Produção de renováveis foi superior ao consumo de eletricidade pela primeira vez

Gustavo Gargioni/ Especial Palácio Piratini

A produção de eletricidade a partir de fontes renováveis excedeu o consumo de energia elétrica em Portugal continental no mês de março, algo “inédito nos últimos 40 anos”.

Dados da REN – Redes Energéticas Nacionais indicam que a eletricidade de origem renovável – sobretudo hídrica e eólica – produzida no mês de março foi de 4.812 Gigawtt hora (GWh), ultrapassando o consumo de Portugal Continental, que foi de 4.647 GWh.

Desta forma, a produção renovável correspondeu a 103,6% da procura, “algo inédito pelo menos nos últimos 40 anos“. Segundo o Observador, o anterior máximo tinha-se verificado em fevereiro de 2014, com 99,2%.

“Estes dados, além de assinalarem um marco histórico do setor elétrico português, demonstram a viabilidade técnica, a segurança e a fiabilidade do sistema elétrico nacional, com muita eletricidade renovável”, referem a Associação Portuguesa de Energias Renováveis e a Zero num comunicado, divulgado esta segunda-feira.

Ainda assim, isto não significa que a procura no Continente tenha sido totalmente abastecida por energias renováveis.

“Houve alguns períodos em que centrais térmicas fósseis e/ou a importação foram chamadas a completar o abastecimento das necessidades elétricas em Portugal, facto que foi plenamente contrabalançado por períodos de muito maior produção renovável”, lê-se.

O mês de março foi o grande impulsionador destes resultados, pelo facto de ter sido um dos meses mais chuvosos dos últimos anos, que permitiu ultrapassar a situação de seca meteorológica em todo o território.

De acordo com o comunicado das associações, em termos de recursos energéticos, o principal destaque vai para a energia hídrica e eólica: a hídrica foi responsável por fornecer 55% das necessidades de consumo, enquanto o contributo da eólica foi de 42%.

No último mês, as associações destacam um período de 70 horas, com início no dia 9, em que o consumo foi totalmente assegurado por fontes renováveis, seguindo-se um outro período de 69 horas com início a 12 de março.

A produção mensal das renováveis permitiu evitar a emissão de 1,8 milhões de toneladas de CO2, poupando-se 21 milhões de euros na aquisição de licenças de emissão de poluentes.

Além disso, destaca-se a obtenção de um elevado saldo exportador que foi de 19% do consumo elétrico de Portugal Continental (878 GWh) e um preço médio diário (no mercado grossista entre produtores e comercializadores), de 39,75 euros por MWh (abaixo dos 43,94 euros por MWh do mesmo período do ano passado).

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Há enfermeiros sem treino a trabalhar nos cuidados intensivos

A presidente do Sindicato de Todos os Enfermeiros Unidos (SITEU), Gorete Pimentel, denuncia que há enfermeiros sem treino a trabalhar em unidades de cuidados intensivos. "São necessários três a quatro meses para que um enfermeiro seja …

Ronaldo vai tornar-se o primeiro bilionário no mundo do futebol

Cristiano Ronaldo vai faturar cerca de 90 milhões de euros este ano. Isto faz com que o futebolista português atinja os mil milhões de euros em receitas durante a sua carreira. Embora Cristiano Ronaldo tenha sido …

Tribunais adiaram mais 50 mil diligências num mês

A pandemia de covid-19 obrigou os tribunais portugueses a adiar 2.445 diligências e a anular outras 28.957, escreve o jornal Público. Ao todo, foram desmarcadas 51.402 diligências, frisa o matutino na sua edição desta segunda-feira, …

311 mortes e uma subida de 4% nos casos confirmados em Portugal. Recuperados quase duplicaram

O número de mortes em Portugal relacionadas com a Covid-19 ultrapassou a barreira das 300, situando-se nas 311 vítimas, mais 16 do que no domingo. O número de recuperados também cresceu para 140. Os casos …

"Uma vergonha para o país". Morte de ucraniano leva a "mudanças profundas" no funcionamento do SEF

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, disse esta segunda-feira que vai haver “mudanças profundas no modelo de funcionamento do Centro de Instalação Temporária do SEF no aeroporto de Lisboa, na sequência do caso da …

City abre processo a Kyle Walker por festa com prostitutas durante quarentena

Kyle Walker, futebolista do Manchester City, viu o clube instaurar-lhe um processo disciplinar, depois de este ter, alegadamente, quebrado a obrigação de confinamento devido à COVID-19 numa festa com prostituas. “Os futebolistas são modelos a seguir …

"Digam aos accionistas que não há nada para ninguém". Marcelo apela à Banca (ou deixa que o Governo suspenda os lucros)

O Presidente da República reúne-se, nesta segunda-feira, com os cinco maiores bancos a actuar em Portugal para apelar à sua "sensatez" para agilizarem os empréstimos às empresas e às famílias depois de terem recebido milhões …

FC Porto à caça em Famalicão por Uros Racic

O FC Porto está atento à possível contratação de Uros Racic. O jogador tem-se destacado ao serviço do Famalicão e pode mudar-se para o Dragão a um preço acessível. Até à interrupção das competições, o Famalicão …

Itália com menor número diário de mortes em 15 dias. Nos EUA, a crise compara-se ao 11 de setembro

No dia em que Itália registou o menor número de óbitos por covid-19 em duas semanas, os Estados Unidos registaram 1.200 mortos. O cirurgião geral do país compara a crise a Pearl Harbor e ao 11 …

Substituição de Carlos Costa em contra-relógio. E já há nomes para "render" Centeno

O jornal Público escreve esta segunda-feira que a substituição de Carlos Costa no Banco de Portugal (BdP) está a ser feita em "contra-relógio", uma vez que seu mandato como governador termina dentro de dois meses …