As novas “repúblicas” de Lisboa são para trabalhadores com 40 anos

Com o aumento dos preços das casas em Lisboa, a necessidade de dividir despesas cresce também. Por isso, a divisão de casas entre trabalhadores com mais de 30 anos está a aumentar.

Dividir a renda surge como a única solução viável para se viver na capital, devido ao aumento dos preços no centro de Lisboa. E se essa é uma prática recorrente entre jovens estudantes, o número de adultos trabalhadores com idades acima dos 30 que se vê obrigado a recorrer a essa prática está também a aumentar.

José Carvão tem 41 anos, é professor de geografia e divide casa “com três pessoas, mas não são professores”. À Renascença, o docente confessa que “uma casa sozinho é muito mais cara e nós, professores, não temos quaisquer ajudas de custo”.

“Neste momento, já efetivei, mas ganho exatamente o mesmo. Ao partilhar casa, as despesas são divididas e para alguma eventualidade está lá alguém que nos possa auxiliar. Há partilhas que correm melhor do que outras, nem todos somos iguais”, ressalva.

Na mesma situação que o geógrafo, está o assessor de imprensa de 31 anos, Duarte Borges. Há cinco anos que saiu de casa dos pais para dividir um apartamento com um amigo. Mas não é só o apartamento que se vê obrigado a dividir: “Temos de dividir tudo: as rotinas, os feitios, horários. O espaço não é só nosso e partilhá-lo com outra pessoa implica também que essa pessoa entre no nosso mundo, na nossa intimidade e no nosso tempo de descanso”.

No caso do gestor de redes sociais de 29 anos, que preferiu ficar anónimo, a divisão do espaço com uma amiga está a correr bem, até porque “os horários não interferem muito”.

“É complicado alugar sozinho um apartamento em Lisboa, os preços estão elevadíssimos. A nossa dinâmica é boa, mas eu achava que com esta idade já teria a minha casa… se calhar daqui a uns tempos gostaria viver sozinho”, admite.

O presidente da Associação Lisbonense de Proprietários, Menezes Leitão, acredita que esta situação se está a tornar muito frequente no centro de Lisboa devido à escassez de imóveis.

“Há uns anos havia muitos proprietários que nos procuravam para ajudar a colocar as casas no mercado de arrendamento. Neste momento, já não nos procuram para esse efeito. Notamos que há um grande receio dos proprietários em arrendar. Isso leva a que, devido à escassez de oferta, as rendas aumentem de preço e é o que está a acontecer”, refere.

Já o presidente da Associação de Inquilinos Lisbonenses, António Machado, aponta a especulação imobiliária como causa para as rendas que obrigam muita gente a partilhar casa já em idade adulta.

Aumentando a especulação e os preços, cada vez as pessoas têm mais dificuldade em suportar sozinhas os custos de habitação e, portanto, a partilha de habitação é uma solução possível – como noutras épocas, em que chamavam hospedagem, agora chama-se partilha de casa, mas é uma situação idêntica”, diz.

“Estou a falar de gente empregada e que tem algum rendimento. Se o rendimento médio nacional é da ordem dos 800 euros, se as rendas andam por mil, naturalmente não é suportável só por um. E até por dois é difícil”, sublinha.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. A população está a envelhecer e tudo está a ser realizado mais tardiamente. As mulheres têm filhos mais tarde, os filhos saem mais tarde de casa, os jovens trabalhadores efetivam mais tarde, têm casa própria mais tarde, as pessoas reformam-se mais tarde, vivem até mais tarde,…
    No entanto, agora podemos mudar de sexo mais cedo, logo aos 16, e podemos levar os cães a jantar fora. Este é um governo que resolve efetivamente os nossos problemas.
    Parabéns Costa & Cia

  2. E o anterior? O que é que resolveu? E antes desse?…Até pode recuar aos ultimos 40 anos e vai constatar que todos são iguais nas promessas…e na forma como as cumprem! Por isso deixe de culpar só o PS e Companhia pelas desgraças. Se não que mudar de sexo ou levar o cão a jantar fora esteja à vontade 😉 Não tenha ilusões quanto à capacidade dos nossos governantes em nos ajudarem. O interesse partidários, os compadrios, lobbys e afins são infelizmente superiores ao bem estar dos cidadãos.

RESPONDER

Problemas de direitos humanos persistem em Portugal apesar dos progressos

O mais recente relatório da Amnistia Internacional sobre direitos humanos indica que em Portugal “ainda persistem” desigualdades no acesso a habitação condigna, e diferentes formas de discriminação de pessoas e comunidades mais vulneráveis. O documento divulgado …

Theresa May adia votação do Brexit

A primeira-ministra britânica, Theresa May, confirmou, esta segunda-feira à tarde, perante o parlamento britânico, que será adiada a votação do acordo do Brexit agendada para esta terça-feira, dia 11. A decisão da primeira-ministra britânica procura evitar …

"Lobisomem da Sibéria". Maior assassino em série da Rússia era polícia e matou 78 mulheres

Um ex-polícia russo, já condenado a prisão perpétua pela morte de 22 mulheres, foi sentenciado esta segunda-feira na Sibéria por mais 56 homicídios, o que o torna no maior assassino em série da história recente …

Mais de 20 comboios vão ser suprimidos no Natal e Ano Novo

Mais de duas dezenas de ligações ferroviárias, entre Intercidades e Alfa-Pendulares, serão suprimidas nos dias 24, 25 e 31 de dezembro e 1 de janeiro de 2019, à semelhança de anos anteriores, devido à fraca …

Catalães devem seguir a via eslovena e estar "dispostos a tudo" para alcançar independência

Quim Torra disse este sábado que os catalães devem seguir o exemplo do processo de independência da Eslovénia e estar "dispostos a tudo". O presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, disse este sábado que …

"Injustiça fiscal." Governo rejeita alterar IRS para salários de anos anteriores

O Governo recusou aceitar uma recomendação da Provedora de Justiça que pedia ao Executivo para atualizar o regime de IRS para rendimentos relativos a anos anteriores. No início de outubro, a Provedora da Justiça escreveu a …

Oito anos depois, pensionistas recebem subsídio de Natal por inteiro

Oito anos depois, os pensionistas recebem esta segunda-feira o subsídio de Natal por inteiro, sem cortes e no mês de dezembro. A maioria dos pensionistas da Segurança Social começa esta segunda-feira a receber a pensão de …

Carlos Ghosn, ex-presidente da Renault-Nissan, acusado por ocultar rendimentos

O Ministério Público japonês acusou oficialmente o ex-presidente da Nissan de ocultar rendimentos da empresa durante um período de cinco anos. De acordo com a agência Kyodo e o canal público NHK, o Ministério Público responsabiliza …

Casa onde Sócrates vive "pagou" salinas em Angola

O apartamento de luxo onde José Sócrates está a residir na Ericeira foi uma "dação em pagamento" de um empresário angolano ao primo do ex-primeiro-ministro, José Paulo Pinto de Sousa, que é suspeito de ser …

Caso Galpgate. Três ex-secretários de Estado não vão a julgamento

Os três secretários de Estado que se demitiram no ano passado na sequência do caso dos convites para assistirem a jogos de futebol do Euro 2016 em França não vão a julgamento. Os ex-governantes e outros …