/

É a quantidade de alimento que determina quem se torna a abelha-rainha

Um novo estudo sugere que é a quantidade de alimento, e não a sua qualidade, como se pensava até agora, que determina quem se torna a abelha-rainha.

Quais são os fatores que determinam qual é a abelha-rainha de uma colmeia? A sabedoria convencional determinou que a resposta para esta pergunta está na qualidade dos alimentos.

Supostamente, a geleia real dada às potenciais rainhas tem mais qualidade do que a geleia dada às outras larvas, causando o maior tamanho e capacidade reprodutiva que distingue uma rainha das restantes. No entanto, a pesquisa nesta área nunca conseguiu identificar uma única substância responsável pela mudança no seu desenvolvimento.

À procura de outra explicação, conta o site IFLScience, investigadores da Universidade Estadual da Dakota do Norte e do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos analisaram outra variável nas dietas larvais das abelhas: a quantidade de comida.

Para isso, criaram larvas em 72 grupos alimentares. Cada uma das nove qualidades de geleia real escolhidas (que continham diferentes quantidades de proteína e de hidratos de carbono) foram distribuídas em oito quantidades variadas para as larvas de abelhas após o seu quinto dia de desenvolvimento.

Um outro grupo de referência, que recebeu geleia de qualidade média, foi autorizado a alimentar-se como quisesse. De seguida, a sua rainha foi avaliada, usando características como o peso, a largura da cabeça e o comprimento da mandíbula.

Tal como escreveu a equipa no seu estudo, publicado, esta quarta-feira, na revista científica Proceedings of the Royal Society B: Biological Sciences, “quantidades maiores aumentaram a realeza dos adultos, independentemente da qualidade da dieta”.

Isto é, mesmo numa dieta de qualidade média, todas as abelhas que se alimentaram a seu bel prazer tornaram-se rainhas, e 58% daquelas com a maior quantidade de dieta também tinham esse status. Independentemente da qualidade, nenhuma abelha criada com a menor quantidade de dieta se tornou uma rainha.

“Durante muito tempo as pessoas pensaram que a geleia real continha uma substância especial que fazia de uma abelha rainha, mas descobrimos que se trata apenas da quantidade de comida”, explica ao mesmo site Julia Bowsher, uma das autoras do estudo.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.