Rio confiante de que a vitória definitiva não lhe escapa (e recusa desafio de Montenegro)

José Coelho / Lusa

Por um voto se ganhar, por um voto se perde. Rui Rio sentiu a velha máxima na pele, ao não vencer as diretas do partido à primeira volta por uma unha negra.

Rui Rio ficou a 0,56% da maioria absoluta nas eleições diretas do PSD deste sábado. Ainda assim, está confiante de que o destino lhe reserva um resultado mais feliz no dia 18.

Para o líder social-democrata, “basta bater a meia-dúzia de portas” para conquistar o voto dos militantes, e basta também “que alguns dos militantes de Miguel Pinto Luz [que teve 9,3% dos votos] não votem no próximo sábado”. Aliás, foi em tom de graça que, no discurso de sábado à noite, Rio disse perdoar Pinto Luz por o obrigar a ir à segunda volta.

Na mesma declaração, elencou três prioridades para o próximo mandato. Segundo o Público, estas passam por ganhar mais câmaras em 2021, abrir o PSD à sociedade civil e fazer uma oposição construtiva.

Rio defendeu ainda “que os partidos políticos têm que oferecer mais do que oferecem“, advertindo que o “PSD não é uma agência de distribuição de lugares”. “Nos partidos as pessoas devem zangar-se por ideias, e não por lugares”, acrescentou, avisando que os militantes que o apoiaram há dois anos e que agora não estiveram do seu lado foi “por causa do seu lugar ou do lugar do seu amigo”.

O líder do PSD não considera que esta vitória teve um sabor a derrota. Em vez disso, diz estar confiante na sua reeleição, declarando que a “união faz-se mais rapidamente em torno do mais forte do que mais fraco”.

Em relação ao desafio lançado por Luís Montenegro para um frente-a-frente televisivo durante a semana que agora se inicia, Rio recusou, sublinhando que o debate entre os três candidatos no âmbito destas diretas “não foi prestigiante para o PSD”.

Votos da Madeira não mudariam nada

O Conselho de Jurisdição Nacional do PSD não contabilizou os votos da Madeira, por estarem em desconformidade com o caderno eleitoral, mas realçou que os dados divulgados não alterariam o desfecho das eleições.

Esta posição foi transmitida aos jornalistas pelo presidente do Conselho de Jurisdição Nacional do PSD, Nunes Liberato, depois de anunciar que Rui Rio foi o mais votado.

Questionado sobre os votos da Madeira, o presidente do Conselho de Jurisdição Nacional do PSD respondeu que “não foram contabilizados”, porque “existe uma desconformidade entre os votos apurados na Madeira e o caderno eleitoral preparado nos termos do regulamento”.

No entanto, realçou que os resultados divulgados pelo PSD regional não alterariam o desfecho destas eleições: “Com os dados que foram apurados na Madeira não seria possível ao candidato Rui Rio atingir os 50%, nem seria possível que a ordem dos dois candidatos que vão à segunda volta fosse outra”.

Nunes Liberato remeteu uma decisão sobre o ato eleitoral na Madeira para o “momento próprio”, salientando que “o Conselho de Jurisdição é um órgão colegial”.

Interrogado se os militantes da Madeira poderão na segunda volta, marcada para o próximo sábado, o presidente do Conselho de Jurisdição Nacional do PSD disse que “os que estão previstos no caderno eleitoral, com certeza“.

“Existe um caderno eleitoral preparado nos termos do regulamento da eleição para presidente da Comissão Política Nacional do PSD e os dados hoje apurados não correspondem aos dados que derivam do caderno eleitoral preparados nos termos do regulamento, ponto final”, reiterou.

Estavam em condições de votar nas diretas de sábado para eleger o presidente do PSD e os delegados ao 38.º Congresso do partido, no conjunto do território nacional, cerca de 40 mil militantes com quotas em dia nos termos de um novo regulamento em que os pagamentos por multibanco são feitos segundo uma referência individual.

Anteriormente, a referência era o número de filiado antecedido de zeros, e nas eleições diretas de há dois anos o universo de inscritos foi de 70.692, mas acabaram por votar apenas 42.655, cerca de 60% do total.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal regista mais 11 mortes e 780 casos de covid-19

Portugal registou, esta terça-feira, 780 novos casos e 11 mortes na sequência da infeção por covid-19, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde, Portugal …

Pandemia já matou quase tantos norte-americanos como a gripe espanhola

A covid-19 já matou quase tantos norte-americanos, no último ano e meio, como a gripe espanhola, entre 1918 e 1919, de acordo com dados esta terça-feira divulgados pela Universidade Johns Hopkins. Embora o aumento das novas …

Crónica ZAP - Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: A sexta, a bonança e um festival de juventude

O pleno das águias, o regresso do campeão às vitórias e um dragão jovem com chama alta. As frases e os números da semana. Visto da Linha de Fundo. A prática de Darwin SL Benfica 3 …

Autoeuropa retoma hoje produção após paragem face à crise dos semicondutores

Falta de semicondutores tem sido uma constante, apesar da melhora da situação pandémica, face ao atraso dos países asiáticos no que concerne à vacinação, o que obriga à paragem das fábricas responsáveis pelo fabrico das …

Os smartphones avariam mal acaba a garantia? Portugal e a UE estão a lutar contra a obsolescência programada

As empresas criam os telemóveis para avariarem pouco depois de acabar a garantia - mas a União Europeia e várias associações estão a lutar contra o desperdício e a tentar proteger os direitos do consumidor. É …

Lava do vulcão de La Palma está a escorrer em direção ao mar aumentando o risco de gases tóxicos

O vulcão Cumbre Vieja na ilha de La Palma, nas Canárias, que entrou em erupção no domingo, tem uma nova boca eruptiva, o que obrigou a evacuar mais habitações, informaram as autoridades. De acordo como Plano …

Adesão ao IVAucher quase duplicou no último mês - mas restauração quer mais medidas

No último mês, quase duplicou o número de contribuintes que se inscreveu no programa que permitirá rebater os descontos acumulados no âmbito da iniciativa IVAucher. De acordo com o Jornal de Notícias, a 23 de agosto, …

Tribunal Europeu dos Direitos Humanos culpa Rússia pelo assassinato de Alexander Litvinenko

Decisão remonta ao incidente de novembro de 2006, que ocorreu num hotel londrino, seis anos após o dissidente político se ter mudado para o Reino Unido, precisamente para fugir às ameaças do regime de Vladimir …

"Tratam-nos assim por causa da cor da nossa pele". Polícias nos EUA filmados a chicotear migrantes

Fotos e vídeos mostram polícias na fronteira a carregar contra migrantes e a usar objectos semelhantes a chicotes. A Casa Branca já condenou a situação e promete que vai investigar o sucedido. Pareciam imagens do tempo …

Benfica: a principal ameaça na Liga dos Campeões será Darwin

Pelo menos é a visão catalã. Benfica é o próximo adversário do Barcelona. Mais um jogo, mais uma vitória. O Benfica só sabe ganhar no campeonato português, para já, e na noite passada venceu em casa …