/

Rúben Dias eleito futebolista do ano da Premier League

1

Gareth Copley / POOL / EPA

Rúben Dias estreia-se a marcar pelo City

O central internacional português Rúben Dias, do campeão inglês Manchester City, foi hoje eleito o jogador do ano da Liga inglesa de futebol, anunciou a Premier League no seu site oficial.

O ex-jogador do Benfica tornou-se o segundo futebolista luso a conquistar o troféu, depois de Cristiano Ronaldo, por duas vezes (2006/07 e 2007/08), e o quatro central, sucedendo ao sérvio Nemanja Vidic (Manchester United), ao belga Vincent Kompany (City) e ao holandês Virgil van Dijk (Liverpool).

“Rúben Dias foi uma peça central no terceiro título do Manchester City em quatro anos, ao ter um impacto imediato desde a sua transferência do Benfica em setembro de 2020”, escreveu a Premier League, no anúncio do vencedor do troféu.

De acordo com a organização, Rúben Dias “emergiu como o líder do setor recuado” do Manchester City, equipa que conseguiu uma série de 15 vitórias consecutivas na prova, “a quarta maior da história”.

A Premier League lembra que Rúben Dias contribuiu para 15 jogos sem sofrer golos do City, somando 23 vitórias em 32 jogos, para bater na votação, entre outros, o compatriota Bruno Fernandes, médio do Manchester United.

https://twitter.com/premierleague/status/1401116593275424770

Também estavam entre os nomeados Kevin De Bruye (Manchester City), Jack Grealish (Aston Villa), Harry Kane (Tottenham), Mason Mount (Chelsea), Mohamed Salah (Liverpool) e Tomas Soucek (West Ham).

O vencedor do prémio é determinado pela combinação da votação do público, dos 20 capitães das equipas da Premier Legue e um painel de especialistas de futebol.

No mês passado Rúben Dias tinha já sido escolhido nos prémios anuais do The Athletic UK como o jogador mais valioso da Premier League.

Esta foi a época de estreia do jogador em Inglaterra, após ter chegado ao Manchester City proveniente do SL Benfica, a troco de 68 milhões de euros. O defesa internacional português, fruto das escolas de formação do Seixal, foi fundamental na conquista do título inglês, oferecendo solidez defensiva ao conjunto treinado por Pep Guardiola.

  ZAP // Lusa

1 Comment

  1. Divertido, o Rúben Dias, nove meses atrás era considera por portistas – principalmente estes – e sportinguistas como o “Rambo” cá do sítio, o que demonstra quanto efeminado é o futebol português, feito de manhosos e batoteiros à procura de penalties. O Rúben não mudou em nada o seu modo de jogar, a diferença é que agora joga entre homens que não se deixam cair, ao mínimo encosto, como fêmeas no cio. O facto é indiscutível, nenhum futebolista teve, no seu primeiro ano de país, o impacto do Rúben. E sem marketing, sofrendo a desconfiança de muitos comentadores ex-jogadores ingleses e da imprensa local, se calhar até de Guardiola, foi uma aposta de Txiki Begiristain, o director desportivo do City.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE