Quase 8 mil caloiros abandonaram a universidade no segundo ano

Bobo Boom / Flickr

-

Quase oito mil alunos que se inscreveram pela primeira vez numa licenciatura abandonaram os estudos no ano seguinte, segundo dados do Ministério da Educação, que destacam pela negativa os cursos de Ciências Sociais, Comércio e Direito.

Mais de um em cada dez caloiros que entraram no Ensino Superior público em 2011 abandonou a universidade ou o politécnico no ano seguinte, segundo dados da Direção-Geral de Estatística da Educação e Ciência (DGEEC).

Nos politécnicos a percentagem de abandono da licenciatura em que se tinham inscrito foi de 12,6% enquanto nas universidades foi de 11,8%.

No total, “não foram encontrados no Ensino Superior” público quase seis mil alunos: 2.926 nas universidades e 3.100 nos politécnicos.

no ensino privado a percentagem de abandono foi muito maior – 17,2% nas universidades e 14,4% nos politécnicos – mas como entraram apenas cerca de 13 mil novos alunos, o número real de abandono foi pouco mais de dois mil estudantes.

Entre instituições privadas e públicas, a DGEEC perdeu o rasto a cerca de oito mil alunos no ano letivo de 2012/2013.

Foi nos cursos de Ciências Sociais, Comércio e Direito que se registou um número maior de casos de abandono (menos 2.460 alunos), seguindo-se as áreas de Artes e Humanidades (972 alunos) e as Engenharias, Indústrias Transformadoras e Construção (957 alunos), segundo os quadros da DGEEC.

Em termos percentuais é nos cursos da área da agricultura que se regista maior abandono, com 15% dos estudantes a desaparecerem do sistema de ensino. Seguindo-se novamente as áreas da Ciências Sociais, Comércio e Direito; Artes e Humanidades e a área da Educação.

Entre as várias universidades públicas do país, a Universidade Aberta destaca-se pela negativa: na única instituição de Ensino Superior público de ensino à distância mais de 41,4% dos alunos desapareceram do sistema depois de se terem inscrito numa licenciatura. Ou seja, dos 2001 caloiros, 828 não se matricularam no Ensino Superior no ano seguinte.

Já as instituições com as mais baixas percentagens de abandono são as Universidades de Aveiro (6%, que corresponde a 61 alunos), Coimbra (6,1%, ou seja 167 alunos) Beira Interior (6,6%) e a Universidade do Porto, com 7,5% (194 alunos).

Na capital, 814 alunos que entraram num curso de licenciatura das Universidades de Lisboa e Nova abandonaram o ensino no ano seguinte (cerca de 10%).

Já entre os institutos politécnicos, o de Tomar destaca-se pela negativa – um em cada quatro caloiros (25,2%) abandonou os estudos no ano letivo seguinte – seguindo-se o Instituto Politécnico de Setúbal, onde quase um em cada cinco alunos (19,7%) deixou de estudar.

Em termos absolutos, o Instituto Politécnico do Porto foi o que viu mais alunos abandonar o ensino: 578 estudantes (11,5%). No politécnico de Leiria abandonaram o ensino 313 estudantes (12,9%) e no de Coimbra 262 (11%).

Nos mestrados integrados, a percentagem de abandono é muito inferior: 3,6% no ensino público universitário e 7,9% no privado.

No entanto, nos mestrados de 2º ciclo, mais de um em cada cinco alunos de uma instituição pública abandonou os estudos no ano seguinte: 22,6% nas universidades e 22,3% nos politécnicos.

Nos doutoramentos a situação agravou-se, com 32,3% dos estudantes de ensino privado a abandonar no ano seguinte assim como 20,5% dos alunos do ensino público.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Há cursos que desiludem os alunos logo no início. Há alunos que têm de sair de casa para estudar mas que não têm fibra moral para viver sem o controlo dos pais. Há alunos que percebem a meio do curso que não é aquilo que querem ou que não vale a pena investir mais para não ter trabalho na área do curso.

RESPONDER

Líder da extrema-direita alemã abandona entrevista depois de ter sido comparado a Hitler

Björn Höcke, líder do partido de extrema-direita AfD no estado federado da Turíngia, abandonou uma televisiva após ter sido comparado a Adolf Hitler. O líder do partido de extrema-direita Alternativa para a Alemanha (AfD) no estado …

Sobe para sete o número de vítimas mortais do mau tempo em Espanha

O cadáver de um holandês de 66 anos que desapareceu no domingo durante as inundações no sudeste de Espanha foi encontrado esta terça-feira, o que eleva para sete o número de mortes devido ao mau …

Universidade de Coimbra elimina carne de vaca das cantinas

A Universidade de Coimbra (UC) vai eliminar o consumo de carne de vaca nas cantinas universitárias a partir de janeiro de 2020, anunciou esta terça-feira o reitor, Amílcar Falcão. Este será o primeiro passo para, até …

Ângelo Rodrigues já fez a primeira cirurgia de reconstrução da perna

O ator Ângelo Rodrigues está internado no Hospital Garcia de Orta devido a uma infeção provocada por uma bactéria. Realizou uma cirurgia de reconstrução de parte da perna esquerda e está "em plena recuperação". Ângelo Rodrigues …

Guaidó questiona novo diálogo com o regime e alerta que crise se intensificará

O presidente da Assembleia Nacional diz que “nunca houve diálogo” entre o Governo de Nicolás Maduro e a oposição porque ao regime “não lhe interessava solucionar”. O líder político opositor Juan Guaidó questionou esta segunda-feira …

150 tigres foram resgatados de um templo na Tailândia. Mais de metade não sobreviveu

Mais de metade dos 150 tigres resgatados há três anos num templo budista em Kanchanaburi, no oeste da Tailândia, morreram, segundo os media locais. Em causa estiveram problemas relacionados com a consanguinidade, uma vez que foram …

Holanda. Mudanças na legislação fiscal sobre empresas para corrigir imagem de paraíso fiscal

O governo holandês deve apresentar esta terça-feira, no reinício dos trabalhos parlamentares, uma modificação da lei sobre a taxação dos lucros das multinacionais, com o intuito de corrigir a imagem de paraíso fiscal para os …

ISEP acaba com venda de garrafas de água de plástico

O Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP) vai, a partir desta segunda-feira, “acabar com a venda de garrafas de água de plástico de 33 centilitros” no campus, uma vez que, anualmente, são consumidas quase …

Procuradores de Nova Iorque querem a declaração de impostos de Donald Trump

É a primeira vez, em quase 40 anos, que um Presidente dos Estados Unidos (EUA) não exibe a declaração de impostos. Donald Trump negou-o durante a campanha presidencial de 2016 mas agora procuradores de Nova …

Políticos de PS e PSD envolvidos no negócio milionário da canábis

Os ex-ministros Jaime Gama, do PS, e Ângelo Correia, do PSD, têm ligações a empresas que obtiveram licença para a produção em Portugal de canábis para fins medicinais. Um negócio milionário que já é conhecido …