Rara pintura de Botticelli vendida em leilão por 40 milhões de euros

(dr) Sotheby's

Man of Sorrows (“Homem de Dores”), pintura de Sandro Botticelli

Man of Sorrows (“Homem de Dores”), pintura de Sandro Botticelli

As expectativas acabaram por ser superadas e Man of Sorrows (“Homem de Dores”), a pintura de Sandro Botticelli, foi arrebatada por 45 milhões de dólares, cerca de 40 milhões de euros, num leilão em Nova Iorque.

A pintura foi vendida esta quinta-feira por mais de 45 milhões de dólares, cerca de 40 milhões de euros, num leilão da Sotheby’s, em Nova Iorque.

Segundo o Diário de Notícias, o preço superou as estimativas da casa de leilões, que projetava a licitação final nos 40 milhões de dólares.

Ainda assim, é menos de metade do recorde estabelecido no ano passado, de 91 milhões de dólares, para a obra Retrato de jovem a segurar um medalhão de Botticelli (1445-1510).

A obra é um retrato de Jesus, num fundo preto, com um olhar profundo, coroa de espinhos na cabeça, rodeado por anjos e com as mãos, com chagas, amarradas por cordas.

A pintura remonta ao início dos anos 1500, no final da vida de Sandro Botticelli.

O quadro Man of Sorrows revelou, recentemente uma imagem escondida sob as camadas de tinta: a figura da Virgem Maria com o menino Jesus.

Chris Apostle, diretor do departamento Old Master da Sotheby’s, acredita que se trata de uma composição abandonada de uma representação derivada da cultura grega da Virgem Maria, na qual surge a embalar o menino Jesus com o rosto da criança junto ao dela.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE