Rendas acessíveis. Governo garante T1 a 301 euros, T2 a 387 euros e T3 a 458 euros

O Governo esclarece que os valores noticiados nos últimos dias como rendas do novo Programa de Arrendamento Acessível são apenas tetos máximos para as casas de maior qualidade e nas zonas mais caras do país.

Numa nota agora enviada às redações, e citada pela TSF, a Secretaria de Estado da Habitação diz que os valores que têm gerado críticas serão atingidos, apenas, em “casos pontuais”.

O Executivo aproveita e dá aquelas que serão as rendas mais comuns neste novo programa destinado à classe média, tendo em conta “o valor mediano das rendas à escala nacional (4,8 euros/m2) e características mais típicas do mercado de arrendamento português”.

Ou seja, “um apartamento de dimensão média, cozinha equipada, não mobilado, com elevador, sem estacionamento e com um grau de conservação satisfatório” terá rendas máximas muito mais baixas do que tem sido avançado com base na tabela dos preços máximos para as melhores casas: “301 euros para um T1, 387 euros para um T2 e 458 euros para um T3″.

“Os valores médios do programa estão muito longe do que circulou nos meios de comunicação social”, garante a Secretaria de Estado, que nestas contas junta todos os concelhos do país, não distinguindo entre pequenas e grandes cidades, concelhos do Interior ou do Litoral.

A mesma nota explica que “o valor de renda admitido pelo Programa de Arrendamento Acessível tem de ser, pelo menos, 20% abaixo do Valor de Referência de Arrendamento para cada habitação em concreto”, valor “apurado com base na área, qualidade, localização dos imóveis e na mediana por m2 de preços de arrendamento divulgada pelo Instituto Nacional de Estatística”: “Cada habitação terá o seu valor de renda acessível” e “não há uma renda tabelada por concelho“.

O Governo sublinha que além do Programa de Arrendamento Acessível para rendimentos intermédios há um outro programa estatal (o 1º Direito) destinado às famílias de rendimentos mais baixos, esse sim com rendas mais baixas.

// ZAP

PARTILHAR

RESPONDER

Jovens que acusaram Harry de “traição da raça” condenados com pena de prisão

O caso remonta a dezembro de 2018, quando surgiram as primeiras notícias de uma investigação da BBC que envolvia a família real britânica. Um grupo neonazi era responsável por uma propaganda online onde sugeriam que o …

UEFA confirma três jogos de suspensão para Neymar

A UEFA anunciou, esta quarta-feira, que rejeitou o recurso do Paris Saint-Germain e manteve os três jogos de suspensão a Neymar, na sequência de insultos aos árbitros na partida com o Manchester United, da Liga …

Transportes estão cada vez mais cheios. Carris vai comprar 100 novos autocarros

A Carris vai lançar dois concursos para a aquisição de 100 novos autocarros, 70 dos quais a gás natural e 30 elétricos, anunciou o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina. Falando na apresentação da …

Apenas 59% dos habitantes da Europa ocidental confiam na vacinação. França é o país com mais dúvidas

Na Europa oriental, apenas metade da população olha para as vacinas como uma forma segura de prevenção de saúde. No caso da zona ocidental, o número sobe para os 59%, mas fica ainda distante dos …

César Peixoto é o novo treinador da Académica

O antigo futebolista é o novo treinador da Académica, sucedendo a João Alves no comando técnico dos estudantes, anunciou o clube que integra a II Liga portuguesa. César Peixoto vai ser apresentado às 17h00, em conferência …

Tribunal diz que ausência de resistência de vítima de violação é "desejo de sobreviver"

Quando as vítimas não resistem, revelam "o desejo de sobreviver a uma situação cujo controlo não detêm", adotando um comportamento de preservação, diz o Tribunal da Relação de Lisboa. O Tribunal da Relação de Lisboa considerou …

Draghi abre a porta a cortes nas taxas de juro

Mario Draghi afirmou esta terça-feira que se o objetivo de ficar abaixo dos 2% de inflação estiver ameaçado, "estímulos adicionais serão necessários". O presidente do BCE admitiu mesmo uma descida das taxas. O presidente do BCE, Mario …

SNS dá “sinais de cansaço” e tem sistema “que não é amigo do cidadão”

A Convenção Nacional da Saúde concluiu esta terça-feira que o SNS “dá sinais de cansaço” e avisa que os portugueses “não podem ter listas de espera de anos” por consultas ou cirurgias, nem ter “enormes …

Violência doméstica: sobe para 16 o número de mulheres mortas em 2019

O número de mulheres mortas desde o início do ano em contexto de violência doméstica subiu para 16, segundo a contabilidade feita pelo Público com base nas notícias publicadas sobre o assunto. O número exclui …

Costa garante que Miguel nunca pediu ajuda ao Governo. Mas assegurou todo o "apoio diplomático e consular"

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou que o Governo nunca foi contactado por Miguel Duarte, jovem que está a ser investigado em Itália por suspeita de ajuda à imigração ilegal, mas assegurou todo o "apoio diplomático …