Relatórios oficiais ilibam ex-ministro do Ambiente francês envolvido em polémica de gastos excessivos

Dois relatórios oficiais afirmaram esta terça-feira não ter encontrado irregularidades nas despesas realizadas pelo ex-ministro do Ambiente francês François de Rugy.

Tornados públicos, os dois relatórios, um elaborado pelo gabinete do primeiro-ministro francês e outro pelo Parlamento, foram pedidos depois dos media franceses terem revelado que o ex-ministro da Transição Ecológica e Solidária (a designação em França para o ministro do Ambiente) François de Rugy teria utilizado dinheiros públicos para pagar jantares de luxo, com lagosta e champanhe, a pessoas que pertenciam ao seu círculo social e ao da sua mulher Séverine de Rugy, jornalista de uma revista de celebridades.

Os jantares teriam ocorrido numa altura em que François de Rugy era presidente da Assembleia Nacional (câmara baixa do Parlamento francês), entre 2017 e 2018, segundo a imprensa francesa.

O ministro do Ambiente teria organizado uma dezena de jantares de lagosta, champanhe e vinhos provenientes das caves da Assembleia Nacional, alguns no valor de mais de 500 euros a garrafa, quando era presidente daquele órgão. Haveria também as obras de “conforto”, pagas pelos contribuintes franceses, no apartamento em Paris a que Rugy tinha direito, como ministro.

Um dos relatórios focou-se sobre os jantares realizados por De Rugy, tendo concluído que “não tinham sido encontradas irregularidades“. O documento admitiu, porém, que o caso concreto de três jantares, que apresentavam custos muito acima da média, foi encarado com alguma apreensão.

Já o relatório desenvolvido pelo gabinete do primeiro-ministro francês analisou os gastos feitos por François de Rugy, na ordem dos 63 mil euros, para remodelar a sua residência oficial. O documento concluiu que as regras foram “globalmente respeitadas”.

Poucos dias depois de ter garantido que não iria renunciar ao cargo ministerial, François de Rugy, o número “dois” do Governo francês, anunciava a sua demissão a 16 de julho, afirmando então que estava a ser vítima de um “linchamento dos media“. O Presidente francês, Emmanuel Macron, criticou a cultura da “denúncia” e adiantou que não toma decisões “com base em revelações, mas em factos, se não isto torna-se a República da delação”, afirmou.

Horas após a demissão de François de Rugy, Elisabeth Borne foi esta terça-feira nomeada para o seu lugar como ministra do Ambiente.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Consumo excessivo de álcool afeta o sistema nervoso (e aumenta a ansiedade)

Investigadores do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde concluíram que o consumo repetitivo de álcool afeta diretamente células imunes do sistema nervoso central, que eliminam parte da comunicação entre os neurónios, e provoca o …

Afinal, os tubarões-baleia macho não são os maiores peixes dos oceanos

Um novo estudo revela que, afinal, os tubarões-baleia machos não são os maiores peixes do oceano. As fêmeas crescem continuamente muito depois de os machos pararem, atingindo tamanhos maiores - ainda que demorem mais tempo …

Exército norte-americano usou fundos de emergência covid-19 para comprar armas

O exército dos Estados Unidos utilizou fundos de emergência aprovados pelo Congresso especificamente para combater a covid-19 para comprar armas, denuncia esta semana o jornal norte-americano The Washington Post. O caso remonta a março passado, …

Carpinteiros usam técnica medieval na reconstrução de Notre Dame

A reconstrução de Notre Dame - que se prevê estar concluída no prazo de cinco anos - continua a avançar e os carpinteiros usaram técnicas medievais para erguer uma estrutura na fachada do monumento. A Catedral …

Durante um ano e meio, uma aldeia inteira perdeu a Internet todos os dias à mesma hora (e já se sabe porquê)

Durante 18 meses, os residentes de uma vila no País de Gales perderam a Internet todos os dias à mesma hora. Agora, engenheiros identificaram o motivo: uma televisão em segunda mão que emitia um sinal …

Gado na UE produz 704 milhões de toneladas de CO2 (mais do que todos os transportes juntos)

De acordo com uma nova análise da Greenpeace, animais de criação como vacas, porcos e outros, estão a emitir mais gases com efeito de estufa na Europa do que todos os transportes juntos. Na última década, …

É distraído e está sempre a perder a carteira? A Cashew Smart Wallet é para si

Uma simples carteira pode vir a melhorar os seus dias. A Cashew Smart Wallet é dotada de uma tecnologia de bluetooth que permite proteger os seus bens e ainda o ajuda caso a perca por …

Desportivo das Aves SAD desiste do Campeonato de Portugal

O Desportivo das Aves SAD vai abdicar da participação no Campeonato de Portugal (CdP), após ter falhado as negociações com o Perafita para utilizar as instalações do clube de Matosinhos. "As inscrições fechavam ontem [terça-feira] e …

Celebridades doam dinheiro para pagar dívidas a ex-presos impedidos de votar nos EUA

O bilionário Michael Bloomberg, o cantor John Legend e o basquetebolista LeBron James são algumas das celebridades que estão a doar dinheiro para pagar dívidas de ex-presidiários da Florida, impedidos de votar nas próximas eleições …

No debate sobre o Plano de Recuperação, evocou-se Sócrates e Passos

O líder do PSD questionou o primeiro-ministro se pretende "fomentar o desemprego" com o aumento do salário mínimo. O chefe do Governo manifestou-se "completamente perplexo". Na abertura do debate sobre o Plano de Recuperação e Resiliência, …