Putin assina decreto que facilita cidadania russa a ucranianos

O Presidente russo, Vladimir Putin, assinou esta quarta-feira o decreto que visa a simplificação do acesso a cidadania russa pelos ucranianos, ignorando as preocupações de Kiev e de países ocidentais sobre o agravamento da crise entre a Ucrânia e a Rússia.

De acordo com a medida publicada, os cidadãos ucranianos podem obter o passaporte russo de várias maneiras, nomeadamente aqueles que já possuem autorização de residência na Rússia. Esta decisão ocorre uma semana após Putin ter dado o mesmo benefício aos moradores das áreas separatistas pró-russas de Donbass, na Ucrânia.

De acordo com o decreto, os passaportes russos podem ser solicitados por via rápida, entre outros, por ucranianos com residência temporária em território russo, refugiados e aqueles que foram obrigados a deixar a Crimeia antes da anexação russa de março de 2014 e as suas famílias.

No dia 28 de abril, o Presidente eleito da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, disse que os ucranianos rejeitarão a oferta do homólogo russo de lhes conceder cidadania russa, e propôs por seu lado passaportes ucranianos para russos que sofrem do autoritarismo de Putin.

Zelensky afirmou que pretende acordar dar “cidadania ucraniana a pessoas de todas as nações que sofrem sob regimes autoritários e corruptos”, desde logo os russos, que “sofrem mais do que todos”. Zelensky, um comediante, foi eleito para a presidência ucraniana na semana passada e tomará posse no início de junho.

Também na sua mensagem no Facebook, Zelensky instou Moscovo a não usar com a Ucrânia “a linguagem das ameaças ou das pressões militares ou económicas”.

A União Europeia condenou imediatamente a primeira oferta de Putin de dar passaportes russos aos habitantes das regiões separatistas, acusando o Presidente russo de tentar “desestabilizar” a Ucrânia, neste período de transição presidencial.

As relações entre a Rússia e a Ucrânia estão tensas desde 2014, depois da anexação da Crimeia pela Rússia e com o apoio russo aos separatistas no leste da Ucrânia.

Presidente eleito da Ucrânia tinha anunciado como uma das prioridades para o seu mandato acabar com a guerra com a Rússia, que já matou mais de 15 mil pessoas. Na campanha eleitoral Zelensky não foi tão belicoso como era Poroshenko, relativamente à Rússia, e falou por várias vezes na intenção de encontrar uma solução pacífica para a zona de controlo separatista.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Novas restrições em Itália recebidas com protestos violentos

Manifestantes saíram à rua em várias cidades italianas, esta segunda-feira, para protestar contra as novas restrições anunciadas pelo Governo para controlar a pandemia de covid-19. De acordo com a agência Associated Press (AP), citada pelo jornal …

Número de Câmaras que devolvem parte do IRS duplicou numa década

O número de Câmaras Municipais que dão desconto no IRS aos munícipes, ao abrigo do Regime Financeiro das Autarquias locais, duplicou em dez anos. O número de Câmaras Municipais a efetuar descontos no IRS a favor …

"Melhor treinador de todos os tempos". Mourinho vai receber prémio na Web Summit

A Web Summit anunciou, esta terça-feira, que o treinador de futebol português vai ser premiado com o "Web Summit Innovation in Sport", durante o evento que decorre online entre 2 e 4 de dezembro. Em comunicado …

Afinal, novo apoio social vai chegar a 250 mil trabalhadores e custar 633 milhões de euros

As negociações do Governo com a esquerda levaram a alterações no novo apoio social, que deverá abranger mais 80 mil pessoas do que inicialmente estava previsto.  O novo apoio social previsto na proposta de Orçamento do …

Geringonça açoriana. PSD pondera ligação com CDS, PPM e Chega (e o PAN é o centro da disputa)

PSD leva em conta "casamento" político com CDS e PPM e estes podem ser opção para o executivo regional. Os sociais-democratas e os socialistas disputam o PAN. Após as eleições nos Açores, que se realizaram no …

"Dei-te quase tudo." PS dedica música ao Bloco, mas não vai em cantigas

"Dei-te quase tudo e quase tudo foi demais." A dedicatória do deputado socialista João Paulo Pedrosa resume a relação tensa do Governo com o Bloco de Esquerda. Sem acordo, parte das propostas no Código de …

Cristiano Ronaldo está a ser investigado em Itália por causa da covid-19

O ministro do Desporto de Itália, Vincenzo Spadafora, anunciou que está em curso uma investigação para "provar" que Cristiano Ronaldo quebrou o protocolo sanitário no âmbito da pandemia de covid-19. Em causa está o facto …

PEV vai abster-se na votação do Orçamento do Estado na generalidade

O Partido Ecologista "Os Verdes" junta-se ao PCP e ao PAN na abstenção da votação da proposta de Orçamento do Estado para 2021, cuja aprovação já está garantida. De acordo com o deputado José Luís Ferreira, …

Ovar volta a ativar Plano de Emergência Municipal

A Câmara Municipal de Ovar reativou o Plano Municipal de Emergência da Proteção Civil face ao aumento do número de casos de covid-19. Salvador Malheiro, decidiu ativar o Plano Municipal de Emergência, a partir das 00:00 …

Crocodilos africanos viveram em Espanha há seis milhões de anos

Há milhões de anos, várias espécies de crocodilos habitaram a Europa. Contudo, era improvável que crocodilos do género Crocodylus - de origem africana - tivessem vivido na bacia do Mediterrâneo. Os vestígios encontrados nas regiões …