Operação Marquês. Rio critica “descrédito” da justiça e acusa Marcelo e Costa de “hipocrisia”

Lusa / Lusa

Na primeira reação à decisão instrutória da Operação Marquês, Rui Rio foi duro nos recados que deixou. O líder do PSD disparou em todas as direções e nem António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa escaparam.

Rui Rio disse esta segunda-feira que a decisão instrutória do processo Marquês é a prova da justiça a “não funcionar”.

Neste sentido, o presidente do PSD recorda que já propôs uma reestruturação do sistema judicial aos vários partidos com assento parlamentar, mas que estes não quiseram “mexer no sistema”.

Numa declaração sem direito a perguntas, Rio criticou as violações do segredo de justiça e a intoxicação da opinião pública por parte das autoridades judiciais, referindo que a justiça está em “descrédito” e que “é o pior exemplo da doença do regime”.

“Pela primeira vez na história deste regime, um primeiro-ministro é indiciado por vários crimes e o juiz diz que os crimes prescreveram ou que as provas não foram obtidas de forma legal”, recordou, frisando que “as decisões da justiça têm de ser entendidas” e que a “morosidade dos processos é um grave problema”.

Defende ainda que “não é preciso revolucionar ou destruir tudo. É necessário reformar”, sublinha, pedindo para que a independência do poder judicial não signifique que a justiça seja “um mundo à parte”.

“A justiça não pode ser um Estado dentro de um Estado”, acrescentou.

“Hipocrisia e falta de coragem”

No meio de tantas críticas à decisão de Ivo Rosa, Rui Rio também lançou algumas farpas à postura de António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa perante o processo.

“O PSD renuncia à demagogia, mas não renuncia a voltar a defender que a reforma da justiça é a primeira das reformas que Portugal tem de fazer. E à hipocrisia de dizer que o que está a acontecer é ‘a justiça a funcionar’ eu digo que é a justiça a não funcionar”, disse, referindo-se às declarações de Marcelo Rebelo de Sousa antes de se conhecer a decisão do juiz Ivo Rosa.

Como recorda o Expresso, o Presidente da República não comentou o caso e apenas frisou: “De cada vez que há avanço num processo judicial, nomeadamente nos megaprocessos, isso é visto pelos portugueses como a justiça a funcionar”.

Para Rio, não é só Marcelo que, com essa afirmação, está a ser “hipócrita”, mas também António Costa.

“O mesmo se pode dizer da hipocrisia da afirmação ‘à justiça o que é da justiça e à política o que é da política’, porque todos sabemos que no estado de direito democrático é obrigação dos órgãos de soberania assegurar o quadro legislativo e os recursos técnicos e humanos adequados para que a soberania da justiça seja respeitada e as suas decisões verdadeiramente independentes”, disse, referindo-se à frase usada por Costa desde que José Sócrates foi acusado.

Para o social-democrata, é “esta hipocrisia e falta de coragem que têm feito crescer os movimentos políticos extremistas”. O país vive na impunidade, pelo menos para os mais poderosos”, acrescentou.

O juiz Ivo Rosa, do Tribunal Central de Instrução Criminal, decidiu levar a julgamento os arguidos José Sócrates e Carlos Santos Silva, pronunciados por três crimes de branqueamento de capitais e outros três de falsificação de documentos cada um.

O magistrado acabou por deixar cair todos os crimes de corrupção de todos os arguidos do processo.

A decisão do juiz ficou muito aquém do pedido pelo Ministério Público que tinha acusado 28 arguidos, entre os quais nove empresas, de um total de 188 crimes económicos e financeiros, entre os quais corrupção e fraude fiscal.

Ana Isabel Moura Ana Isabel Moura, ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Mas o descrédito da justiça já existe há muitos anos, a corrupção na justiça existe há muitos anos e nem o ps nem o psd fizeram alguma coisa para o resolver!

  2. Não percebo nem entendo tanto “barrulho”. Não foram os políticos com leis dúbias que mantiveram o sistema de impunidade? O enriquecimento ilícito como ficou? Penas para a corrupção nunca inferior a 10 anos e o enriquecimento ilícito nunca inferior a 5 anos, sem possibilidade de pena suspensa, pq senão continuamos a ser um país de bananas (os políticos).

