/

Fim da era Castro em Cuba. Raúl substituído na liderança do Partido Comunista por Diaz-Canel

Presidencia El Salvador / Wikimedia

O Presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel

O Partido Comunista de Cuba elegeu o Presidente do país, Miguel Diaz-Canel, para suceder a Raúl Castro como primeiro-secretário do partido, no último dia do seu congresso, que decorreu esta segunda-feira.

Segundo relatou a agência Reuters, a sucessão marca o fim de seis décadas de governo dos irmãos Fidel e Raúl Castro, que lideraram a revolução esquerdista de 1959 em Cuba. Diaz-Canel, de 60 anos, sucedeu a Castro como Presidente em 2018.

“Diaz-Canel não é fruto da improvisação, mas da seleção cuidadosa de um jovem revolucionário que tem tudo o que é necessário para ser promovido a cargos mais altos”, disse Castro no discurso de abertura do congresso, na sexta-feira.

Centenas de delegados reuniram-se no encontro mais importante do partido, que ocorre a cada cinco anos em Havana para revisar a política e eleger novas lideranças.

No congresso de 2016, Castro disse que o deste ano seria o último encontro do partido presidido pela geração histórica daqueles que lutaram na Sierra Maestra para derrubar o governo do ditador Fulgencio Batista, apoiado pelos Estados Unidos.

Na nova composição ficarão de fora José Ramon Machado Ventura e Ramiro Valdes, outros dois dessa geração. O partido ainda não anunciou quem substituirá Machado Ventura, ideólogo comunista, como vice-líder.

  Taísa Pagno //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.