Rapaz que acusou Kevin Spacey de agressão sexual terá filmado avanços do ator

O rapaz que acusou o ator Kevin Spacey de o ter apalpado sem consentimento, quando teria 18 anos, terá filmado os avanços do ator a 7 de julho de 2016, num restaurante em Nantucket, Massachusetts, no qual trabalhava.

Os documentos da investigação fazem referência a um vídeo alegadamente enviado pelo jovem à sua namorada, através da aplicação Snapchat, que poderá mostrar Spacey a tatear as calças e as virilhas da alegada vítima, refere a estação norte-americana NBC. Por norma, os vídeos enviados através desta plataforma tendem a apagar-se automaticamente, mas também podem ser guardados.

A recetora do vídeo, alegada namorada do rapaz que é filho de Heather Unruh, uma jornalista de Boston, terá recebido uma primeira mensagem do companheiro dizendo-lhe que Kevin Spacey estava a “fazer-se” a ele. Porém, como a recetora não acreditou, o rapaz terá então “enviado o vídeo através do Snapchat, referem os documentos.

Os documentos da investigação policial referem ainda que a alegada vítima terá “tentado afastar-se com o corpo”, afastando também as mãos de Kevin Spacey de si, mas o ator “continuou a tentar tocar-lhe nas calças”.

O relatório indica ainda que a polícia terá mostrado à alegada vítima o vídeo que esta garante mostrar os avanços do ator sobre si nesse dia. O rapaz terá confirmado que aquelas eram as roupas que vestia no dia em que diz ter sido sexualmente agredido.

O rapaz afirmou à polícia que o caso “não teve um efeito emocional profundo” em si, mas que terá reportado o ataque sexual de que diz ter sido alvo à polícia de Nantucket, no final de outubro de 2016 por não querer que “acontecesse a mais ninguém”. O rapaz terá sido inquirido pela polícia de Massachusetts em novembro de 2017 — o mesmo mês em que a mãe denunciou o caso publicamente.

Kevin Spacey, de 59 anos, deverá comparecer perante um juiz no dia 7 de janeiro para responder por acusações de agressão sexual e lesão corporal.

Em resposta, Spacey colocou no Youtube um vídeo chamado “Deixem-me ser franco”, um trocadilho com o nome da personagem na série “House of Cards”, Frank Underwood.

“Claro que houve quem acreditasse em tudo e estivesse à espera de me ouvir confessar tudo. Estão mortos por me ouvir declarar que tudo o que disseram é verdade e que tive o que merecia. Mas não vou pagar pelo que não fiz”, ouve-se no vídeo, sem se perceber se o ator se refere às acusações que enfrenta na vida real. O vídeo termina com Spacey a dizer que em breve será conhecida “toda a verdade”.

Este vídeo foi a primeira aparição pública do ator desde que foi acusado de assédio sexual pela primeira vez, em outubro de 2017, quando o ator Anthony Rapp acusou Kevin Spacey de assédio e de o tentar seduzir quando tinha 14 anos – há mais de 30 anos.

O ator Kevin Spacey é também acusado por oito funcionários da série “House of Cards” de assédio sexual.

Spacey está também a ser investigado por agressão sexual em Los Angeles, por acontecimentos de 2016, e também enfrenta acusações sobre situações semelhantes quando era diretor artístico do teatro Old Vic, em Londres.

Hollywood está cada vez menos tolerante face ao assédio sexual. Pouco depois de as primeiras acusações terem vindo a público, Kevin Spacey foi retirado do filme “Todo o Dinheiro do Mundo” a apenas um mês e meio da estreia, e despedido da série da Netflix, House of Cards.

ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Em recuperação, Navalny fala sobre envenenamento. “Foi um projeto pessoal de Putin que falhou"

Em entrevista ao canal de televisão inependente Dozhd TV, Alexei Navalny, que se encontra em recuperação da tentativa de assassinato com o agente químico Novichok, garante que ninguém o vai parar e lança farpas a …

Hotelaria pressiona Governo. Quer que turistas com estadias marcadas possam circular entre concelhos

A proibição de deslocação entre concelhos entre dia 30 de outubro e 3 de novembro de modo a evitar contágios agradou a alguns, mas não ao setor hoteleiro, que quer ser deixado de fora da …

Ligação fluvial entre o Seixal e Lisboa suspensa a partir de hoje (e durante 45 dias)

A Transtejo tinha informado que a ligação fluvial entre o Seixal e Lisboa estaria suspensa a partir desta segunda-feira, por 45 dias, devido a obras, mas será assegurado transporte rodoviário até ao terminal de Almada. “A …

Nagorno-Karabakh. Arménia e Azerbaijão acusam-se mutuamente de violação de novo cessar-fogo

A Arménia e o Azerbaijão trocaram esta segunda-feira acusações pela violação de um novo cessar-fogo acordado no domingo para pôr fim às hostilidades no enclave de Nagorno-Karabakh, que deveria ter entrado hoje em vigor. A Arménia …

Venezuela testou molécula que "anula a 100%" o novo coronavírus

O Presidente da Venezuela anunciou, este domingo, que o Instituto Venezuelano de Investigações Científicas (IVIC) testou com sucesso uma molécula, a DR10, que "anula 100%" o novo coronavírus. "O IVIC testou uma molécula usada para tratar …

Com a bancarrota a caminho, Governo Sócrates vendeu quase 80% dos imóveis públicos

Numa altura em que o país já estava em situação complicada, com o cenário de bancarrota no horizonte, o último Governo de José Sócrates vendeu quase 80% do património imobiliário público em apenas dois anos. Estes …

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, houve centenas de festas ilegais e álcool na rua

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, foram muitos os que ignoraram as restrições. A polícia espanhola foi obrigada a intervir em centenas de festas ilegais e numa festa ao ar livre com mais …

Casa Branca admite que EUA não poderão controlar pandemia. Biden acusa Trump de ter desistido

A Casa Branca admitiu este domingo que os EUA não poderão controlar a pandemia por ser tão contagiosa, numa mudança à postura de minimização da gravidade da crise, numa altura em que há novos recordes …

GNR obrigada a intervir no GP de Fórmula 1. Bastonário diz que evento foi um "insulto" aos profissionais de saúde

O circuito de Portimão teve de fechar algumas bancadas para garantir o distanciamento dos 27.500 espetadores autorizados pela Direção-Geral de Saúde (DGS). Pelo menos em duas foi necessária a intervenção da GNR. Em comunicado, a GNR …

Governo atira-se ao Bloco de Esquerda. Voto contra é "incompreensível"

Em conferência de imprensa, esta segunda-feira, o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, afirmou que "o Governo considera incompreensível que não possa contar com o Bloco de Esquerda" para aprovar o Orçamento do …