República Centro-Africana pode tornar-se “uma nova Bósnia”

A República Centro-Africana pode tornar-se “ uma nova Bósnia”, em que comunidades inteiras são massacradas por outras confissões diferentes, face ao olhar impotente da comunidade internacional, advertiu esta sexta-feira o Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR).

“O caso da República Centro Africana faz-me lembrar o livro ‘Crónica de uma Morte Anunciada’, em que nós sabemos o que vai acontecer antes de acontecer”, disse aos jornalistas o diretor de proteção internacional do ACNUR, Volker Turk, que regressou recentemente de Bangui, capital do país africano.

“Há 23 anos que trabalho no ACNUR e vi poucas situações tão complicadas e urgentes como as da República Centro-Africana. Infelizmente, lembra-me o que aconteceu na Bósnia”, afirmou Volker Turk.

O responsável apontou como exemplo de eventual indiferença da comunidade internacional a fraca resposta ao apelo humanitário lançado pela ONU, que até ao momento recebeu somente 22% dos cerca de 500 milhões de euros que solicitou para assistência à população daquele Estado.

Anteriormente, o diretor da organização de defesa dos direitos humanos Human Rights Watch para África, Daniel Bekele, alertou para o “grave perigo” que a população da República Centro-Africana vive e que a comunidade internacional “tem sido incapaz de a proteger”.

Cristãos contra muçulmanos

Em março de 2013, a República Centro-Africana mergulhou no caos desde que a coligação Séléka, de maioria muçulmana, derrubou o Governo do país maioritariamente cristão e presidido por François Bozizé, desencadeando uma espiral de violência sectária, com um balanço de milhares de mortos.

O funcionário da agência das Nações Unidas explicou que as comunidades islâmicas centro-africanas, por exemplo, são constantemente ameaçadas e, por isso, vivem numa espécie de reclusão para evitar ataques das milícias anti-balaka (“anti-machete”, na língua local), maioritariamente cristãos.

Desde o último sábado, grupos de milícias anti-balaka e outros militantes vestidos com o uniforme do exército nacional mataram pelo menos oito muçulmanos em Bangui.

“Os muçulmanos temem ser massacrados e prevalece o medo”, disse Volker Turk, que descreveu a situação como sendo “absolutamente desesperante”, pelo que a comunidade internacional deve “agir antes que a tragédia aconteça”.

No início do mês, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, recomendou o envio de 11.820 capacetes azuis para restaurar a ordem e segurança na República Centro-Africana, onde também estão presentes forças de manutenção de paz da França e do exército da União Africana.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Eis o primeiro enxame de (pequenos) buracos negros num aglomerado globular

Uma equipa de cientistas, que esperava encontrar um buraco negro de massa intermédia no coração do aglomerado globular NGC 6397, encontrou, em vez disso, evidências de uma concentração de buracos negros mais pequenos. Por vezes, na ciência, …

Ruth, a "humana digital" da Nestlé ensina como fazer as bolachas perfeitas

Graças à Inteligência Artificial, nasceu Ruth, um "humano digital" da Nestlé que interage connosco e nos ajuda a fazer as melhores bolachas com pepitas de chocolate. A internet é o maior livro de receitas a que …

“Ditador egoísta e despótico”. Margaret Tatcher comparou Saddam Hussein a Hitler após ataque ao Kuwait

Documentos do início da Guerra do Golfo revelam que a antiga primeira-ministra britânica Margaret Thatcher comparou Saddam Hussein a Adolf Hitler após a invasão do Kuwait pelo ditador iraquiano. De acordo com os documentos anteriormente confidenciais …

Cientistas criam "televisão" ultravioleta para animais (que nos vai ajudar a entendê-los melhor)

Uma equipa de cientistas da Universidade de Queensland, na Austrália, desenvolveu uma "televisão" ultravioleta para ajudar os especialistas a entender melhor a forma como os animais veem o mundo. Os monitores de televisões ou computadores têm …

Watakano, a “ilha da prostituição” que teve o seu auge nos anos 80, está agora vazia

Conhecida como “ilha da prostituição”, Watakano já foi considera um pequeno paraíso sexual. No seu auge, do final dos anos 70 a meados dos anos 80, homens faziam um curta viagem de barco até ao …

Deputado norte-americano quer banir GTA 5 e outros jogos violentos. Tudo para diminuir roubos de carros

O deputado norte-americano Marcus Evans quer proibir a venda de videojogos violentos que promovam atividades criminosas, como o GTA 5, face ao aumento dos roubos de automóveis em Chicago e um pouco por todo o …

Estudante projetou um casaco que se transforma num saco-cama para os sem-abrigo. E deu-lhes um emprego

Nos Estados Unidos, há pelo menos 567.715 pessoas que vivem nas ruas. Embora há quem vire as costas a essas estas, também há quem esteja disposto a fazer tudo para ajudar os necessitados e tirá-los …

Um livro e uma reclusa-mediterrânica. Aranhas venenosas obrigam a encerramento temporário de biblioteca nos EUA

Aranhas venenosas da espécie reclusa-mediterrânica apareceram na cave de uma biblioteca na Universidade do Michigan, nos Estados Unidos. Os funcionários de uma biblioteca da Universidade do Michigan, nos Estados Unidos, foram obrigados a encerrar temporariamente o …

Bolsonaro diz que máscaras causam "efeitos colaterais"

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, disse que as máscaras causam "efeitos colaterais" e citou um alegado estudo alemão, sem acrescentar mais detalhes. O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, causou polémica esta quinta-feira ao dizer que as …

Pilotos aprovam acordo de emergência na TAP

O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) aprovou esta sexta-feira o acordo de emergência na TAP, adiantaram vários pilotos à Lusa. O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) aprovou o acordo de emergência na …