Ronaldinho paga fiança de 1,5 milhões de euros e passa a prisão domiciliária

A justiça do Paraguai concedeu hoje prisão domiciliária ao ex-futebolista brasileiro Ronaldinho Gaúcho e ao seu irmão Assis, acusados de uso de passaporte falso, depois pagarem uma fiança de 1,6 milhões de dólares (1,47 milhões de euros).

A decisão de mudar o regime de reclusão de Ronaldinho e do ex-jogador do Sporting não era esperada até, pelo menos, dia 13 de abril, devido à paralisação do sistema judiciário paraguaio, como medida para conter a pandemia da Covid-19.

Mesmo assim, o juiz penal Gustavo Amarilla aceitou tratar da quarta tentativa da defesa em obter a prisão domiciliária para Ronaldinho Gaúcho e o seu irmão e representante, acusados de uso de passaportes e identidades falsas, além de integrarem uma rede criminosa de falsificação de documentos e de lavagem de dinheiro.

Na audiência, na qual os procuradores usavam máscaras, o tribunal foi favorável à defesa do jogador.

Os irmãos vão continuar com a prisão preventiva num hotel da cidade que os advogados Sérgio Queiróz e Adolfo Marin revelaram ser o hotel Palmaroga. Cada um ficará num quarto diferente, nos números 104 e 105.

A dupla brasileira terá vigilância policial permanente para evitar que possam deixar ilegalmente o país. Uma empresa paraguaia assinou o termo de garantia como responsável de eventuais riscos. No hotel, os irmãos vão aguardar o curso das investigações e o julgamento.

Pelas leis paraguaias, a prisão preventiva pode durar ainda cinco meses e, se forem condenados, o ex-jogador de FC Barcelona e AC Milan e o ex-futebolista do Sporting e do Estrela da Amadora, nos anos 90 do século XX, podem levar até cinco anos de prisão.

A perícia nos telemóveis dos presos, em 06 de março, já foi concluída, mas não divulgada.

O novo regime para prisão preventiva chega depois de um mês de prisão num quartel policial de 14 hectares, o Agrupamento Especializado, condicionado como prisão de máxima segurança para receber presos especiais, acusados de corrupção, tráfico de drogas e assassínios.

Durante o primeiro mês de prisão, o ex-jogador foi o centro das atenções no quartel. Participou de torneios de futebol e pôde usar telemóvel próprio livremente para conversar com amigos e parentes.

No dia 21 de março, quando completou 40 anos, recebeu um churrasco feito pelos demais 30 presos como presente de aniversário. Ronaldinho também recebeu a visita de ex-jogadores famosos do Paraguai, até às mesmas serem proibidas, devido à pandemia do novo coronavírus.

A investigação já envolve 16 indiciados e a Procuradoria ampliou a causa, em 8 de março, a uma possível ligação com uma organização criminosa, acusada de lavar 400 milhões de dólares. Além de Ronaldinho, empresários e funcionários públicos paraguaios são investigados.

A empresária paraguaia Dalia López, considerada a chefe da suposta quadrilha, foi quem convidou e financiou a viagem de Ronaldinho ao Paraguai. López está fugitiva e tem ordem de captura internacional pela Interpol desde o dia 18 de março.

Ronaldinho e o seu irmão Roberto Assis são acusados de entrarem no Paraguai no dia 4 de março com um passaporte falso. Viajaram ao país para participarem num programa de assistência social infantil, organizado pela Fundação Fraternidade Angelical, pertencente à empresária foragida.

Ronaldinho também pretendia lançar no mercado paraguaio o seu livro ‘Génio na vida’, que conta a sua história.

Quando entraram no Paraguai, não apresentaram o passaporte brasileiro, nem o documento de identidade brasileiro, documentos aceites em toda a América do Sul. Apresentaram passaportes paraguaios adulterados, que, depois, alegaram na justiça, nunca terem solicitado.

Ronaldinho não cometeu delito, porque ele não sabia que o passaporte que lhe entregaram era adulterado”, garante o advogado Sérgio Queiroz.

O procurador Federico Delfino revelou que havia um pedido de naturalização dos irmãos no Departamento de Migração. Os acusados disseram nunca terem solicitado tal procedimento.

No Brasil, o ex-jogador estrela é Embaixador do Turismo do governo de Jair Bolsonaro, cargo que mantém apesar da acusação no Paraguai.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Terceira dose da vacina da Pfizer aumenta "fortemente" a proteção contra a variante Delta

Farmacêutica norte-americana pretende submeter um novo pedido de autorização de emergência para a administração da terceira dose ao regulador, depois de já ter visto um pedido anterior ser recusado por falta de evidências científicas. Depois de …

Estabelecimentos abertos até às 02h00. Máscaras na rua acabam em setembro

O primeiro-ministro anunciou, esta quinta-feira, a partir do Palácio Nacional da Ajuda, as novas medidas de desconfinamento decididas no Conselho de Ministros. António Costa começou por referir que, graças às medidas restritivas dos últimos tempos, é …

Surpresa na Liga dos Campeões: Celtic é uma equipa de "terceira divisão"

Críticas à qualidade do plantel do gigante escocês, que nem passou da segunda pré-eliminatória de acesso à Liga dos Campeões. O Midtjylland fez a festa. Há uns tempos seria uma surpresa mas, nos anos mais recentes, …

Corrida à Câmara de Lisboa divide CDS. Mesquita Nunes junta-se aos críticos

A escolha de Filipe Anacoreta Correia, em vez de João Gonçalves Pereira, para número dois da lista à Câmara de Lisboa está a gerar uma guerra interna no CDS. A escolha de Filipe Anacoreta Correia para …

Tragédia Hillsborough: morreu uma vítima, depois de 32 anos em estado vegetativo

Andrew Devine faleceu aos 55 anos. É oficialmente a 97.ª pessoa a morrer por causa do desastre em 1989, em Sheffield. De 15 de abril de 1989 até 27 de julho de 2021 passaram mais de …

Trabalhadores da Google só regressam aos escritórios em outubro e todos vacinados

A maioria dos trabalhadores da Google só regressará aos escritórios em meados de outubro, depois de ser totalmente vacinada, numa tentativa de combater a disseminação da variante Delta do novo coronavírus SARS-COV-2, anunciou esta quarta-feira …

Primeiro-ministro tunisino terá sido agredido antes de concordar em renunciar

O primeiro-ministro da Tunísia, Hichem Mechichi, terá sido alegadamente agredido dentro do palácio presidencial antes de ser afastado de cargo pelo chefe de Estado do país, Kais Saied. Mechichi e o restante governo foram demitidos na …

Comissão Europeia envia primeiro “cheque” do PRR na próxima semana

A Comissão Europeia irá fazer o pagamento da primeira verba do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) no decorrer da próxima semana. Na sessão de assinatura dos contratos do Mecanismo de Recuperação e Resiliência da União …

Marcelo pede ao TC fiscalização do artigo 6.º da Carta de Direitos na Era Digital

O Presidente da República pediu, esta quinta-feira, ao Tribunal Constitucional a fiscalização sucessiva do artigo 6.º da Carta Portuguesa de Direitos Humanos na Era Digital em vigor, tendo em conta o "importante debate público" sobre …

Portugal regista mais 10 mortes e 3009 casos de covid-19

Portugal registou, esta quinta-feira, mais 10 mortes e 3009 casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 3009 novos …