Relvas está de volta para desafiar Passos Coelho

PSD / Flickr

Miguel Relvas, ex-ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares

“Está na hora”, eis o aviso que Miguel Relvas lança a Passos Coelho, defendendo que este é o momento de debater as primárias no PSD, logo depois das eleições autárquicas.

“Debater ideias interessantes não é ser contra ninguém”, refere Miguel Relvas, ex-ministro-adjunto de Passos Coelho em declarações ao semanário Expresso, defendendo a realização de um debate alargado sobre as primárias, logo depois das autárquicas e antes do congresso do PSD, que se vai realizar em Março de 2018.

“Está na hora do meu partido, que nunca foi um partido instalado, nem com dirigentes dependentes da vida política para viver, encarar este debate sobre as primeiras”, realça o ex-número dois de Passos, que tem estado afastado da vida política, desde que se demitiu do Governo, em 2013, no âmbito do escândalo da sua licenciatura na Universidade Lusófona.

“Entre Outubro e Março temos seis meses para fazer um debate em todo o país com a participação dos militantes, com a vantagem até de compensar eventuais situações menos agradáveis nas autárquicas”, acrescenta Relvas.

O ex-ministro parece estar a colocar-se ao lado de uma eventual candidatura de Luís Montenegro, actual líder parlamentar do PSD, à liderança do partido, caso Passos não se recandidate.

“O Dr. Luís Montenegro é incontestavelmente um dos rostos do futuro do PSD“, disse Relvas durante um almoço do International Club of Portugal em que o líder parlamentar social-democrata foi orador convidado, no passado dia 20 de Abril.

Passos diz que “ainda há muita austeridade disfarçada”

Entretanto, Passos Coelho continua a lançar farpas ao Governo, considerando que a alternativa que este reivindica é falsa e que “ainda há muita austeridade disfarçada”, mesmo sem “a pressão da troika e dos mercados”.

Num artigo publicado na newsletter do PSD, intitulado “A Falsa Alternativa”, Passos Coelho garante que “se a estratégia defendida pelo Governo anterior tivesse prosseguido, a recuperação económica e do emprego seria sensivelmente mais forte, porque mais forte seria também a recuperação do investimento”.

O presidente do PSD contesta também os números do executivo de António Costa relativamente ao emprego, indicando que “a população empregada cresceu cerca de 176 mil entre 2014 e 2016, mas destes quase 120 mil referem-se a 2014 e 2015”.

“O mesmo com o desemprego: a população desempregada reduziu-se em cerca de 282 mil no mesmo período, mas só entre 2014 e 2015 reduziu-se quase em 209 mil”, salienta.

Para Passos Coelho, “os socialistas trouxeram, assim, um ano em que, em vez de acelerar a recuperação económica, atrasaram-na”.

“E, em vez de colherem bons frutos pela estratégia que seguiram, beneficiam sobretudo da herança económica que receberam do Governo anterior”, conclui.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

15 COMENTÁRIOS

  1. Tal e qual: “à procura de mama!”.
    Quando se é um incompetente inútil que não sabe como trabalhar para ganhar o sustento… só pode ir a correr para a “mama” mais fácil e disponível, que infelizmente em Portugal é pertencer a um partido político, e se possível no governo.

  2. Ah?
    Mas, estes parasitas querem mesmo acabar com o PSD?!
    O vice do PSD (Marco António Costa) é um mafioso com um currículo impressionante, se o juntarmos com o Relvas (que também tem um cornículo recheado), o PSD fica cada vez mais parecido com uma associação mafiosa…
    O que diria o Sá Carneiro…

  3. Afinal o lugar dos mentirosos e embusteiros sem vergonha é mesmo na politica.
    A decência e a verdade são valores cada vez mais esquecidos no universo politico, infelizmente para nós contribuintes forçados e amestrados.

RESPONDER

Adesão ao IVAucher quase duplicou no último mês - mas restauração quer mais medidas

No último mês, quase duplicou o número de contribuintes que se inscreveu no programa que permitirá rebater os descontos acumulados no âmbito da iniciativa IVAucher. De acordo com o Jornal de Notícias, a 23 de agosto, …

Tribunal Europeu dos Direitos Humanos culpa Rússia pelo assassinato de Alexander Litvinenko

Decisão remonta ao incidente de novembro de 2006, que ocorreu num hotel londrino, seis anos após o dissidente político se ter mudado para o Reino Unido, precisamente para fugir às ameaças do regime de Vladimir …

"Tratam-nos assim por causa da cor da nossa pele". Polícias nos EUA filmados a chicotear migrantes

Fotos e vídeos mostram polícias na fronteira a carregar contra migrantes e a usar objectos semelhantes a chicotes. A Casa Branca já condenou a situação e promete que vai investigar o sucedido. Pareciam imagens do tempo …

Benfica: a principal ameaça na Liga dos Campeões será Darwin

Pelo menos é a visão catalã. Benfica é o próximo adversário do Barcelona. Mais um jogo, mais uma vitória. O Benfica só sabe ganhar no campeonato português, para já, e na noite passada venceu em casa …

Estado vai financiar formação de funcionários públicos em universidades e politécnicos

Verbas destinadas ao projeto provêm do Orçamento do Estado e do Plano de Recuperação e Resiliência — cerca de 600 milhões. O Estado vai financiar, inteira ou parcialmente, as formações profissionais dos profissionais públicos, através do …

Sevilha rescinde com jogador por má forma física

O Sevilha anunciou a rescisão de contrato com o defesa-central Joris Gnagnon por falta de profissionalismo relativamente à sua forma física. De acordo com o jornal A Bola, o Sevilha rescindiu contrato com o defesa-central francês …

"O nosso Governo está pronto". Trudeau volta a ganhar as eleições - mas sem maioria absoluta

O líder do Partido Liberal do Canadá (LP) Justin Trudeau disse hoje, depois de ganhar as eleições gerais do país, que os eleitores canadianos escolheram "um plano progressivo" e que está pronto para formar um …

Travar margens nos combustíveis pode acabar por prejudicar os consumidores (e até fechar bombas)

A proposta de lei do Governo aprovada, na semana passada, para a limitação das margens das petrolíferas nos preços dos combustíveis pode acabar por travar a concorrência e até levar ao encerramento de bombas de …

"Nunca se pode tirar Messi" (mas há um gesto que pode explicar a sua substituição)

A substituição de Messi, e a forma como reagiu, no jogo entre o Paris Saint-Germain e o Lyon da Liga francesa, continua a dar que falar. E agora avança-se a possibilidade de o craque argentino …

Médicos querem que norma de isolamento tenha em conta a atual taxa de vacinação

Com o regresso às aulas, médicos de saúde pública defendem a revisão da norma referente ao isolamento de contactos de risco, para que esta tenha em consideração a elevada taxa de vacinação. O ano letivo arrancou …