As religiões podem antecipar a ciência e trazer “múltiplos ensinamentos” sobre o sono

A religião, encarada como “uma emanação de hábitos e culturas dos povos e da sua adaptação ao ambiente onde vivem”, pode trazer “múltiplos ensinamentos” sobre o sono, “antecipando por milhares de anos a ciência moderna”, considera o presidente da Associação Portuguesa do Sono, Joaquim Moita.

Nos livros das religiões proféticas – Cristianismo, Judaísmo e Islamismo -, “a importância do sono está profusamente representada”, referiu, num comunicado sobre o encontro “Dormir bem, envelhecer melhor”, promovido pela Associação Portuguesa do Sono (APS) e o Centro de Neurociências e Biologia Celular da Universidade de Coimbra (CNC-UC).

O evento, que decorre na sexta-feira, no Auditório do Conservatório de Música de Coimbra, visa sinalizar o Dia Mundial do Sono, engloba um diálogo entre cientistas e representantes das três religiões acima identificadas, no qual será debatida a forma como a Tora, a Bíblia e o Alcorão sublinham a importância de dormir.

“A medicina do sono é uma área do conhecimento com cerca de 50 anos. Hoje, é uma especialidade médica com desenvolvimentos brilhantes, que se estendem da identificação dos mecanismos celulares que regulam os ritmos biológicos – como a alternância entre noite e o dia – até à aplicação de novas técnicas diagnósticas e terapêutica, que permitem controlar a generalidades das doenças do sono que são extremamente frequentes”, referiu.

Segundo o presidente, embora o sono seja “um pilar estruturante de uma vida saudável” e terem sido “estabelecidas regras da vida quotidiana para atingir um sono repousante e eficaz”, ainda “não há um reconhecimento social suficientemente lato da sua importância”, apesar da “curiosidade e interesse terem aumentado nos últimos anos”.

A necessidade de dormir em condições de segurança para assegurar um dia ativo, continuou, “emerge como preceito nas três religiões”, com todas a darem “importância ao ritmo do sono e vigília, à obscuridade e à luz, à harmonia com a natureza e os outros seres vivos. O conceito de que a noite precede o dia é claro”.

De acordo com Joaquim Moita, antes da neurofisiologia atual, foram identificadas diferentes fases do sono – o adormecimento, o sono profundo e o sono dos sonhos – e estabelecidas normas ao longo dos séculos, como o decúbito lateral (dormir em posição lateral), que, sabe-se hoje, diminui os sintomas das perturbações respiratórias e cardíacas.

“A sesta está patente em textos sagrados. Não apenas a sesta curta de 20-30 minutos como forma de melhorar as capacidades cognitivas, mas também períodos mais prolongados de sono diurno. Sabemos que o sono está associado ao arrefecimento corporal, o que pode constituir uma estratégia da adaptação às temperaturas elevadas das regiões de onde as religiões são provenientes”, indicou ainda o presidente da instituição.

Estas são algumas das ideias que serão exploradas durante o debate, onde estarão, além de Joaquim Moita, o líder da comunidade muçulmana, Sheik David Munir, um crente e estudioso de teologia católica, Isaías Hipólito, um crente hebraico e antigo presidente da Câmara Municipal de Castelo de Vide, Carolino Tapadejo e a cientista Cláudia Cavadas.

O Sheik David Munir

No encontro será também debatida a importância de um sono com qualidade, em múltiplas dimensões: a higiene do sono das crianças e adolescentes – que originou um concurso de desenho nacional -, a síndrome da apneia do sono, a importância de um bom sono para um bom envelhecimento e as recomendações para todas as idades para um sono saudável.

Através da sinalização do Dia Mundial do Sono – organizado pela World Sleep Society -, as instituições portuguesas pretendem mostrar que “o bem estar físico, mental e social é melhor se dormir bem, não importa a idade”, sendo este um dos “pilares da saúde”, a que se juntam “a estabilidade emocional, alimentação adequada e a prática de exercício físico”.

Com entrada livre, o evento tem início às 14:30 e contará com diversas atividades. Na sessão de abertura vão ser entregues os prémios do concurso “Dormir bem, envelhecer melhor”, que a Associação Portuguesa de Sono promoveu, numa parceria com o CNC, junto dos alunos das escolas de todo o país.

Às 15:00 e Às 16:30 ocorrem dois debates, sobre o sono ao longo da vida e sobre a religião e o sono. Entre uma e outra, às 16:00, a companhia Marionet / Laboratório do Desconhecimento apresenta a performance “A máquina dos sonhos”, inspirada na Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono.

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Barco navega em forma de coração para agradecer aos habitantes da Nova Escócia

A escuna Bluenose II navegou de forma bastante original no último dia da temporada de 2020. A rota seguida criou a forma de um coração no porto de Lunenburg, na Nova Escócia. De acordo com o …

França bate recorde com 13.498 novos casos. Espanha não vai confinar

A França registou este sábado um recorde diário de casos de covid-19, com 13.498 novos infetados nas últimas 24 horas, anunciou a Agência Nacional de Saúde, acrescentando que, no mesmo período, morreram mais 26 pessoas. No …

Diogo Jota no Liverpool

O Liverpool oficializou hoje a contratação do futebolista internacional Diogo Jota, de 23 anos, num contrato “de longa duração”, sem especificar a duração. A imprensa inglesa tem adiantado que o jogador vai assinar por cinco épocas, …

Companhia aérea australiana oferece voos de 7 horas (para lugar nenhum)

A companhia aérea australiana Qantas anunciou recentemente planos para um voo panorâmico de sete horas que fará um loop gigante em Queensland e Gold Coast, New South Wales e os remotos centros do interior do …

Barack Obama vai publicar um livro de memórias (mas só depois da eleições de novembro)

O livro de memórias do antigo Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, só vai ser publicado depois das eleições presidenciais de novembro. Uma enxurrada de livros políticos chegou às prateleiras nas últimas semanas, no final da …

Confrontos em Londres entre polícia e opositores das restrições devido à pandemia

A polícia de Londres, Inglaterra, entrou hoje em confronto com manifestantes que protestavam contra as restrições que visam conter a disseminação do novo coronavírus. De acordo com a agência Associated Press (AP), os confrontos ocorreram quando …

Milhares infetados por bactéria após fuga em fábrica farmacêutica chinesa

Milhares de pessoas no noroeste da China contraíram uma doença bacteriana depois de uma fuga que causou um surto numa biofarmacêutica no ano passado. De acordo com a CNN, que cita relatos dos media locais, mais …

Guardas da Revolução do Irão prometem vingar morte do general Soleimani

O chefe dos Guardas da Revolução, o exército ideológico do Irão, garantiu hoje que a morte do general Qassem Soleimani, alvo de um raide aéreo dos Estados Unidos, será vingada em “todos os seus implicados”. “Senhor …

"O mundo está no momento mais perigoso da história humana", diz Noam Chomsky

O professor norte-americano Noam Chomsky, conhecido como o pai da linguística moderna, advertiu que o mundo está no momento mais perigoso da história da humanidade devido à crise climática, à ameaça de guerra nuclear e …

Portugal com 849 novas infecções por covid-19. Há 20.722 casos activos

Portugal registou 849 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, mantendo-se a tendência de subida verificada nos dias anteriores. Mas o número de pacientes recuperados também não era tão alto desde Julho. O boletim da …