Reconhecimento facial identifica identidade de pessoas que usam máscara (com uma precisão de 99,9%)

A empresa NEC Corp, com sede no Japão, lançou um sistema de reconhecimento facial que identifica as pessoas mesmo quando estão a usar máscaras. O novo método adapta-se a uma nova realidade em que as máscaras faciais se tornaram comuns em todo o mundo.

A gigante tecnológica já estava a trabalhar num sistema para responder às necessidades de pessoas que têm dificuldades em usar máscaras, muito antes da pandemia eclodir, uma vez que em vários países asiáticos é habitual o uso deste objeto de proteção.

Contudo, a empresa sublinha que “as necessidades aumentaram ainda mais devido à pandemia, já que as medidas de higienização se têm prolongado por um longo período de tempo. Por isso agora apresentamos esta tecnologia no mercado, que vai facilitar a vida das pessoas”, disse Shinya Takashima, gerente da divisão de plataforma digital da NEC , à Reuters.

Mesmo quando o utilizador está a usar máscara, o sistema consegue identificar, através da visualização das partes que não estão cobertas (como os olhos), a identidade da pessoa. Para isso, os utilizadores só têm de registar uma foto do seu rosto com antecedência.

A NEC diz que a verificação demora menos de um segundo e garante que tem uma taxa de precisão de mais de 99,9%.

O sistema pode ser usado em várias situações, como em portões de edifícios de escritórios, aeroportos, e outras instalações onde a segurança seja mais apertada. O novo sistema começou a ser vendido em outubro e os clientes incluem a Lufthansa e a Swiss International Airlines, refere Takashima.

A multinacional japonesa explicou num comunicado que a estratégia de reconhecimento facial implica não ter que apresentar um cartão de segurança, que pode ser perdido ou roubado, e também ajuda a prevenir a propagação de bactérias ao tocar nas superfícies, sobretudo em altura de pandemia.

“A verificação sem toque tornou-se extremamente importante devido ao impacto do novo coronavírus”, afirmou Takashima, que acrescenta que no futuro a empresa quer “contribuir para a segurança e a paz de espírito, fortalecendo os esforços nessa área neste contexto”.

De acordo com um relatório do Instituto Nacional de Padrões e Tecnologia, antes da pandemia de coronavírus, os algoritmos de reconhecimento facial não conseguiam identificar entre 20 e 50% das imagens de pessoas que estavam a usar máscaras.

Contudo, e como avança a BBC, têm surgido muitas dúvidas sobre a precisão dos sistemas ao reconhecer tons de pele mais escuros, juntamente com preocupações éticas sobre a invasão de privacidade.

Nos Estados Unidos, grandes empresas de tecnologia, incluindo a Amazon e a IBM, suspenderam o uso de software de reconhecimento facial.

Ana Moura, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Joana d’Arc: a heroína injustiçada que teve um papel fundamental na Guerra dos 100 Dias

Quando entrou na adolescência, Joana d'Arc já estava com o futuro traçado, pois a sua família já tinha escolhido um rapaz para se casar com ela. Contudo, o seu destino acabou por ser outro: teve …

Farense 0-1 FC Porto | Dragão voa com recital de Corona

O FC Porto aproveitou da melhor forma o deslize do Benfica em casa com o Nacional para se isolar no segundo lugar na Liga NOS, com mais dois pontos que as “águias”. A formação portista foi …

A forma mais simples (e inovadora) de ensinar genética é... com gomas

Se um ursinho de goma vermelho tiver um filho com outro ursinho de goma amarelo, que percentagem de vermelho e amarelo terá o bebé? De acordo com um neurocientista esta poderá ser a forma perfeita …

Videojogo "The Sims 3" usado para estudar como é que psicopatas atacam as suas vítimas

Um novo estudo baseou-se no videojogo "The Sims 3" para estudar a forma como os psicopatas escolhem e atacam as suas vítimas. "The Sims" é uma série de videojogos de simulação de vida real, cujo primeiro …

"Realidade mista". Hologramas podem mudar a forma como visitamos os museus

Para milhões de crianças, ser arrastado para um museu é uma experiência dolorosa. Porém, isso pode mudar com o desenvolvimento de uma nova tecnologia de “realidade mista” (RM). A nova tecnologia de “realidade mista” (RM) pode …

Bunker nuclear da Guerra Fria à venda no Reino Unido

Um bunker da Guerra Fria localizado perto de St Agnes em Cornwall, Reino Unido, está à venda na Rightmove, o maior portal imobiliário do Reino Unido. De acordo com o jornal britânico Mirror, o bunker, …

SL Benfica 1-1 CD Nacional | Insulares apagam a luz às "águias"

O Benfica voltou a escorregar e soma três jogos consecutivos sem vencer após o empate no Dragão e a derrota diante do Braga. Na tarde desta segunda, a equipa de Jorge Jesus não foi além …

Partido das FARC muda de nome para romper com o seu passado violento

O partido político das FARC deu um novo passo, este domingo, para romper com o seu passado violento, ligado à sigla das antigas Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, passando a ser denominado Comunes. O nome Comunes …

Primeiro-ministro italiano vai apresentar demissão

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, vai apresentar a sua demissão na terça-feira, devido à falta de apoio à sua coligação parlamentar, após a crise provocada pelo abandono do partido Itália Viva, de Matteo Renzi. Conte apresentará …

Número de desempregados voltou a subir em todo o país

O número de inscritos nos centros de emprego nacionais voltou a aumentar em dezembro, com 85% dos concelhos de Portugal Continental a ver os seus níveis de desemprego aumentar desde o início da pandemia, revelou …