Recandidatos às autarquias partem com vários pontos de avanço — mesmo quando não cumprem todas as promessas

Estela Silva / Lusa

Rui Moreira e Fernando Medina

Os presidentes de câmara que se recandidatam têm, à partida, uma vantagem de 15 pontos percentuais sobre os seus adversários diretos, indica novo estudo.

No momento de eleger o presidente da Câmara, quem é a pessoa e se já exerceu ou não o cargo conta mais para quem vota do que o partido que representa.

Esta realidade favorece os presidentes de Câmara que são recandidatos ao cargo, beneficiando-os em 15 pontos logo à partida, face os seus adversários políticos.



Esta conclusão resulta de um trabalho desenvolvido pela investigadora portuguesa Mariana Lopes Fonseca, da Universidade de St. Gallen, na Suíça.

Segundo o Público, existe uma forte tendência de reeleição dos partidos nas eleições autárquicas. Por um lado, se já era do senso comum que os presidentes recandidatos tinham algum tipo de vantagem nas eleições, este estudo vem, por outro, colocar um número concreto nesse avanço, que é de cerca de 15 pontos.

Assim, os cidadãos que já exerceram o cargo de presidente de uma Câmara Municipal e que se recandidatam, como é o caso de Fernando Medina em Lisboa, têm 15 pontos de vantagem face aos restantes candidatos, apenas pelo simples facto de serem recandidatos.

“Esse valor não varia caso se recandidate pelo mesmo partido ou como independente ou [por] outro partido”, explica a investigadora ao Público. Um motivo para esta discrepância pode ser o facto de ter mais “visibilidade” que os demais.

Medina e Moreira: O que ficou por fazer?

Apesar de ser o favorito à vitória na autarquia lisboeta, Fernando Medina não cumpriu quase metade das promessas que fez.

De acordo com o Observador, a pandemia atrasou metas, mas foi maior o tempo sem ela neste mandato e mesmo assim não chegou para o socialista ter mais do que nove das 30 medidas mais importantes plenamente concretizadas.

O jornal destaca que a nível ambiental o autarca continuou a estratégia de posicionar Lisboa como uma cidade ecológica verde; prosseguiu o programa de reabilitação de bairros municipais; assegurou a concretização do plano de expansão do Metro e a criação do Programa “Secundário para todos”.

Por cumprir ficou a criação de 3.000 lugares de estacionamento fora do centro em parques dissuasores; criação 14 novos Centros de Saúde em Lisboa; assegurar a reformulação dos nós de acesso à CRIL; implementar a nova Feira Popular.

Rui Moreira também se encontra na mesma situação, apesar de ser o favorito à vitória. Pouco mais de metade das principais promessas foram cumpridas, mas obras estruturais continuam por concluir. Das 30 principais promessas, 16 foram cumpridas, 9 estão em curso e 5 não passaram de intenções.

O autarca do Porto, nos últimos quatro anos, conseguiu estabelecer novas regras e horários de acesso para as Zonas de Acesso Automóvel Condicionado; requalificar o interface do Bom Sucesso; atualizar o Plano Municipal contra a Violência Doméstica; reforçar a Polícia Municipal.

Por outro lado, deixou por cumprir o lançamento do Lançar do Plano de Desenvolvimento Educativo Municipal; a reabertura do antigo Aniki Bóbó como espaço dedicado à nova música nacional e internacional; dar seguimento à gestão de pessoal não docente das escolas básicas, secundárias e da educação pré-escolar.

  ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

OE. Costa promete salário mínimo de 850 euros em 2025 e aumento de pensões em janeiro

O secretário-geral do PS, António Costa, afirmou esta sexta-feira que é intenção do Governo elevar o salário mínimo aos 850 euros em 2025 e aumentar o mínimo de existência no próximo ano, isentando de IRS …

Cientistas portugueses ajudam a descobrir novo mecanismo para regeneração muscular

O músculo é conhecido por se regenerar através de um processo complexo que envolve várias etapas e depende de células-tronco. Mas uma nova pesquisa apresenta um novo mecanismo. Um novo estudo liderado por investigadores do Instituto …

Investigadores de Harvard utilizam corantes para armazenar dados

Na era digital, quase tudo é possível. Uma equipa de químicos de Harvard desenvolveu um novo sistema que utiliza misturas de sete corantes fluorescentes disponíveis comercialmente para armazenar ficheiros de dados. É comum pensarmos no armazenamento …

Uma impressão artística de um impacto gigantesco no sistema estelar HD 17255

Dois planetas envolveram-se num choque tão violento que um deles perdeu a atmosfera

Uma equipa de astrónomos encontrou provas de uma gigantesca colisão entre dois planetas num sistema planetário jovem, localizado a 95 anos-luz da Terra. A poeira à volta da jovem estrela HD 172555, de 23 milhões de …

Rorhwerk, o maior instrumento musical do mundo

Rohrwerk, uma obra de arte efémera, é a maior "fábrica do som" do mundo

Uma espécie de "pavilhão do som". Alunos da Escola Politécnica de Lausanne (EPFL), na Suíça, criaram um novo instrumento musical, o maior alguma vez construído. Com 45 metros de altura, a obra de arte imponente …

Costa já pediu desculpas às confederações patronais. "Houve um lapso"

O primeiro-ministro afirmou, esta sexta-feira, que já apresentou um pedido de desculpas às confederações patronais por o Governo ter aprovado duas medidas na área do trabalho sem antes as ter apresentado em Concertação Social. À chegada …

Luxemburgo torna-se o primeiro país da Europa a legalizar o cultivo e consumo de canábis

O Governo luxemburguês anunciou, esta sexta-feira, que o país será a primeira nação do Velho Continente a legalizar o cultivo e o consumo de canábis. De acordo com a nova legislação, explica o jornal The …

Prisão preventiva para suspeitos da morte de jovem no metro das Laranjeiras

Os quatro suspeitos da morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa, ficaram em prisão preventiva, depois de presentes a primeiro interrogatório judicial. Os quatro arguidos, com idades entre os …

Cristiano vs. Salah: Klopp não queria comparar mas comparou

Treinador do Liverpool não acredita que vai encontrar um adversário debilitado: "Eles são capazes de fazer coisas incríveis". É o grande jogo de futebol no Reino Unido e um dos mais aguardados em todos os países: …

Bastonário dos Médicos considera direção executiva do SNS "um disparate"

O bastonário da Ordem dos Médicos considera que a criação da direção executiva do Serviço Nacional de Saúde, proposta no Estatuto do SNS aprovado esta quinta-feira, é "um disparate" e que há estruturas que podem …