“Publicidade enganosa”. Campanha do Pingo Doce sob fogo por iludir os clientes

16

Pingo Doce

A campanha promete produtos a “Preços de 2021”, mas as condições são escritas em letras pequeninas e de difícil legibilidade.

A promoção “Preços de 2021” do Pingo Doce está a ser acusada de conter publicidade enganosa.

A campanha, que promete produtos a preços antes da escalada de inflação de 2022, tem várias condições que são apresentadas aos consumidores com letras mais pequenas, de acordo com a NiT.

A publicação dá o exemplo de kiwis comprados numa loja no Porto a 18 de Janeiro. A etiqueta apresentava um preço de 1,99 euros por quilo, um desconto de mais de 35%.

No entanto, por baixo do sinal com o preço, estão escritas as condições da campanha em letra mais pequena — só se aplica a compras superiores a 20 euros e essa compra não pode incluir produtos da campanha “Preços de 2021”.

Ou seja, o cliente que não lê estas letras miudinhas chega à caixa a pensar que vai pagar 1,99 por quilo, mas acaba por pagar o preço original, bastante mais caro.

Os consumidores estão a criticar a campanha na publicação sobre a campanha na página do Pingo Doce, com o termo “publicidade enganosa” a ser uma das principais acusações feitas pelos clientes e com alguns até a dizer que é impossível ler as letras pequenas no expositor.

“Consideramos que tais práticas podem enquadrar-se como práticas comerciais desleais enganosas, na medida em que se entende serem suscetíveis de induzir em erro o consumidor relativamente elementos essenciais — o preço e até a existência de vantagem específica relativamente ao preço — podendo conduzir o consumidor a uma decisão de compra que não teria tomado de outro modo”, considera Ana Sofia Ferreira, coordenadora do Gabinete de Apoio ao Consumidor da DECO.

Esta não é a primeira vez que o Pingo Doce é acusado de publicade enganosa.

Em Dezembro, a cadeia lançou uma campanha onde oferecia um cabaz de Natal aos clientes, mas novamente incluiu as condições da campanha em letras pequenas no folheto — o cliente precisava de gastar pelo menos 100 euros e essa compra não podia incluir diversos produtos específicos da época, como bacalhau ou azeite.

A publicação no Facebook sobre a campanha também não continha estes requisitos.

  Adriana Peixoto, ZAP //

16 Comments

  1. Já são várias as promoções enganosas do pingo doce (não quero dizer que os outros não façam também promoções enganosas, mas a notícia fala deste).
    .
    Lembram-se da campanha que tinha um desconto maior se for mais de 2 KG?
    Essa era uma armadilha que enganou muita gente, pois muitos levavam menos de 2 KG e depois tinha um desconto menor (o que estava nas letras pequenas).

    A ajudar a isso está o talão, que mostra o preço sem desconto e por baixo o desconto sobre o valor final, ou seja, para saber se foi enganado, tem de fazer as contas, pois em lado nenhum aparecia o preço por KG depois do desconto!
    Ainda agora é assim no talão, por isso, se voltarem a fazer uma campanha idêntica, vai voltar a enganar muita gente

  2. Não eram estes que diziam: “vá ao pingo doce…e deixe -se de talões, promoções e outras confusões?…” A maior parte dos pingos doces, mais parecem mercearias de bairro…

  3. Hoje em dia só pensam em lucros sem ética. Coisa de pessoas sem valores. E a culpa da inflação é também destes gestores, são eles que a promovem. A única forma é não ligar a campanhas e as entidades competentes aplicarem multas bem pesadas.

  4. Já repararam que a prática de dumping continua proibida em Portugal? Se com de terminadas condições conseguem vender aos preços de 2021 (sem perder dinheiro) porque motivo pagamos no dia a dia os preços de 2023?! Essas letras já me enganaram, paguei as laranjas ao preço de 2023!!! Já repararam que os preços andam cada vez mais escassos nas lojas? Há cada vez mais artigos sem a indicação do preço na prateleira…
    Tudo isto são práticas condenáveis e que deveriam ser condenadas por força de lei!!!

  5. O. Saco de comida para gatos tanto está a 14 euros como o mesmo saco está a 23 e ainda dizem que está em promoção, inacreditável, agora vou ao Mercadona os iogurtes são muito mais baratos 40 cêntimos em cada 4

  6. Os preços que estão no predoto são alterados na caixa de pagamento e faz uns descontos e no fim da fatura diz teve tanto de poupança mas não teve nada a poupança que teve foi o que eles aumentaram na fatura em relação aos preços que estavam nos predutos

  7. Um País onde o povo só é unido na hora do futebol, a tendência é piorar cada vez mais, se é na América, as pessoas simplesmente não entram mais naquele comércio e o comerciante vai a loucura com a queda das vendas.
    Mas enquanto as pessoas estão preocupadas em ficar agredindo umas às outras em posts e comentários, os governantes e os comerciantes continuam fazendo o q o é bem entendem.
    Menos blá blá blá e mais ATITUDE!!!
    Isso é o que provoca mudanças.

  8. Não se percebe, á algum tempo li uma notícia de que estes artistas tinham sido multados por combinação dos preços, mas o regabofe continua, quem fazia compras nas grandes superfícies como era o meu caso, apercebe-se do oportunismo que está a haver, concordo que alguns bens tenham sofrido alterações, mas os aumentos são gerais e com percentagens exageradas, estes senhores ficam sempre impunes e quem paga é sempre o mesmo, se isto com multas não se resolve, á terceira vez que fossem apanhados . retiravam – lhes os alvarás por períodos considerados normais, assim não passamos disto,.e eles ainda brincam e até metem as sedes das empresas no estrangeiro para não pagarem impostos em Portugal.

  9. Comigo aconteceu o mesmo. Não reparei nas letras pequeninas e estava com pressa e so depois é que percebi que tinha sido enganada.

  10. Se for comprar comida feita no pingo doce tenho que comprar a caixa de plástico para a levar, ainda por cima além da compra do recipiente aonde é colocada a comida, pesam também a comida incluindo o próprio recipiente portanto esse recipiente e vendido duas vezes.so vigarices.

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.