Reino Unido quer travar entrada de imigrantes europeus pouco qualificados

Londres vai suspender a liberdade de circulação de cidadãos europeus após o Brexit e introduzir restrições à entrada de todos os trabalhadores da UE que não sejam altamente qualificados.

Segundo um documento publicado hoje pelo The Guardian, o projeto revela planos para tornar muito mais difícil aos trabalhadores europeus pouco qualificados estabelecer-se no Reino Unido, consagra a prioridade aos trabalhadores britânicos nas contratações e propõe que a imigração deve ser avaliada do ponto de vista não do benefício para os imigrantes, mas em que medida melhora a situação dos residentes no país.

O documento de 82 páginas do Ministério do Interior, marcado como “sensível” e datado de agosto de 2017, não está finalizado e não foi aprovado pelo Conselho de Ministros. Se vier a ser adotado, tem ainda de ser discutido no Parlamento e nas negociações com a UE, o que pode implicar alterações.

Não obstante, assinala o jornal, o documento revela pela primeira vez a posição do Governo da primeira-ministra Theresa May sobre imigração, central para muitos dos que apoiaram a saída do Reino Unido da União Europeia no referendo de 2016.

May disse hoje no Parlamento que é importante manter a imigração num nível “sustentável”, alegando que uma imigração descontrolada provoca uma redução dos salários mais baixos, mas assegurou que o Reino Unido “vai continuar a acolher os melhores e os mais inteligentes”.

O projeto prevê que os candidatos a imigrantes tenham de se registar no Ministério do Interior para obter uma autorização de residência de até dois anos. Essa autorização só pode ser prolongada, por 3 a 5 anos, para os trabalhadores altamente qualificados.

O documento defende também que a definição legal de família alargada deve ser restringida, para reduzir o número de familiares que podem juntar-se ao imigrante aos parceiros, filhos menores e familiares adultos dependentes.

Entre outras medidas, o projeto prevê que, ao chegar ao Reino Unido, os cidadãos europeus tenham de apresentar o passaporte, e não o cartão de identidade, como até agora.

O texto sugere que as novas restrições entrem em vigor assim que o Reino Unido saia formalmente da UE, o que tem sido previsto para os primeiros meses de 2019.

// Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. O RU devia era travar a saída dos britânicos pouco civilizados/educados que andam a fazer cenas um pouco por toda a Europa, principalmente nas zonas balneares!!

RESPONDER

Pfizer pode ter vacina ainda neste ano. Guterres exige que esteja “disponível e acessível” para todos

A farmacêutica Pfizer está otimista em relação à perspetiva de fornecer uma vacina contra a covid-19 ainda em 2020. O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, exigiu que esteja “disponível” e “acessível” para todos. Albert Bourla, …

Nem um carro consegue esmagar este besouro indestrutível

O diabólico besouro de ferro tem um dos mais resistentes exoesqueletos naturais. A forma como este animal consegue sobreviver pode inspirar o desenvolvimento de novos materiais com a mesma dureza. Engenheiros da Universidade da Califórnia e …

OSIRIS-REx recolheu demasiadas amostras do Bennu (e está a perder parte delas)

A NASA revelou que a sonda OSIRIS-REx conseguiu recolher uma grande amostra de partículas do asteróide Bennu - tanto material que fez com que a tampa do compartimento não fechasse corretamente. Na semana passada, a sonda …

Cientistas captam atmosfera de um extraordinário exoplaneta que não deveria existir

Uma equipa de cientistas da Universidade do Kansas, nos Estados Unidos, captou a atmosfera de um exoplaneta "que não deveria existir" ao analisar dados do telescópio TESS da agência espacial norte-americana (NASA). O planeta em causa …

Refrigerantes light causam o mesmo risco de doenças cardíacas que bebidas normais

Um novo estudo da Universidade Sorbonne, em Paris, descobriu que bebidas adoçadas artificialmente - como as light, diet e zero - podem ser tão prejudiciais para o coração quanto os refrigerantes normais. Os investigadores, que acompanharam …

“Monstro patológico”. Documento revela que Henrique VIII planeou decapitação de Ana Bolena

Uma equipa de investigadores encontrou um livro que contém instruções específicas do rei Henrique VIII que mostram que o monarca queria que a sua segunda esposa, Ana Bolena, fosse executada. Neste documento, o rei Henrique VIII …

Robô humanóide sem cabeça empilha e carrega caixas (e já está à venda)

A fabricante de robôs Agility construiu um robô humanóide bípede chamado Digit, que consegue carregar caixas e que está a ser vendido por 250 mil dólares. De acordo com o TechXplore, o robô Digit foi projetado …

Porto 2-0 Olympiacos | Chama do “dragão” trava gregos

O FC Porto venceu na noite desta terça-feira o Olympiacos por 2-0, numa partida relativa à segunda jornada do Grupo C da Liga dos Campeões, sob o olhar dos cerca de 3750 adeptos que se …

Antigos maias construíram filtros de água sofisticados (capazes de funcionar nos dias de hoje)

De acordo com uma pesquisa da Universidade de Cincinnati (UC), os antigos maias da cidade de Tikal construíram sofisticados filtros de água através do uso de materiais naturais importados. Os investigadores da UC descobriram evidências de …

Como é que as pandemias acabam? A História sugere que as doenças vêm para ficar (durante milénios)

Uma combinação de esforços de saúde pública para conter e mitigar a pandemia veio ajudar a controlá-la. No entanto, epidemiologistas acreditam que as doenças infeciosas, como é o caso da covid-19, nunca desaparecem.  Ao longo dos …