Robô-polícia teve de lidar com o primeiro crime da sua carreira (e não correu muito bem)

Robôs polícias já patrulham as ruas da Califórnia, nos Estados Unidos. Quando uma mulher no Huntington Park viu pessoas a lutar e tentou pedir ajuda ao Robocop, o robô apenas lhe disse para “sair da frente” e continuou a sua rota pré-determinada.

Cogo Guebara, testemunha da luta que começou no parque de estacionamento do Huntington Park, a alguns quilómetros da baixa de Los Angeles, fez a coisa mais prática que era possível: correu até ao Robocop e pressionou o botão de emergência. “Eu estava a apertar o botão, mas dizia: ‘saia da frente'”, disse Guebara à NBC News. “Ele continuava a tocar e eu continuei a pressionar”.

A testemunha pensava que o robô, que tem cerca de metro e meio de altura e a palavra “police” estampada no seu corpo em forma de ovo, quisesse ver o seu rosto. Por isso, agachou-se para a câmara. Mas, ainda assim, o robô manteve-se apático, continuando a sua rota de patrulha.

Sem resposta, Rudy Espericuta, que estava com Guebara, telefonou para o 911 (número de emergência dos Estados Unidos). Cerca de 15 minutos depois, após o fim da luta, uma mulher foi colocada numa maca numa ambulância, com a cabeça a sangrar por causa de um corte sofrido durante a altercação.

O robô continuou a deslizar pela sua rota pré-determinada, cantarolando uma música intergaláctica. O robô de quase 300 quilos seguiu o passeio sinuoso do parque, do campod de basquetebol até à zona infantil, parando de vez em quando para dizer aos visitantes “por favor, mantenha o parque limpo”.

O robô, oficialmente chamado HP RoboCop, patrulha o parque para o Departamento de Polícia de Huntington Park desde junho. Mas, de acordo com Cosme Lozano, chefe da polícia, o botão de alerta do robô ainda não está conectado ao departamento da polícia. As chamadas são dirigidas à Knightscope, a empresa que cria e aluga os robôs.

“É por isso que não estamos anunciar estes recursos”, disse. “É um novo programa para nós e ainda estávamos a desenvolver alguns protocolos para poder adotar completamente o programa”.

Na época da inauguração do RoboCop, a cidade e a força policial estavam otimistas de que o policial robô seria um trunfo real. “As capacidades do HP RoboCop são extremamente impressionantes”, afirmou o gerente da cidade, Ricardo Reyes, em comunicado. “Em particular, a sua capacidade de usar o seu microfone para impedir atividades criminosas e a sua mobilidade para patrulhar grandes espaços abertos”.

O HP RoboCop é um dos mais de 70 robôs de segurança autónomos desenvolvidos pela Knightscope. A empresa da Silicon Valley combinou tecnologia autónoma, robótica e inteligência artificial para criar o que chama de “máquinas de dados autónomas de combate ao crime”. Os robôs foram implantados nos Estados Unidos, servindo desde aeroportos a postos de gasolina.

O HP RoboCop é um modelo K5, especializado para uso externo, e é um dos primeiros da empresa a ser chamado de “polícia”. O site da Knightscope promove algumas das habilidades do K5, incluindo uma transmissão de vídeo ao vivo em alta definição de 360 graus, um leitor de placas que pode digitalizar 1.200 placas por minuto, um mcrofone interno bidirecional e a capacidade de rastrear o uso de telemóveis nas proximidades.

As cinco câmaras do robô fornecem monitorização ao vivo 24 horas por dia, 7 dias por semana, com a capacidade de enviar imagens diretamente para os telefones dos polícias.

O robô está confinado ao caminho de cimento do parque, que foi bloqueado pela construção de um novo centro aquático, restringindo a sua patrulha ao extremo norte do parque. O robô custa, por ano, entre 54 mil e 63 mil euros.

Mas este não é o primeiro Robocop a ter problemas no seu trabalho de polícia. Um robô K5 que patrulhava um complexo de escritórios em Washington DC acabou por cair numa fonte. Outro do mesmo modelo atingiu uma criança num shopping em Silicon Valley.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Já entendi qual o propósito destes robocop’s, têm como função ajudar as pessoas (da empresa que os produziram e alugam) a ganhar uns milhares em troca de coisa nenhuma.

RESPONDER

Teresa Leal Coelho admite processar ex-vereador Fernando Nunes da Silva

A vereadora da Câmara Municipal de Lisboa Teresa Leal Coelho admitiu que poderá vir a processar o antigo vereador Fernando Nunes da Silva, devido às declarações sobre a reposição dos sentidos de circulação na Avenida …

Linha de Fundo: Benfica reforça liderança, mais recados de Conceição, um jardim de infância especial e João “rosa” Almeida

Era uma vez um Clássico... Deu empate o primeiro clássico da época 2020/21. Em Alvalade, Sporting e FC Porto igualaram-se a duas bolas, num jogo que valeu pelas mudanças de resultado, mas que nem sempre foi …

CDS critica PS por obrigar portugueses a pagar "buraco" da TAP para servir apenas Lisboa

O CDS está "chocado" por a TAP ir abandonar as quatro rotas que opera no Aeroporto Francisco Sá Carneiro e critica o PS por obrigar portugueses a pagar "buraco" da TAP para servir apenas Lisboa. O …

Contratos de associação dos colégios privados. Ministério da Educação vence todos os 55 processos judiciais

Em todos os 55 processos judiciais que os colégios privados moveram contra o Ministério da Educação em 2016, na sequência da polémica dos contratos de associação, todas as 55 decisões foram favoráveis ao Governo. O jornal …

Famílias numerosas podem pedir desconto no IVA da luz a partir de março

As famílias com cinco ou mais elementos só poderão usufruir da redução do IVA da eletricidade a partir de 1 de março e terão de o requerer junto do seu fornecedor, segundo uma portaria esta …

Vacina da gripe disponível para mais grupos. Farmácias temem não ter stock suficiente

A vacina da gripe está, a partir desta segunda-feira, disponível para mais grupos populacionais com o início da segunda fase da campanha, que estende a vacinação a pessoas com 65 ou mais anos e pessoas …

Franceses em protesto para homenagear professor decapitado. Autoridades procuram radicais islâmicos

Milhares de pessoas reuniram-se no domingo no centro de Paris numa demonstração de repúdio pela decapitação do professor que mostrou aos seus alunos desenhos do Profeta Maomé. Os manifestantes da Praça da República ergueram cartazes onde …

Proud Boys acreditam na vitória de Trump: "Vamos Ganhar". Voto antecipado começa hoje na Florida

O líder do grupo Proud Boys disse à Lusa, durante uma manifestação em Miami, que Donald Trump vai vencer as eleições presidenciais norte-americanas, e rejeitou a acusação de que é dirigente de uma organização extremista. …

Projeto desenvolve testes rápidos de baixo custo para detetar imunidade

Um consórcio de universidades e uma empresa querem desenvolver "testes rápidos e de baixo custo" para detetar a resposta imunitária ao vírus SARS-CoV-2. O projecto TecniCov, que "obteve um financiamento de 450 mil euros da Agência …

"Medo constante". Human Rights Watch denuncia tortura na Coreia do Norte

Uma organização não-governamental denunciou esta segunda-feira que o sistema norte-coreano de detenção pré-julgamento e de investigação é cruel e arbitrário, com ex-detidos a descreverem tortura sistemática, corrupção e trabalhos forçados não-remunerado. No relatório de 88 páginas, …