“Rey del Mercado”. Jornal argentino destaca lucros do Benfica na última década

Fernando Veludo / Lusa

“Rey del Mercado”. É assim que o jornal argentino “Olé” retrata o Benfica e os seus lucros de mais de 600 milhões de euros na última década. O diário põe também no “pódio” FC Porto (314 milhões) e o Ajax (259 milhões).

Depois de analisar as compras e vendas de jogadores de vários clubes de futebol, o Olé concluiu que nenhum outro emblema lucrou tanto como o Benfica.

“É o clube mais rentável do mundo: compra por pouco e vende por muitos. Nos últimos dez anos teve mais de 600 milhões de euros em lucros”, pode ler-se.

Só nesta época, e de acordo com dados do Transfermarkt, o clube da Luz encaixou 188,5 milhões de euros. A saída milionária de João Félix, que rumou ao Atlético de Madrid por 126 milhões de euros, alavancou estes números, escreve o Olé.

Destaque ainda para a saída de Jimenez (38 milhões), Carrillo (9,5 milhões), Salvio (7 milhões) e Jovic (7 milhões).

No mercado, o Benfica gastou cerca de 43,75 milhões de euros, sendo Raúl de Tomás foi o reforço mais caro (20 milhões de euros). Somam-se ainda as compras de Carlos Vinícius (17 milhões), Chiquinho (3,75 milhões) e Cádiz (3 milhões).

Feitas as contas, o Benfica lucrou 144,75 milhões de euros. De acordo com o diário argentino, a Luz apresenta saldo positivo há dez anos consecutivos. Desde 2010/2011, são 618 milhões de euros em lucros, o que faz do Benfica líder nesta matéria.

https://twitter.com/DiarioOle/status/1169218052585611264?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1169218052585611264&ref_url=https%3A%2F%2Fdesporto.sapo.pt%2Fassets%2Fstatic%2Ftwitter_embed.html%3Furl%3Dhttps%3A%2F%2Ftwitter.com%2FDiarioOle%2Fstatus%2F1169218052585611264

FC Porto é segundo nesta corrida

Também os dragões são destacados na publicação do Olé, que considera o FC Porto o segundo clube mais rentável do mundo na última década com 314 milhões de euros de lucro. Segue-se o Ajax com 259 milhões de euros no terceiro lugar do pódio.

O Sporting, por sua vez, somou 125 milhões de euros em lucros no mesmo período.

Se os três grandes portugueses lideram em lucros na última época, comparando compras e vendas, os grandes europeus têm traçado um percurso inverso, tal como frisa o portal Sapo Desporto. “Manchester City (-1.069 milhões), PSG (-817 milhões) e Barcelona (-562 milhões) são os clubes mais gastadores da última década, numa lista onde se incluem o Manchester United (- 834 milhões), Real Madrid (- 397 milhões)”, escreve o jornal online.

Aposta na formação e as próximas “pérolas”

A aposta a formação e também a procura de jogadores jovens no estrangeiro que não são valorizados e saem depois por grandes quantias são dois dos fatores que o jornal Olé aponta como parte do sucesso financeiro do Benfica.

O Seixal tem rendido bastante ao Benfica destacando-se os nomes de Nélson Semedo, Bernardo Silva, André Gomes, João Cancelo. No que respeita aos jovens jogadores, o jornal internacional aponta os nomes de Oblak, David Luiz, Witsel, Di María, Gaitán, Matic, Rodrigo, Lindelöf e Ederson.

O futuro poderá continuar promissor para o Benfica, segundo o mesmo matutino, que aponta ainda Rúben Dias, Florentino e Gedson Fernandes como possíveis jogadores que podem vir a engordar os cofres da Luz no futuro.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

O nosso cabelo sabe o que comemos, onde moramos e quanto custou o corte

Milímetro a milímetro, o cabelo constrói um registo da nossa dieta. Como os fios de cabelo são construídos a partir de aminoácidos, preservam os traços químicos da proteína da comida que ingerimos. Os fios de cabelo …

Não foram meteoros. Uma forte atividade vulcânica arrefeceu a Terra há 13 mil anos

Porque é que a Terra arrefeceu repentinamente há 13 mil anos? Sedimentos antigos encontrados numa caverna no Texas, nos Estados Unidos, parecem ter resolvido este grande mistério. Alguns cientistas acreditam que o fenómeno que arrefeceu repentinamente …

Novo método prevê erupções solares com algumas horas de antecedência

Um novo método capaz de prever explosões solares poderia ajudar a Humanidade a preparar-se contra possíveis desastres causados por este fenómeno explosivo da nossa estrela. As erupções solares são explosões que ocorrem na superfície do Sol …

Mulan a preço premium estreia na Disney+ em setembro

A adaptação live-action de Mulan tem nova data de estreia. O anúncio foi feito pela Disney nesta terça-feira (4). O filme chega à plataforma de streaming Disney+ no dia 4 de setembro, estando disponível em …

Belgas trocam as voltas à pandemia e passam férias nas árvores

Enquanto uns passam o verão em casa, outros atrevem-se a ter uma experiência diferente. Alguns belgas estão a passar as noites de verão pendurados em árvores, em tendas em forma de lágrima. A pandemia de covid-19 …

Máscara inteligente traduz até oito línguas (mas não protege do coronavírus)

Esta máscara inteligente, criada por uma empresa japonesa, consegue traduzir o discurso do seu utilizador em várias línguas (mas, por si só, não o protege do novo coronavírus). Quando a pandemia de covid-19 transformou as máscaras …

Empresa fica com excedente de 40 mil quilos de frutos secos devido à covid-19

A GNS Foods, a empresa que nos últimos 30 anos forneceu os frutos secos à American Airlines, ficou com um excedente de 40 mil quilos por causa de restrições impostas devido à covid-19. Servir frutos secos …

Astronautas da NASA fizeram partidas por telefone para "matar" tempo durante o regresso à Terra

Os astronautas da NASA Bob Behnken e Doug Hurley fizeram algumas partidas por telefone durante o regresso à Terra a bordo cápsula Dragon, da empresa SpaceX de Elon Musk, num voo que foi duplamente histórico. …

Em plena pandemia, há um venezuelano que assegura os funerais no Peru

Ronald Marín é a última esperança para os habitantes de Comas, em Lima. O venezuelano é o único que realiza funerais católicos num cemitério longe do centro da capital, em plena pandemia. Vestido com uma túnica …

Covid-19 pôs mais de um milhão de portugueses em teletrabalho no 2.º trimestre

Um milhão de pessoas esteve em teletrabalho no segundo trimestre, sobretudo devido à covid-19, o equivalente a 23,1% da população empregada, enquanto mais de 600 mil não trabalharam nem no emprego nem em casa. De acordo …