Ricardo Cunha foi morto em Londres há 10 anos. Polícia inglesa e família pagam por informações

STR / EPA

O 10.º aniversário do homicídio de um jovem português em Londres foi esta sexta-feira marcado com um apelo da polícia e família e a oferta de uma recompensa de 32 mil euros por informação que ajude a encontrar os responsáveis.

Ricardo Cunha tinha 23 anos quando, em 11 de setembro de 2010, um sábado à noite, ouviu bater à porta por volta das 23h20 enquanto via televisão com a namorada no apartamento onde vivia, em West Norwood, sul de Londres. Ao assomar-se à janela para ver quem era, foi alvejado na cabeça, resultando na morte imediata.

Ao longo destes dez anos, a Polícia Metropolitana de Londres reforçou a teoria de que Ricardo Cunha terá sido vítima de um equívoco, e que não era ele o alvo do crime.

Em 2011, publicou a imagem de um revólver Webley Mark Six de 1924, que pode ter sido a arma do crime, a qual foi disparada durante um incidente três dias após o homicídio de Ricardo Cunha não muito longe, no bairro de Brixton.

Ninguém ficou ferido durante o incidente e a arma foi encontrada no dia seguinte, mas a polícia desconfia que este elemento possa ajudar a encontrar os autores do crime.

“Eu sei que alguém sabe quem alvejou este inocente na sua própria casa. Com o passar do tempo as afiliações podem mudar e eu apelo diretamente àquelas pessoas que, por algum motivo, não se apresentaram na época, que aproveitem esta oportunidade para nos fornecer as informações agora. Qualquer informação fornecida, por menor que seja, será tratada com a maior confidencialidade”, prometeu o sargento detetive sargento Matt Flynn.

Empregado de limpeza de janelas, Ricardo Cunha era um entusiasta praticante de futebol e estava a assistir naquela noite ao programa com os resumos dos jogos da jornada da Primeira Liga britânica. A possibilidade de estar ligado a atividade criminosa foi afastada, o que faz a polícia desconfiar que o homicídio terá resultado de um erro de identidade, pelo que emitiu vários apelos a informação, incluindo na televisão BBC.

A recompensa por informação foi aumentada entretanto para 30 mil libras, cerca de 32 mil euros.

Num comunicado emitido esta sexta-feira pela polícia, a mãe de Ricardo, Maria Cunha lamentou que, ao fim de dez anos, continue sem saber por quem ou porque foi o filho morto “com tanta crueldade”. “Nada vai trazer o nosso Ricardo de volta para nós, mas eu quero que quem fez isso com o meu filho pague pelo que fez”, disse, recordando “um jovem adorável, sempre pronto para ajudar qualquer pessoa, sempre disponível para a família e os seus amigos”.

“Dez anos passaram-se, mas ainda não há um dia que não chore por não ter o nosso Rick aqui connosco”, confiou.

  // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Entre "bomba atómica" e "cozinhado" de última hora, Marcelo recebeu Rangel (para irritação de Rio)

O Presidente da República recebeu Paulo Rangel numa altura em que tenta ainda "cozinhar" um entendimento de última hora para aprovação do Orçamento de Estado para 2022, de modo a evitar a "bomba atómica" da …

Sarabia (2E) do Sporting disputa a bola com Ricielli (2D) do Famalicão durante jogo da Taça da Liga

Sporting 2-1 Famalicão | Leões roubaram a bola e não deram hipóteses

O Sporting venceu o Famalicão 2-1, em jogo do grupo B da Taça da Liga, no qual, apesar da diferença mínima, não deu hipóteses ao adversário e controlou-o desde o primeiro ao último minuto. Finalmente Rúben …

Cidade australiana está a dar terrenos de graça para atrair novos moradores

Uma cidade em Queensland, na Austrália, está a doar terrenos numa tentativa de aumentar a sua população de apenas 800 pessoas. Em declarações ao site news.com.au, as autoridades da cidade australiana de Quilpie explicaram que estão …

Princesa Mako e o marido Komuro Kei

Entre escândalos na imprensa e stress pós-traumático, nada deteve o amor da Princesa Mako pelo plebeu Kei Komuro

A monarca japonesa vai abandonar a vida real e viver nos EUA com o marido, um advogado plebeu que conheceu em 2012 na Universidade. A imprensa tem escrutinado a vida de Komuro Kei, que consideram …

Depressão: o relato de Vanessa Fernandes

Escrava do seu sucesso, a vencedora de uma medalha nos Jogos Olímpicos confessa que teria ficado destruída, caso não tivesse pedido ajuda. A ideia era sempre "ganhar e ser a melhor" mas, nos bastidores, Vanessa Fernandes …

Squid Game. Coreia do Norte ataca Coreia do Sul com base no novo sucesso da Netflix

A série "Squid Game", que é a mais vista de sempre na Netflix, tornou-se tão popular que nem a Coreia do Norte ficou indiferente — mas por maus motivos. Enquanto a série sul-coreana tem conquistado espectadores …

O jogador do Santa Clara, Chindris, festeja um golo contra o FC Porto

Santa Clara 3-1 FC Porto | Eficácia atira dragões para fora da Taça da Liga

O Santa Clara recebeu e venceu hoje o FC Porto por 3-1, atirando os portistas para fora da Taça da Liga, num jogo em que a eficácia açoriana fez a diferença. Os golos do triunfo açoriano …

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque

Albuquerque mostrou-se disponível para negociar o OE, mas Rio diz que "a Madeira não está à venda"

O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, manifestou hoje disponibilidade para conversar com o Governo sobre o OE, mas Rui Rio garantiu que os deputados madeirenses não vão contrariar o partido. “Se for para …

Golpe de Estado no Sudão. Confrontos nas ruas causam sete mortos e 140 feridos

Milhares de sudaneses têm saído às ruas para protestarem a tomada do poder pelos militares. A comunidade internacional tem sido unânime na condenação ao golpe de Estado. Na sequência do golpe de Estado de segunda-feira, os …

Amnistia Internacional pede que EUA retirem acusações a Assange e a Londres que evite extraditá-lo

A Amnistia Internacional (AI) pediu aos Estados Unidos que retirem as acusações contra o fundador da Wikileaks, Julian Assange, e ao Reino Unido que evite extraditá-lo, pedido feito hoje antes do início, quarta-feira, de nova …