Quercus alerta para colocação “ilegal” de resíduos dentro das Portas de Ródão

Paulo Cunha / Lusa

A água do Rio Tejo apresenta coloração castanha escura e espuma junto ao açude de Abrantes

Esta sexta-feira, a Quercus denunciou que o Ministério do Ambiente quer colocar resíduos do Tejo dentro de uma área protegida. A associação alega ilegalidade e exige explicações do Governo.

A Quercus denunciou esta sexta-feira que o Ministério do Ambiente quer colocar os resíduos da ação de drenagem no rio Tejo em terrenos dentro da área protegida do monumento natural das Portas de Ródão. A associação alega ilegalidade.

“Do ponto de vista legal, a colocação de resíduos em terrenos dentro da área protegida do monumento natural das Portas de Ródão, é ilegal. O regulamento proíbe a deposição de resíduos. Têm que arranjar soluções que não na área protegida como monumento natural”, afirmou à Lusa Samuel Infante, da Quercus.

A operação de drenagem que está a ser preparada pelo Ministério do Ambiente pretende usar um terreno situado a cerca de 500 metros das Portas de Ródão. “Não me parece que numa área protegida se faça uma operação destas”, sustenta o ambientalista.

Apesar de admitir que esta operação de drenagem é importante para melhorar o problema no rio Tejo, Samuel Infante realça que é “apenas um penso na ferida” e que é preciso saber o que está no fundo do rio antes de se realizar a ação.

Fonte do Ministério do ambiente explicou que, quanto à localização do terreno, foram analisadas várias localizações possíveis. Ainda por escrito, adiante que, tendo em conta os inconvenientes para a população de Vila Velha de Ródão, a segurança da operação e as condições operacionais, “considera-se a escolha efetuada a melhor opção“.

Salienta ainda “que as análises realizadas não detetaram a presença nessas lamas de substâncias perigosas, ou seja, de metais pesados, pesticidas ou outros. Assim sendo, o material a extrair do rio Tejo, nestes locais, é considerado como resíduo não perigoso, não representando, assim, qualquer perigo”, lê-se na resposta.

A realização da campanha de prospeção, amostragem e caracterização analítica de sedimentos do rio Tejo, no troço Vila Velha de Ródão-Belver, permitiu identificar a existência de cerca de 30 mil metros cúbicos de lamas depositados no fundo do rio, avança fonte do ministério à Lusa.

Desse total, cerca de 12 mil metros cúbicos localizam-se junto à zona envolvente do emissário de Vila de Velha de Ródão, aos quais acrescem cinco mil e 14 mil metros cúbicos localizados no Cais do Conhal e a dois quilómetros a montante da Barragem do Fratel, respetivamente.

Na terça-feira foi efetuada nova inspeção subaquática na zona envolvente do emissário de Vila Velha de Ródão, com o objetivo de acompanhar e verificar as condições no seguimento das chuvas ocorridas nos últimos dias. A conclusão é que as condições se mantêm inalteradas.

“Do volume de lamas existentes no leito do rio, suscitam especial cuidado as lamas localizadas junto à zona envolvente do emissário de Vila Velha de Ródão, os quais ostentam caraterísticas distintas das lamas acumuladas nas restantes zonas, seja em termos de qualidade, seja em termos de odor”, conclui a fonte.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Ventura diz que Marcelo quer flexibilização das restrições no Natal

O líder e deputado único do Chega, André Ventura, afirmou esta quinta-feira que o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, manifestou a vontade de que haja alguma flexibilização das restrições à circulação no Natal. Após …

Governo do Brasil aponta início da vacinação entre janeiro e fevereiro

O ministro da Saúde do Brasil, Eduardo Pazuello, disse que o país vai começar a receber 15 milhões de doses de vacinas para a covid-19 entre janeiro e fevereiro de 2021, com mais cem milhões …

Solução para Novo Banco pode não passar por um OE retificativo, diz João Leão

O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, disse que a alternativa à anulação da transferência de 476 milhões de euros para o Novo Banco não tem "necessariamente que passar" por um orçamento retificativo …

Plano de vacinação arranca em janeiro com três fases. 950 mil pessoas no primeiro grupo prioritário

Pessoas com mais de 50 anos com uma patologia frequente nos casos graves de covid-19, residentes e/ou internados em lares e profissionais de saúde integram o primeiro grupo prioritário para a administração da vacina de …

Segunda vaga de moratórias autorizada pela Autoridade Bancária Europeia

A Autoridade Bancária Europeia (EBA) autorizou a reabertura de moratórias de crédito, com efeitos a partir de 01 de outubro até 31 de março de 2021, dois meses após ter suspendido novas adesões. Num comunicado publicado …

Turquia alvo de críticas duras em reunião da NATO e em risco de sanções

A Turquia esteve esta quarta-feira sob um fogo de críticas na reunião virtual dos Ministros dos Negócios Estrangeiros (MNE) da NATO e, com a deceção manifestada pelos Estados Unidos, deve preparar-se para sanções económicas americanas …

O que Neymar mais quer é voltar a jogar com Messi. Só se vier a custo zero, diz o Barça

O internacional brasileiro Neymar, que alinha pelo PSG, confessou esta quarta-feira que o mais deseja é voltar a jogar com o astro argentino Lionel Messi, com quem partilhou balneário entre 2013 e 2017 no Barcelona. …

Ministro da Administração Interna e procuradora-geral da República vão ser ouvidos no Parlamento

Eduardo Cabrita será ouvido sobre o caso do cidadão ucraniano assassinado nas instalações do SEF e Lucília Gago sobre a "recente diretiva sobre os poderes hierárquicos" na magistratura do Ministério Público. A comissão de Assuntos Constitucionais …

Portugal regista mais 79 mortos e 3.772 novos casos de covid-19

Portugal contabiliza esta quinta-feira mais 79 mortos relacionados com o novo coronavírus, que provoca a covid-19, e 3.772 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da …

França investiga 76 mesquitas por suspeita de radicalização islâmica

A França vai investigar nos próximos dias 76 mesquitas por suspeitas de radicalização islâmica, anunciou esta quarta-feira o ministro do Interior do país, Gerald Darmanin. Trata-se de 16 templos na região de Paris e 60 no …