Putin tem sinais de síndrome de Asperger

WEF / FFR

Vladimir Putin no World Economic Forum – Davos 2009

O Presidente russo pode sofrer de uma forma de autismo, a síndrome de Asperger, que o obriga a um “controlo máximo” de si próprio quando atravessa uma crise, segundo um relatório do Pentágono, datado de 2008, divulgado esta quinta-feira.

Depois de estudarem as expressões e os movimentos do seu rosto em vídeo, os analistas militares concluíram que o desenvolvimento neurológico de Vladimir Putin tinha sido perturbado na sua infância, dando a impressão de um desequilíbrio físico e de estar pouco à vontade nas relações com terceiros.

“Este sério problema de comportamento foi identificado pelos neurologistas como a síndrome de Asperger, uma forma de autismo que afeta todas as suas decisões”, afirmou a autora do relatório, Brenda Connors, da Escola de Guerra da Marinha, produzido num centro de reflexão do Pentágono.

Mas a instituição, equivalente a um Ministério da Defesa, minimizou o documento, revelado esta quinta-feira pelo diário USA Today, que nunca subiu ao gabinete do secretário da Defesa ou outros dirigentes militares.

Uma porta-voz do Pentágono, Valerie Henderson, disse à agência noticiosa AFP que o documento “nunca foi transmitido ao secretário [da Defesa] e não foi objeto de pedidos de dirigentes do Departamento da Defesa para o examinarem”.

Por outro lado, esta possibilidade só pode ser confirmada por um scanner do cérebro de Putin, segundo o relatório.

“Durante as crise, para se estabilizar e equilibrar as suas perceções (…), ele tem de se impor um controlo máximo”, explicou Connors, que estudou a linguagem corporal de outros dirigentes mundiais.

No documento do Pentágono considerou-se também que o olhar sempre fixo de Putin é a marca de uma falta neurológica e uma incapacidade de responder a sinais externos.

Putin apresenta uma “hipersensibilidade” e “uma forte dependência ao combate, às reações frias ou dando a impressão de fugir”, em vez de um comportamento social mais matizado, especificou-se ainda no relatório.

/Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Complicado. As atitudes de Putin lembram muito as de Adolf Hitler que, como se sabe, também não era lá muito bom da cabeça.

  2. Para quem tem uma doença tão grave e a governar tão bem qual será a doença dos nossos governantes? É que até fazia falta um Putin em Portugal.

  3. Como não dá confiança aos USA chamam-no de autista. O Pentágono bem podia analisar e estudar as doenças de quem os rodeia. Devem ser muito mais graves!

  4. É muito estranho que estudos como esses sejam divulgados agora. Claramente a ideia por trás desta matéria é muito mais para diabolizar Vladmir Putin. As conclusões deste estudo estão todas no sentido de procurar mostrar que todas as acções que têm ocorrido nos últimos tempos no leste da Europa é consequência de se ter uma pessoa com uma doença perigosa no poder na Rússia.

    De repente todas as teorias sobre Putin tem vindo a tona….É engraçado que estes mesmos estudiosos e ditos jornalistas sérios não têm a mesma disposição para fazer comentários ou estudos para os demais líderes mundias que não sabem viver num mundo em que é possível partilhar as diferenças sem o sentimento de querer governar e mandar em todas as nações.

    Parece que todos meios de comunicação estão alinhados para um único fim e comandados por um único poder.

    Triste Portugal, tão pequeno e tão incrédulo e repetitivo.

RESPONDER

Biólogo cria flor de vidro para desvendar segredo da língua do beija-flor

O biólogo Alejandro Rico-Guevara quis pôr à prova a teoria de que os beija-flor se alimentam através da "ação capilar". Os beija-flores são considerados os pássaros mais rápidos do mundo. Um estudo publicado em 2009 revelou …

Pais da Casa dos Horrores acusados de mais três crimes

O casal Turpin foi acusado de mais três crimes de abuso de menores e a mãe foi ainda acusada de um crime adicional de agressão. Foi marcada uma nova audiência preliminar para dia 14 de …

Altice diz que 99,5% dos clientes tiveram serviços repostos após fogos

A Altice esclareceu que 99,5% dos clientes afetados pelos incêndios tiveram os serviços repostos, depois de ser noticiada a morte de uma mulher na Sertã, cuja casa estava sem telecomunicações desde os fogos de outubro. De …

Com 80 anos, Miguel Castillo foi fazer Erasmus para Itália

Um espanhol, de 80 anos, decidiu que um ataque cardíaco não era motivo para parar de viver. Após reiniciar os estudos na Universidade de Valência, Miguel mudou-se agora para Verona, Itália, onde está a participar …

Governo dá mais um ano para prospeção de petróleo no Alentejo

O Governo prorrogou a licença de prospeção de petróleo por considerar que o atraso na operação não é da responsabilidade do consórcio que integra a Galp. O Governo deu luz verde à prorrogação, por um ano, …

Governo admite empréstimo adicional ao Novo Banco em 2018

O secretário de Estado adjunto e das Finanças sabe que o Novo Banco deverá ter prejuízos em 2017 e que, caso venha a ser necessária a intervenção do Estado, "não deverá haver nenhum impacto adicional" na dívida …

INEM altera sistema para responder mais rápido a reclamações

Depois de dois anos com dificuldades crescentes em responder, no prazo de 15 dias, a todas as queixas que lhe chegaram, o INEM prepara-se agora para mudar de sistema e, assim, recuperar o tempo de …

Noite sangrenta no Afeganistão com mais de 20 mortos em ataques suicidas

O Estado Islâmico e os Taliban reclamaram, este sábado, a autoria de uma vaga de ataques suicidas que varreu durante a noite o Afeganistão, provocando mais de 20 mortos em diversos pontos do país, segundo …

PSP e GNR identificam 70 discotecas e bares de risco

A PSP e a GNR identificaram 70 bares e discotecas em Lisboa, Porto e Albufeira, que representam risco para a segurança pública, no âmbito de uma avaliação pedida pelo Ministério da Administração Interna, em dezembro. Este …

Clima de tensão leva Rio a negociar com Costa fora do Parlamento

A primeira semana de Rui Rio não foi um mar de rosas. O novo líder prepara-se para enfrentar o partido e negociar com o Governo directamente sem passar pelo grupo parlamentar do PSD, caso a …