/

Rui Moreira estranha que Barbosa Ribeiro lhe tenha dirigido carta como candidato e não como deputado

1

Fernando Veludo / Lusa

O Presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira

Rui Moreira estranha que Tiago Barbosa Ribeiro lhe tenha escrito uma carta sobre o acolhimento de refugiados afegãos enquanto candidato à câmara e não como deputado da Assembleia Municipal do Porto.

Tiago Barbosa Ribeiro, candidato do PS à Câmara Municipal do Porto, escreveu a Rui Moreira, no início da semana, apelando à autarquia para organizar o acolhimento de refugiados afegãos, salientando que o município “tem de honrar a tradição humanista” da cidade.

Esta quinta-feira, o presidente da Câmara do Porto respondeu à missiva, explicando que mereceu a sua “melhor atenção”, mas estranhando o facto de Tiago Barbosa Ribeira ter optado por se dirigir na “qualidade de candidato em vez de na qualidade de deputado da Assembleia Municipal do Porto ou até mesmo de deputado da Assembleia da República”.

Sobre as críticas do candidato do PS ao “silêncio e alheamento da autarquia sobre o assunto premente” da questão afegã, Rui Moreira defendeu que relativamente à política externa – “como sabe ou devia saber” – a condução cabe ao Governo.

O presidente da autarquia assegura, no entanto, que o que “está definido” em matéria de política de refugiados “é que a Câmara Municipal do Porto prestará o apoio ao acolhimento de refugiados desde que devidamente requerido pelo Governo, no âmbito do programa nacional de acolhimento”, escreve o jornal Expresso.

Tiago Barbosa Ribeiro “certamente saberá” que o Porto “está hoje melhor preparado para ajudar na integração de quem chega à cidade”, face ao trabalho de mediação intercultural que vem sendo “concretizado no terreno” pelo serviço de mediação a funcionar no Gabinete do Munícipe, refere ainda Rui Moreira, recandidato nas autárquicas de 26 de setembro.

A Câmara do Porto tem, desde 2019, em curso o Projecto de Mediadores Municipais e Interculturais de atendimento às minorias étnicas, de forma a “mitigar o efeito nocivo da exclusão social” no concelho.

Na carta, o autarca informa o candidato do PS que a cidade acolhe atualmente cerca de sete mil estrangeiros, sendo a população brasileira a mais numerosa, embora “comecem a ganhar expressão os nepaleses, paquistaneses e indianos”, bem como pessoas vindas da Síria, Afeganistão, Irão e Jordânia.

Por último, Rui Moreira lamenta que Tiago Barbosa Ribeiro “como deputado municipal ignore o trabalho feito ou só tome agora iniciativas nesta conjuntura eleitoral”.

  ZAP //

1 Comment

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE