. Miséria“, escreveu o eurodeputado do CDS no Twitter.

Segundo o Expresso, poucas horas depois, o CDS entregou na Assembleia da República uma pergunta ao Governo, argumentando que o fundador do Livre tinha feito uma “análise política e crítica (e, por isso, deturpada)”.

Por esse motivo, pediu explicações ao ministro da Educação sobre se considera “aceitável a escolha de um político, independentemente do partido a que pertença, para ministrar aulas neste projeto”. E continua: explique se não considera que as aulas de História “devem ser dadas de forma politicamente isenta”, e adiante que “medidas vão ser tomadas no sentido de corrigir esta situação, de modo a que não se repita”.

De acordo com o Polígrafo, um internauta também acusou Rui Tavares de se ter referido ao Império Português como um “período negro”. No entanto, a expressão não foi usada pelo historiador

Ainda assim, o fundador do Livre respondeu no Twitter: “O episódio não é sobre o Império, mas sobre a Exposição do Mundo Português. A expressão ‘período negro’ não aparece. Porque mente? Porque usa um screenshot [captura de ecrã] e não o link aberto, para que todos possam ver que são contextualizados argumentos do regime, oposição e observadores? Não vale tudo“.

O líder partidário também argumentou, na mesma rede social, que não deu qualquer aula na Telescola. “Eu não dei aulas na telescola! As professoras da telescola decidiram usar um episódio de um programa meu. Está aqui, veja por si se não equilibra e contextualiza os argumentos de regime, oposição e observadores externos”, explicou.

Entretanto, o Governo reagiu à polémica e, numa nota enviada ao Expresso e ao “Polígrafo SIC”, o Ministério da Educação garante que o dirigente do Livre “não é professor do projeto #EstudoEmCasa” e que o recurso aos conteúdos da RTP é prática corrente neste e nos outros anos letivos.

“No caso, trata-se do excerto de 5 minutos de um programa de História, exibido na RTP2 em 2018, e disponível na plataforma RTP Ensina, à qual os docentes recorrem com regularidade para utilizarem nas suas aulas (presenciais ou não presenciais)”, completa a fonte oficial.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Direita ressabiada a usar a táctica de Trump e Bolsonaro; se resulta nesses países, porque não aqui?

RESPONDER

Em 1925, "O Isolador" prometia bloquear qualquer tipo de distração

Procrastinar foi, é e sempre será um passatempo irresistível. Por isso, nos anos 20, houve quem apresentasse uma solução radical para evitar este problema: "O Isolador". De acordo com o site IFLScience, o chamado "Isolador" foi …

Seca no México revela uma igreja submersa há 40 anos

Uma igreja no estado de Guanajuato, no México, sobrevive entre a água e os peixes, como única testemunha de um povoado inundado por uma barragem há mais de 40 anos. Agora, devido à seca que …

Neymar prolonga contrato com o Paris Saint-Germain até 2025

O avançado internacional brasileiro Neymar renovou contrato com o Paris Saint-Germain até 30 de junho de 2025, informou hoje o tricampeão francês e vice-campeão europeu de futebol. “O Paris Saint-Germain tem o prazer de anunciar que …

Países usaram modelo do queijo suíço para conter a covid-19. Na Índia, alguns "buracos" eram demasiado grandes

A grande maioria dos países adotou a estratégia do queijo suíço para responder à pandemia. Na Índia, os "buracos" eram demasiado grandes em três das camadas mais importantes. Para responder à crise sanitária desencadeada pela covid-19, …

Primeira-ministra da Escócia declara que "haverá maioria pró-independência" no parlamento

A primeira-ministra da Escócia, Nicola Sturgeon, declarou hoje vitória nas eleições regionais, afirmando que "haverá uma maioria pró-independência" no parlamento escocês. Com as projeções a indicarem que o Partido Nacional Escocês (SNP), que lidera, foi o …

SOS Rio Paiva pede que se limite o número de visitantes à ponte e Passadiços do Paiva

A associação SOS Rio Paiva manifestou-se preocupada com o aumento da pressão turística e com a poluição, na sequência da inauguração da ponte suspensa em Arouca, e pediu que se limite o número de visitantes. A …

O seu antigo número de telemóvel pode ser usado para pirateá-lo

O seu antigo número de telemóvel pode ser usado para pirateá-lo, caso este ainda esteja associado a contas em sites ou redes sociais. Embora milhões de números de telemóvel sejam desconectados todos os anos, um novo …

Ataque à bomba contra escola feminina em Cabul faz 30 mortos e 79 feridos

A explosão de uma bomba junto a uma escola secundária para raparigas na zona ocidental de Cabul fez hoje pelo menos 30 mortos e 79 feridos, segundo um novo balanço feito pelas autoridades afegãs. “O número …

Tamám Shud. Exumação de corpo pode resolver um estranho mistério com 70 anos

As autoridades da Austrália aprovaram uma exumação do corpo de Tamám Shud - ou "Homem de Somerton" - e, em breve, o mistério de 70 anos pode estar resolvido. Em 30 de novembro de 1948, vários …

Costa, Von der Leyen na Cimeira Social no Porto

Vacinação no bom caminho com 25% da população da UE vacina

A Comissão Europeia anunciou este sábado que 200 milhões de doses de vacinas anticovid-19 chegaram já à União Europeia (UE) e 160 milhões de europeus já receberem a primeira dose, levando a que a vacinação …