  3. Venho propor que o dia 9 de Abril, seja proclamado o dia da Impunidade nacional!
    Sr. PR, isto não é a justiça a funcionar, é a justiça a emperrar, a justiça a premiar o crime de colarinho branco, a isentá-lo de cauções e a proporcionar aos prevaricadores chorudas indemnizações pagas por quem foi roubado. Chamem-lhe o que quiserem, mas isto não é justiça!!! Isto é brincar com quem paga impostos!

  4. Não admira o clamor do povo, foi chamado pelo MP para o Big brother. È claro que com tantas horas de manipulação esperavam mais! Eu não conheço o Sr. Juiz, mas algo me dis que é pessoa confiável ao contrário dos outros. Nunca o vi o ‘MM. Juiz’ nas televisões a “vender” informação, a fazer passerele em publico ao contrário de outros que desfilam constantemente pela necessidade dos aplausos e de fazer passar a mensagem.

  5. Finalmente ouvi Rui Rio falar justo e acertado, embora de nada valha, pois, o país está contaminado de mafiosos que tudo dominam.

RESPONDER

Deputado do Bloco acusado de violência doméstica avança com queixa em tribunal

Catarina Alves, ex-namorada do deputado Luís Monteiro, acusa-o de violência doméstica. O bloquista nega as acusações e diz que vai apresentar queixa no tribunal. Luís Monteiro vai apresentar queixa contra a ex-namorada que o acusou de …

Gestão do Novo Banco vai receber bónus de 3,9 milhões em 2022

A equipa de administração do Novo Banco tem à sua espera um bónus de 3,9 milhões de euros no próximo ano. O banco registou prejuízos de 1.329 milhões de euros no ano passado. O Novo Banco …

Ainda não há planos para vacinar voluntários com AstraZeneca e Johnson & Johnson (nem dados sobre combinação de vacinas)

A vacinação de voluntários com menos de 60 ou 50 anos que aceitem receber as vacinas da AstraZeneca ou da Johnson & Johnson ainda não tem planos ou datas para arrancar. A Comissão de vacinação …

Celebrar ou cancelar Napoleão? 200.º aniversário da morte do imperador desperta debate em França

No 200.º aniversário da morte de Napoleão Bonaparte, o presidente francês Emmanuel Macron optou por fazer o que os seus antecessores evitaram. Ao escolher colocar uma coroa de flores esta quarta-feira no túmulo de Napoleão sob …

Costa começa a namorar a esquerda. Negociações do Orçamento arrancam em julho

O Governo está a preparar-se para arrancar com as reuniões preliminares de negociação do Orçamento do Estado para 2022. O Público avança, esta quinta-feira, que os encontros formais vão ser realizados com os partidos de esquerda …

O orgulho, os milhões da Champions e (talvez) um título estão em jogo neste Clássico

O FC Porto não desiste da corrida pelo título, mas o segundo lugar é a principal luta deste Clássico. A posição dá acesso direto à Liga dos Campeões. Benfica e FC Porto defrontam-se hoje na Luz, …

"Crise de saúde global". Biden apoia levantamento das patentes das vacinas (e UE segue o exemplo)

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, apoiou a proposta da Organização Mundial do Comércio (OMC) para renunciar às proteções de propriedade intelectual para as vacinas contra a covid-19. "Esta é uma crise de saúde global …

-

Confrontos entre polícia e adeptos em Alvalade. PSP avança com participação ao MP

A chegada da equipa do Sporting ao estádio de Alvalade ficou marcada por confrontos entre vários adeptos e a polícia. A PSP já anunciou que vai fazer uma participação ao Ministério Público. Depois da vitória por …

Centeno pressiona Costa: 6 mil milhões de medidas temporárias devem ser revertidos

Esta quinta-feira, o governador do Banco de Portugal, Mário Centeno, avisou que "não podemos querer manter no futuro medidas que foram criadas para serem temporárias". As medidas cíclicas e temporárias adotadas no ano passado para responder …

Apoio ao aumento do salário mínimo "vale 84,5 euros por posto de trabalho"

O ministro da Economia explicou que o apoio ao aumento do salário mínimo, que só vai acontecer em 2021 e que custará cerca de 60 milhões de euros ao Estado, corresponde a 84,5 euros por …