Ricardo Salgado queria afastar juíza por ser sobrinha de Ana Gomes

José Sena Goulão / Lusa

Ricardo Salgado

Um dos julgamentos que Salgado enfrenta é no Tribunal da Concorrência, Regulação e Supervisão (TCRS) de Santarém por causa de coimas que lhe foram aplicadas pelo Banco de Portugal. O ex-banqueiro tentou atrasar o julgamento ao interpor um incidente de recusa da juíza titular do caso, Mariana Gomes Machado, para o Tribunal da Relação.

O pedido de Salgado tinha como base dois argumentos: o primeiro, o facto de Mariana Gomes Machado ser sobrinha da ex-eurodeputada Ana Gomes e de esta ter proferido por várias vezes opiniões contrárias a Salgado. A segunda, que a juíza, em conjunto com as restantes juízas do TCRS, tinha feito declarações ao Expresso sobre as condições precárias do tribunal onde trabalham e que poderiam levar à prescrição de processos.

No entanto, o juiz conselheiro Carlos Melo Marinho não concorda com os argumentos da defesa de Salgado e diz que as suas alegações são graves e “manifestamente desprovidas de sentido e razoabilidade”.

Refere ainda que dá ideia que este incidente de recusa, apresentado a 72 horas do início do julgamento, teve como objetivo “evitar o início da audiência de julgamento no momento devido” dado tratar-se de um processo “de grande urgência”.

O juiz não aceitou a tese de que as declarações de Ana Gomes pudessem pôr em causa a imparcialidade de Mariana Machado, já que “ninguém pode ser punido pelo que diz ou faz um seu familiar”.

Por sua vez, Salgado defendia-se ainda dizendo que, não sendo as críticas atribuíveis à juíza, era público que era sobrinha de Ana Gomes e isso contaminaria o processo.

Carlos Marinho recusou e disse que parece haver uma “tese peregrina” de que “um juiz não pode ter como familiar uma personalidade pública que expresse as suas opiniões”.

Por outro lado, há dois meses, o Expresso escreveu sobre as condições do TCRS e as três juízas, incluindo Mariana Machado, falavam da falta de salas que poderia pôr alguns processos em risco de prescrição.

A defesa de Salgado usou este artigo do Expresso, argumentando que as declarações da juíza “suscitam o risco de suspeita de conduta”.

A Relação ironiza com esta questão uma vez que, no entender do juiz conselheiro, também Salgado deveria manifestar-se pelo risco de prescrição para provar a sua inocência.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

DGS recomenda vacinação de jovens dos 12 aos 15 anos com comorbilidades

A diretora-geral da Saúde anunciou, esta sexta-feira, que a DGS só recomenda, para já, a vacinação contra a covid-19 de jovens dos 12 aos 15 anos com comorbilidades. Numa conferência de imprensa realizada esta sexta-feira, Graça …

Onda de calor e seca podem agravar crise alimentar na Coreia do Norte

No início do verão, o líder norte-coreano Kim Jong Un descreveu a situação alimentar do país como "tensa", após o encerramento da fronteira causado pela pandemia e cheias devastadoras. No meio da estação, um ciclo …

Juiz negacionista chama "pedófilo" a Ferro Rodrigues. CSM admite novo processo disciplinar

O Presidente da Assembleia da República já reagiu ao vídeo do juiz negacionista em que este lhe chama "pedófilo", tendo alertado o Conselho Superior da Magistratura (CSM), que também já disse que os "novos factos …

Barragem do Pisão fica pronta em 2026 (e "demonstra bem o que pretende ser o PRR")

As obras de construção da barragem do Pisão, no concelho de Crato, distrito de Portalegre, cujo contrato de financiamento foi assinado esta sexta-feira, vão arrancar até 2023 para o empreendimento entrar em "pleno funcionamento" em …

Gonçalves Pereira diz que não é recandidato por "opção exclusiva da direção"

O vereador do CDS-PP na Câmara de Lisboa afirmou, esta sexta-feira, que não é recandidato nas próximas autárquicas por opção exclusiva da atual direção do partido, que foi contra os órgãos distritais e concelhios. "Este ano, …

Fraude de quatro milhões com IVA na alimentação. MP acusa 29 arguidos

Uma rede de empresas responsável por simular transações de produtos alimentares isentas de IVA foi desmantelada pelas autoridades e 29 arguidos foram acusados pelo Ministério Público (MP), devido a um esquema que permitiu obter reembolsos …

Nove anos de prisão para primeiro condenado ao abrigo da lei da segurança nacional em Hong Kong

O primeiro residente de Hong Kong condenado no âmbito da nova lei de segurança nacional foi sentenciado a nove anos de prisão, esta sexta-feira, por terrorismo e incitação à secessão. Os três juízes, escolhidos pela chefe …

Novo Banco e Apollo entregam propostas pelo EuroBic

O Novo Banco e o fundo Apollo apresentaram propostas para as posições de Isabel dos Santos e de Fernando Teles no EuroBic, enquanto o fundo J.C. Flowers e o Abanca estão a negociar com os …

Israel vai administrar terceira dose da vacina em maiores de 60 anos

Israel vai avançar com a inoculação de uma terceira dose da vacina contra a covid-19 em pessoas com mais de 60 anos, anunciou, esta quinta-feira, o primeiro-ministro israelita, numa declaração transmitida na televisão. Confrontado nas últimas …

Autoridades chinesas e Talibãs estreitam laços enquanto EUA deixam o Afeganistão

O ministro dos Negócios Estrangeiros chinês, Wang Yi, se reuniu na quarta-feira com líderes dos Talibãs na cidade de Tianjin, no norte da China, um sinal do estreitamento dos laços entre Pequim e o grupo …