REACT: o novo dispositivo que pode salvar a vida das vítimas de esfaqueamento

Quando se está perante uma vítima de esfaqueamento, o mais importante é aplicar pressão na ferida. Agora, um novo dispositivo pode facilitar este processo.

O novo dispositivo foi criado por um grupo de alunos da Universidade de Loughborough, no Reino Unido, e destina-se a salvar vidas que de outra forma poderiam ser perdidas.

Normalmente, as autoridades competentes são as primeiras a chegar ao local em caso de esfaqueamento. Quando a arma está inserida no sítio do ferimento, o ideal é deixar que esta permaneça assim até à ambulância chegar – pois acaba por funcionar como “rolha” que pressiona o corpo e ajuda a limitar o sangramento externo.

No entanto, em muitos casos, a vítima é encontrada com um ferimento aberto e aqui a primeira coisa a fazer é exercer pressão para que não ocorram elevadas perdas de sangue.

A pensar nisso, Joseph Bentley – um estudante do último ano de Design de Produto e Tecnologia da Universidade de Loughborough -, criou a ferramenta REACT.

O dispositivo portátil é composto por duas partes: o tamponamento, que é uma luva de silicone que inicialmente é inserida na ferida e o atuador, uma válvula que se insere no tamponamento e ajuda a colocá-lo na ferida.

Antes deste processo, o utilizador deve escolher a região do corpo onde o dispositivo vai atuar através de um interface LCD que se situa na parte traseira do atuador.

O dispositivo ativa rapidamente o tamponamento para uma pressão de ar que é mais adequada para reduzir a perda de sangue nessa região.

O atuador é assim desconectado e o tamponamento é inserido até à chegada dos paramédicos.

O dispositivo pode então ser esvaziado e retirado com rapidez e facilidade, ao contrário de algumas outras configurações que cobrem as feridas com materiais que precisam de ser puxados lentamente, escreve o New Atlas.

Para já, o REACT só está disponível na forma de um protótipo impresso em 3D, que é otimizado para o uso em regiões como a axila, virilha e abdómen.

Bentley está agora a trabalhar para adaptar o dispositivo a outras áreas do corpo, além de aperfeiçoar as suas configurações de pressão de ar e torná-lo totalmente alimentado por bateria.

“Espero que um dia seja transportado por todos os serviços de emergência, mas o objetivo absoluto é colocar este produto em uso o mais rápido possível”, afirma.

Ana Isabel Moura, ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Braços robóticos controlados remotamente podem vir a realizar cirurgias delicadas

Um equipa de investigadores está a trabalhar para eliminar movimentos rígidos nos braços robóticos, de modo a torná-los mais ágeis. O objetivo é que no futuro estes possam empilhar pratos ou até realizar cirurgias delicadas. Os …

Alemão foi forçado a remover estátua do pai por esta se parecer com Hitler

Um alemão foi obrigado a retirar uma figura de madeira de um cemitério, que seria para homenagear o seu falecido pai, por ter semelhanças com o antigo ditador nazi. As autoridades do município de Weil im …

Podcast evita morte de um condenado (seis vezes)

Curtis Flowers foi julgado seis vezes pelo mesmo promotor de justiça. Um programa de investigação mudou o seu destino. O promotor continua a acreditar que Curtis é culpado. A própria equipa responsável pelo 60 Minutes, programa …

EUA venderam álbum único dos Wu-Tang Clan (que pertencia a Martin Shkreli)

O álbum do grupo Wu-Tang Clan, confiscado em 2018 ao antigo gestor de fundos Martin Shkreli, também conhecido como "o empresário mais odiado do mundo", foi agora vendido pelo Governo norte-americano. Num comunicado divulgado esta terça-feira, …

Bezos ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA para entrar na corrida da próxima viagem à Lua

O empresário norte-americano ofereceu 1,7 mil milhões de euros à NASA numa tentativa de reacender a batalha espacial entre a sua empresa, a Blue Origin, e a do "rival" Elon Musk, a SpaceX. De acordo com …

Clientes com certificado digital válido impedidos de entrar em restaurantes

Estão a ser reportados vários casos de clientes que, ao apresentarem o certificado digital para poderem entrar num restaurante, não conseguem fazê-lo porque o documento está a ser considerado inválido pelos dispositivos eletrónicos. Segundo a rádio …

Covid-19 trouxe "paranoia" ao mercado

Diretor do Norwich City, da Premier League, acha que os responsáveis por alguns clubes não sabem bem o que estão a fazer nos últimos tempos. O Norwich City iria jogar contra o Coventry City, num encontro …

Israel cria "task force" para reverter boicote da Ben & Jerry's na Cisjordânia

Israel criou uma task force para pressionar a empresa de gelados norte-americana Ben & Jerry's e a sua proprietária, Unilever, a reverterem a decisão de boicotar a ocupação israelita na Cisjordânia. "Precisamos de aproveitar os 18 …

Violência armada. 430 mortos na última semana nos EUA e 2021 pode ser dos piores anos de sempre

Só na semana passada registaram-se cerca de 430 mortos e mais de 1000 feridos associados a tiroteios, num ano que está a ser marcado pelo aumento da violência armada nos Estados Unidos. O ano passado foi …

Principais indicadores da crise climática estão a atingir "ponto de inflexão", revela estudo

Um novo estudo sobre os sinais vitais do planeta revelou que muitos dos principais indicadores da crise climática estão a piorar e a aproximar-se ou ultrapassar os pontos de inflexão, à medida que as temperaturas …