Adolescente de 17 anos orquestrou o ataque ao Twitter que pirateou contas de Gates e Musk

Um adolescente norte-americano foi detido, esta sexta-feira, por suspeitas de ter desencadeado o mais recente ciberataque ao Twitter.

O mais recente ataque informático ao Twitter, que atingiu figuras públicas como Bill Gates, Elon Musk ou Joe Biden, foi orquestrado por um rapaz de 17 anos, na Florida, informaram esta sexta-feira as autoridades norte-americanas.

Segundo a Renascença, o suspeito foi detido e outros dois foram identificados, um homem de 22 anos, também da Florida, e um inglês de 19 anos.

O principal suspeito, Graham Clark, foi acusado de 30 crimes e será julgado como um adulto, depois de ter embolsado pelo menos 85 mil euros quando infiltrou as contas de celebridades e solicitou investimentos em seu nome. A operação resulta de uma investigação conjunta entre o FBI, os Serviços Secretos e as autoridades fiscais dos Estados Unidos, e a polícia da Florida.

“Estamos perante um miúdo de 17 anos, que acabou agora o liceu, mas não se deixem enganar: este não é um rapaz de 17 anos normal“, disse o procurador estadual da Florida, Andrew Warren. Os outros dois suspeitos são Mason Sheppard, do Reino Unido, que foi acusado de branqueamento de fundos e Nima Fazeli, acusado de auxílio ao crime.

Em causa está o ataque ao Twitter no dia 15 de julho, no qual dezenas de contas de celebridades e marcas no site – Apple, Uber, Bill Gates, Bill Gates, Elon Musk e Jeff Bezos, – foram pirateadas para mostrar publicidade à bitcoin.

Ao todo, os atacantes publicaram mensagens falsas em 45 contas e descarregaram dados de outras sete. Para além de terem solicitado os investimentos em bitcoins, as autoridades suspeitam de que os suspeitos tenham lido algumas mensagens privadas das vítimas do esquema.

Para as autoridades, as grandes vítimas do ataque foram os restantes utilizadores, já que nas mensagens e publicações fraudulentas era sugerido aos utilizadores que enviassem bitcoins com a promessa de que o investimento seria multiplicado.

“Os crimes deste indivíduo foram perpetrados usando os nomes de celebridades, mas o objetivo do crime era roubar dinheiro a cidadãos norte-americanos, incluindo aqui na Florida”, explicou Andrew Warren.

O Twitter explicou que o esquema foi desencadeado através de phishing – uma técnica segundo a qual os atacantes usam emails e telefonemas falsos para levar um utilizador a fornecer dados confidenciais por engano.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

O Bosão de Higgs foi apanhado a fazer algo inesperado

Uma equipa de cientistas do Laboratório Europeu de Física de Partículas (CERN) observou o Bosão de Higgs, a fazer algo inesperado: à medida que caía, esta parecia decompor-se numa combinação inesperada de partículas. De acordo com …

Feitos de estrelas. Os nossos ossos são compostos por estrelas que explodiram

Uma nova investigação concluiu que metade do cálcio do nosso Universo é oriundo de uma supernova rica em cálcio, que explodiu há milhões de anos. O novo estudo, cujos resultados foram esta semana publicados na revista …

"Monarquia criminosa". Parlamento declara Catalunha republicana e não reconhece o rei

O Parlamento catalão aprovou esta sexta-feira uma resolução na qual declara que “a Catalunha é republicana e, portanto, não reconhece nem quer ter um rei”, rotulando a monarquia de “criminosa”. A resolução foi aprovada em sessão …

Novo método deteta metais tóxicos em alimentos e água em apenas algumas horas

Uma equipa de cientistas da Universidade de Joanesburgo, na África do Sul, desenvolveu um método sensível para detetar níveis perigosos de metais pesados em alguns alimentos e água. Os vestígios de metais como chumbo (Pb), arsénico …

Meghan Markle vence primeira batalha judicial contra jornal britânico

A Duquesa de Sussex conseguiu que o Tribunal Superior de Londres optasse por manter anónima a identidade das suas cinco amigas, como parte da ação legal que está a ser levada a cabo. O 39º aniversário …

Cientistas obrigados a rebatizar dezenas de genes humanos. A culpa é do Excel

Só no ano passado, os cientistas viram-se obrigados a mudar os nomes de 27 genes humanos por causa de um erro de leitura do Microsoft Excel. Tal como explica o portal The Verge, que avança …

"Vai continuar a queimar". Covid-19 é mais parecida com um fogo florestal do que com ondas e picos

Com o surgimento do novo coronavírus no mundo, vários especialistas previam que este iria surgir em ondas e picos. Agora a visão de futuro é outra e os especialistas dizem que a pandemia se compara …

Mudanças climáticas podem vir a causar mais mortes do que a covid-19, alerta Bill Gates

  As mudanças climáticas podem custar muito mais vidas nas próximas décadas do que a pandemia do novo coronavírus (covid-19). O alerta é do co-fundador da Microsoft, Bill Gates, que, através de uma reflexão no seu …

Descoberta a primeira disrupção gigante nas nuvens de Vénus

Uma equipa internacional de cientistas, que incluiu um investigador do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), descobriu a "primeira disrupção gigante" nas nuvens de Vénus que tem fustigado as zonas profundas da atmosfera …

TVI aposta em estúdio a Norte. Nuno Santos quer Informação mais ao estilo da SIC Notícias do que da CMTV

O diretor-geral da TVI, Nuno Santos, afirmou, em entrevista ao jornal Público, que a estação de Queluz de Baixo vai apostar num estúdio no Norte, revelando ainda que pretende mudar a Informação do canal mais …