Rio 2016: Portugal vence Honduras e lidera grupo no futebol

Orestis Panagiotou / EPA

Gonçalo Paciência celebra o 1-2 da selecção nacional frente às Honduras

Gonçalo Paciência celebra o 1-2 da selecção nacional frente às Honduras

Portugal deu um passo de ‘gigante’ rumo aos quartos de final do torneio de futebol dos Jogos Olímpicos Rio2016, que pode assegurar nas próximas horas, ao vencer as Honduras por 2-1, com reviravolta.

A formação comandada por Rui Jorge entrou a perder, por culpa de um golo de Alberth Elis logo aos 31 segundos, mas já chegou ao intervalo na frente, com golos de Tobias Figueiredo (21 minutos) e Gonçalo Paciência (36), que já havia faturado face à Argentina (2-0).

Com dois triunfos e seis pontos, Portugal qualifica-se quarta-feira, na última ronda do Grupo D, com um empate face à Argélia, mas pode qualificar-se já hoje, bastando que os africanos não vençam os ‘albi-celestes’.

Face aos hondurenhos, que haviam batido a Argélia na estreia (3-2), a seleção lusa não sentiu facilidades, mas foi superior e teve mais oportunidades, sendo que até podia ter acabado o encontro mais descansada.

Para o embate com os argelinos, em Belo Horizonte, Rui Jorge não vai poder contar com Tobias Figueiredo e Sérgio Oliveira, que repetiram os amarelos da estreia, mas, em princípio, o encontro já nada decidirá em termos de apuramento.

A formação das ‘quinas’ entrou com o mesmo ‘onze’ do encontro com a Argentina: Bruno Varela, Fernando Fonseca, Edgar Iê, Tobias Figueiredo e Ricardo Esgaio, um meio-campo com Tomás Podstawski, André Martins, Sérgio Oliveira e Bruno Fernandes, este nas costas dos avançados Salvador Agra e Gonçalo Paciência.

Os hondurenhos, em ‘5-2-3’, começaram, praticamente, a ganhar: Romell Quioto arrancou pela esquerda e cruzou para o segundo poste, onde apareceu, acrobaticamente, Alberth Elis a bater Varela, com apenas 31 segundos disputados.

A seleção lusa não demorou, porém, a reagir, assumindo o comando do encontro, para chegar à igualdade aos 21 minutos, por Tobias Figueiredo, num cabeceamento colocado, à entrada da pequena área, depois de centro de Sérgio Oliveira.

Depois de chegar ao empate, Portugal tornou-se ainda mais perigoso e passou para a frente do marcador aos 36 minutos, com Gonçalo Paciência, tranquilo, a bater Luis Lopez, isolado, involuntariamente, por um remate falhado de Bruno Fernandes.

Até ao intervalo, Quioto teve, aos 38 minutos, uma grande ocasiões para restabelecer a igualdade, enquanto Portugal também podia ter chegado ao terceiro, nomeadamente por Salvador Agra, muito perdulário na primeira parte.

A equipa lusa entrou determinada a chegar ao terceiro golo no início da segunda parte e quase o conseguiu, nomeadamente numa tripla ocasião, aos 55 minutos, em que Lopez parou os ‘tiros’ consecutivos de André Martins, Salvador Agra e Gonçalo Paciência.

Com o passar dos minutos, Rui Jorge foi refrescando a equipa, lançando Carlos Mané (59 minutos), Pité (70) e Francisco Ramos (74), três jogadores que tiveram várias oportunidades para ‘acabar’ com o jogo.

Portugal não conseguiu, no entanto, o tento da tranquilidade e ainda passou por alguns sustos, em remates perigosos de Lozano (69 e 86 minutos) e Vargas (88).

Futebol 365

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

China criou um sistema para rastrear doenças infecciosas. Falhou (e já se sabe porquê)

Em 2002, o vírus SARS saiu da província chinesa de Cantão e propagou-se por 37 países, provocando 774 mortos e mais de oito mil infetados. Para que não voltasse a acontecer, o país criou um …

Ministro holandês faz mea culpa. "Não fomos suficientemente empáticos" com o sul da Europa

O ministro das Finanças holandês reconheceu que foi infeliz nas posições que assumiu sobre a resposta económica à pandemia de covid-19, assumindo que mostrou pouca “empatia” com os países do sul da Europa. Em declarações à …

Estados Unidos admitem possibilidade de novo surto no outono

O diretor do Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos disse haver a possibilidade de o país enfrentar um novo surto depois do verão, mas lembrou que nessa altura "várias coisas vão …

Mortes em Portugal estão a aumentar desde o início do mês (sem contar com a Covid-19)

Já morreram mais pessoas em Portugal, neste ano, do que em igual período do ano passado, com especial destaque para o  mês de Março, onde a taxa de mortalidade aumentou, mesmo sem contar com as vítimas de …

PCP quer reabrir camas e decretar preços máximos nos combustíveis para enfrentar pandemia

O PCP apresentou um pacote extenso de propostas para fazer face aos impactos do surto de covid-19. Entre elas está a reabertura do Hospital Militar. O PCP apresentou um conjunto de medidas para fazer face ao …

Houseparty nega pirataria e oferece recompensa milionária a quem provar "campanha difamatória"

A aplicação favorita de quem está em quarentena está sob acusação de piratear contas de outras apps. A Houseparty nega e oferece uma recompensa de 1 milhão de dólares a quem provar a "campanha de …

"Agricultura não pára". Há trabalho no campo para os trabalhadores em lay-off

Com a época das colheitas à porta e a falta de braços no campo, a Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) vai propor ao Governo a criação de plataformas de emprego temporário para permitir aos …

Covid-19. Cerimónias fúnebres proibidas em Espanha

As cerimónias fúnebres foram hoje proibidas em Espanha, o segundo país mais afetado pela covid-19 no mundo, e os funerais não podem ter mais do que três pessoas presentes, para impedir a propagação da pandemia …

Falta de meios dificulta marcação de testes à Covid-19

Os utentes do Norte referenciados pelas autoridades de saúde para fazerem o teste à Covid-19 estão a ter grandes dificuldades na marcação nos laboratórios recomendados, devido ao disparo na procura e ao facto de a …

"Impõe-se manter as medidas de contenção", diz Marcelo

O Presidente da República afirmou esta terça-feira que se impõe manter as medidas de contenção que vigoram em Portugal, referindo que essa foi uma opinião unânime na segunda reunião técnica sobre a situação da covid-19 …