Revelados documentos que desmascaram o “segredo mais sujo do desporto”

ciamabue / Flickr

Mariya Savinova celebra a sua Medalha de Ouro no 800m nos Jogos Olímpicos de 2012 em Londres. Não está na lista dos atletas suspeitos.

Mariya Savinova celebra a sua Medalha de Ouro no 800m nos Jogos Olímpicos de 2012 em Londres. Não está na lista dos atletas suspeitos.

A Agência Mundial Antidoping disse estar “muito alarmada” com a divulgação de documentos que revelam que mais de 800 atletas (um sétimo do total) testados entre 2001 e 2012 tiveram resultados de exames de sangue “altamente sugestivos de doping ou pelo menos muito anormais”.

De acordo com dados divulgados pela TV alemã ADR e pelo jornal britânico The Sunday Times, entre 2001 e 2012, um terço das medalhas olímpicas e de campeonatos mundiais (146, incluindo 55 de ouro) em provas de resistência foram obtidas por atletas cujos testes apontam para o possível consumo de substâncias ilegais.

Entre os atletas que tiveram testes suspeitos, encontram-se dez vencedores de medalhas de ouro nos Jogos Olímpicos de Londres.

Em algumas provas, todos os atletas que subiram ao pódio estão na lista suspeita.

A ADR e o Sunday tiveram acesso a resultados de 12 mil exames de sangue de 5 mil atletas. Destes, mais de 800 tiveram resultados suspeitos.

Segundo o jornal, as evidências revelam “uma dimensão extraordinária” de fraudes de atletas nos maiores eventos desportivos do mundo.

Segundo o Sunday Times, “as autoridades falharam em retirar a maioria das medalhas” destes suspeitos.

Não foram divulgados os nomes de todos os atletas que tiveram resultados suspeitos, mas segundo a BBC, o jamaicano Usain Bolt, uma das maiores estrelas do desporto, não se encontra na lista de suspeitos.

Rússia e Quénia sob suspeita

Segundo os documentos divulgados, a Rússia é o país com mais atletas com resultados suspeitos.

80% das medalhas russas terão sido ganhas por atletas que se encontram na lista.

Também o Quénia tem 18 medalhas ganhas por atletas sob suspeita.

O ministro russo dos Desportos, Vitaly Mutko, relacionou as acusações de doping com a luta pelo poder no seio da Federação Internacional de Atletismo, IAAF.

“As eleições vão realizar-se em agosto e a luta pelo poder está no auge. Não podemos ceder ao pânico, mas continuar a trabalhar com normalidade. Atualmente, ninguém dirige verdadeiramente a IAAF. Parece um imenso bazar”, disse Mutko.

A Federação Queniana de Atletismo, por sua vez, qualificou o documentário emitido pela ARD de “calunioso”, por lançar “acusações graves não apenas sobre a utilização de doping, mas também a integridade de antigos e atuais dirigentes, sem lhes dar a oportunidade de se defenderem”.

O presidente da agência, Craig Reedie, citado pela BBC, disse que a organização que dirige está “muito perturbada com estas denúncias“.

Uma comissão independente da Agência Mundial Antidoping irá agora investigar estas denúncias.

ZAP / Lusa / BBC

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. DEIXA_ME RIRRRRRR ,que isto agora é que ta adarrr eeiiioouuuu,eles e elas teem-no e anunciam,que dão muito a quem precisa,ahahahahah so vendo com os meus olhos é que acreditarei,nestes tempos atuais,que dizem que dizem,e que fazem que fazem,pois pois,ver para crER como SÃO TOMÈ,…..
    MAMMAMIAAAA …..

    a.g.p.

RESPONDER

Em pânico, os norte-americanos estão a comprar pintainhos para lidar com a pandemia

Todo o mundo está a ser afetado pela pandemia de covid-19, tendo os norte-americanos, inicialmente, corrido aos supermercados para comprar o máximo de papel higiénico possível. Porém, agora, o produto é outro. De acordo com o …

20 anos depois, aldeias no Peru ainda sofrem com derrame de mercúrio

Em junho de 2000, um camião derramou mercúrio, da mina de ouro Yanacocha, a maior da América Latina, em três aldeias do Peru. 20 anos depois, os moradores ainda sofrem as consequências deste acidente. Quando Francisca …

Caso BPP. Ex-banqueiro João Rendeiro acusado de nova burla

O Ministério Público (MP) acusou o ex-presidente e fundador do BPP, João Rendeiro, de mais um crime de burla qualificada no caso BPP, segundo avança o Correio da Manhã. A acusação relaciona-se, de acordo com o …

EUA "confiscam" na Tailândia 200 mil máscaras que iam para a Alemanha

A polícia de Berlim, na Alemanha, encomendou 200 mil máscaras cirúrgicas a uma empresa americana. Porém, foram "confiscadas" em Banguecoque, na Tailândia, e desviadas para os Estados Unidos. O ministro do Interior de Berlim considerou o …

Valência chega a acordo com Diogo Leite. Saída do FC Porto estará quase consumada

O Valência tem 20 milhões de euros para oferecer ao FC Porto em troca do defesa-central Diogo Leite, com quem já terá chegado a acordo. De acordo com o jornal desportivo A Bola, Diogo Leite já …

Jornais espanhóis fazem boicote às "conferências-farsas" do Governo

Os jornais espanhóis, como o Libertad Digital, o El Mundo, o ABC e o Vozpópuli, estão a boicotar as conferências de imprensa do governo de Espanha, acusando-o de filtrar as perguntas dos meios de comunicação. Tudo começou …

Número diário de óbitos desce em Espanha. Mais um campo de refugiados grego em quarentena

Em Espanha, o número diário de óbitos por infeção de covid-19 tem mantido uma tendência de subida. Já na Alemanha, há menos casos, mas mais mortes. Espanha continua a manter a tendência de descida do número …

Trump diz que o pior está para vir (mas admite aliviar restrições para ir à missa na Páscoa)

Este sábado, o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, admitiu que o pior ainda está para vir e que ainda “vai haver muitas mortes". Depois, disse que está a pensar aliviar as restrições para permitir …

Covid-19. Mais 754 casos de infeção e 29 mortes em Portugal

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Deral da Saúde (DGS) este domingo, há 11.278 infetados por covid-19 em Portugal e 295 óbitos. O número de infetados por covid-19 subiu, este domingo, para um total …

Inspetores do SEF suspeitos de assassinar ucraniano foram identificados em carta anónima

Os três inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) suspeitos de assassinar um ucraniano no aeroporto de Lisboa foram identificados numa carta anónima enviada à Polícia Judiciária (PJ). De acordo com o semanário Expresso, a …