Os recordes de atletismo sucedem-se em Tóquio – e a razão pode estar na pista

Jeon Heon-Kyun / EPA

O cariz “extremamente rápido” da pista já foi destacado por vários atletas ao longo das olimpíadas de Tóquio. Tecnologia usada tem como objetivo salvaguardar a saúde dos atletas, mas também conferir-lhes um estímulo extra.

É já um fenómeno recorrente. De quatro em quatro anos – ou seja qual for o período do ciclo olímpico –, a realização de novas olimpíadas é sinónimo de quebra de recordes pessoais, nacionais, mundiais e olímpicos, com novas marcas máximas a serem estabelecidas em quase todos os eventos. A edição de 2020 não é exceção. Ou talvez sim.

É que desde que começaram as provas de atletismo, entre qualificações e finais, rapidamente se percebeu que a pista do estádio olímpico de Tóquio seria palco de momentos que vão perdurar na história da modalidade, com vários atletas a enaltecer o seu cariz “extremamente rápido”.

Agora, o homem que a idealizou, Andrea Vallauri, veio confirmar que a superfície pode mesmo aumentar entre 1-2% o rendimento dos atletas, o que faz dela a mais rápida da história. Este é um fenómeno também expectável, já que de ano para ano a tecnologia utilizada para projetar e produzir as pistas evolui – o que vai ao encontro dos desejos dos próprios organizadores e promotores dos eventos.

“Sempre que há Jogos Olímpicos tentamos melhorar a formulação do material e Tóquio não foi diferente”, disse Vallauri, funcionário da empresa Mondo que também já tinha sido responsável pela pista dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, realizados em 2016. “A pista é muito fina, cerca de 14 milímetros. Mas fizemos-lhe um acrescento: um granulado de borracha”, admitiu.

Na última camada da pista, revelou Vallauri, há um “design hexagonal que cria pequenas bolsas de ar”. Estas bolsas, afirma, “não só absorvem o impacto [das passadas dos atletas] como devolvem a energia”, uma espécie de efeito trampolim. “Melhorámos esta combinação e é por isso que estamos a ver estas prestações”, disse, citado pelo jornal britânico The Guardian.

O responsável defende-se ainda de qualquer acusação de ilegalidade no processo de produção do equipamento. “Está completamente dentro das regras, mas também é o que nos foi pedido que providenciamos, dois componentes”, disse. A composição deverá, por um lado, “proteger a saúde dos atletas” – reduzindo o risco de lesão – e, por outro, “dar-lhes um estímulo”.

O impacto na performance dos atletas já era visível no laboratório, quando a Mondo estava a idealizar e a produzir a pista, avançou Vallauri, num processo que se assemelha à construção de um pneu de Fórmula 1. “É tudo pré-fabricado, por isso todas as pistas de corrida são iguais, assim como as usadas para o triplo salto e o salto em comprimento.”

Para além da composição e formulação da pista, outros fatores estão a ser apontados pelos atletas como justificação para as marcas históricas que têm vindo a ser estabelecidas. É o caso das sapatilhas que a Nike produziu para os atletas por si patrocinados – e que já têm sido alvo de contestação –, mas também as temperaturas registadas na capital nipónica.

ARM, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

"Charla al Fresco". Vila espanhola quer que tradição de conversar à porta se torne Património Imaterial da Humanidade

Uma pequena vila com apenas 1.400 residentes em Cádiz, na vizinha Espanha, espera que uma de suas atividades noturnas seja reconhecida como um "tesouro cultural" pelas Nações Unidas. À medida que o tempo quente se faz …

A Shein já é maior que a Amazon — mas copia designers portugueses

É uma das marcas de roupa de venda exclusiva online mais famosas do mundo graças à sua estratégia de comunicação, mas apesar do sucesso a história e as origens da Shein continuam a ser um …

O novo anúncio da Emirates conta com uma "tripulante" em pé no topo do Burj Khalifa

A companhia aérea Emirates esmerou-se no seu mais recente anúncio publicitário, "um dos maiores já filmados". Poucas pessoas tiveram o privilégio - ou atrevimento - de subir ao topo do edifício mais alto do mundo, localizado …

O Kimchi tornou-se o epicentro de uma guerra cultural

O kimchi, o icónico prato picante de vegetais fermentados, tornou-se, mais uma vez, objeto de uma rixa cultural entre a China e a Coreia do Sul. Em julho, o Ministério da Cultura, do Desporto e do …

Tratamento experimental da AstraZeneca com eficácia de 77% na prevenção da covid-19

Um estudo realizado pela AstraZeneca revela que nenhum dos 5.197 participantes que recebeu o medicamento contraiu covid-19 grave. A farmacêutica britânica AstraZeneca anunciou, esta sexta-feira, que o tratamento experimental que está a desenvolver para a prevenção …

Vem aí o Tesla Bot, o robô que promete substituir os humanos em muitas tarefas

A Tesla vai lançar em 2022 o seu primeiro robô humanoide, que promete substituir os humanos em "trabalhos perigosos, repetitivos ou aborrecidos". Com cerca de 1,72 metros de altura, 57 quilogramas de peso e uma velocidade …

Os talibãs estão "sentados" em depósitos minerais valiosos (no valor de um bilião de dólares)

Os talibãs regressaram ao poder de Cabul, desencadeando uma crise humanitária. A ofensiva também evidenciou a riqueza mineral inexplorada do Afeganistão, recursos que poderiam transformar as perspetivas económicas do país. Apesar de o Afeganistão ser uma …

Bulgária mergulhada numa crise política, que pode despoletar novas eleições

Esta sexta-feira, o Cidadãos para o Desenvolvimento Europeu da Bulgária (GERB) do antigo primeiro-ministro búlgaro, Boiko Borisov, desistiu de formar um novo Governo no país. O partido Este Povo Existe (ITN) venceu, com pouca margem, as …

Especialistas apoiam fim do uso de máscaras, com apelos à responsabilidade individual

Na generalidade, os especialistas defendem o fim da obrigatoriedade do uso de máscara na rua, assim como outras restrições, mas apelam ao bom senso e à responsabilidade individual dos cidadãos. Com 70% da população portuguesa vacinada …

"Temos o controlo do aeroporto." Biden empenhado numa das mais "difíceis" evacuações da História

Joe Biden esteve reunido com a vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, com o secretário de Estado Antony Blinken e com outros membros de topo da Administração para debater a atual crise no Afeganistão. O Presidente …