Há uma receita secreta para acordar sempre refrescado e com energia

1

Praticar exercício físico na véspera, dormir entre sete e nove horas e tomar um pequeno-almoço recheado de hidratos de carbono são os três fatores que garantem que cada um de nós acorde com energia.

É um problema comum a muitos de nós. Costuma acordar cansado e a ter de lutar contra a sonolência ao longo do dia? Há sortudos que acordam sempre com energia, mas a sorte não é o único fator que influencia quão refrescados nos sentimos quando saímos da cama.

Um novo estudo publicado na Nature Communications descobriu a receita perfeita para podermos acordar sempre alerta e prontos para enfrentar os desafios do dia-a-dia, e só são precisos três ingredientes — sono, exercício físico e um bom pequeno-almoço.

Os autores analisaram os comportamentos de 833 voluntários que, ao longo de um período de duas semanas, receberam uma variedade de pequenos-almoços diferentes, usaram pulseiras que registaram os seus níveis de atividade física e qualidade e quantidade de sono. Foram ainda incluídos gémeos na amostra para se perceber o impacto que os genes têm no fenómeno, relata o Berkeley News.

Os resultados mostram que o segredo para se acordar com energia é fazer exercício físico no dia anterior, dormir mais e até mais tarde na manhã e comer um pequeno-almoço rico em hidratos de carbono complexos, com pouco açúcar. Ter uma resposta controlada nos níveis de açúcar no sangue depois de tomar o pequeno-almoço é a chave para se acordar refrescado.

Os participantes receberam refeições pré-preparadas, com diferentes proporções de nutrientes incorporados em queques durante duas semanas inteiras para verem como responderam a dietas diferentes após acordarem.

Um pequeno-almoço normal, com quantidades moderadas de gordura e hidratos de carbono, foi comparado com alternativas com altos níveis de proteína, altos níveis de hidratos de carbono ou altos níveis de açúcar. A glucose dos voluntários também foi medida ao longo do dia.

O pior tipo de pequeno-almoço, em média, tinha quantidades altas de açúcares simples. Como contraste, o pequeno-almoço rico em hidratos de carbono foi associado a acordar com mais energia e mantê-la ao longo do dia.

A quantidade de horas de sono também influencia como acordamos no dia seguinte. Dormir mais do que normal deixa-nos mais alerta, com o número ideal entre as sete e as nove horas de sono.

Notou-se ainda uma correlação entre os níveis de energia e a prática de exercício físico no dia anterior. Não se sabe ao certo o que causa este fenómeno, mas os voluntários que praticaram exercício na véspera geralmente dormem melhor e acordam com melhor disposição.

  ZAP //

1 Comment

  1. Bem… isto é tudo muito relativo. Desde logo porque se na véspera fizer exercício físico em demasia nem vai conseguir dormir em condições.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.