Publicar execuções do Estado Islâmico vale perda de imunidade a Le Pen

European Parliament / Flickr

Marine Le Pen num comício da Frente Nacional

A Assembleia Nacional francesa decidiu esta quinta-feira retirar a imunidade parlamentar à líder do partido de extrema-direita Frente Nacional, Marine Le Pen, que publicou no Twitter fotos de execuções do grupo extremista Estado Islâmico (EI), disseram fontes parlamentares.

O fim da imunidade de Marine Le Pen, decidida pela Mesa da Assembleia Nacional após um pedido judicial, deve permitir a emissão de um “mandado de condução” para apresentação mediante a convocação do juiz, de acordo com as fontes.

Em dezembro de 2015, Marine Le Pen publicou três fotografias de execuções no Twitter com o comentário “Estado Islâmico é isto”. Era o seu protesto contra um paralelismo entre a origem dos jihadismo francês e o crescimento da Frente Nacional, feito pelo jornalista Jean-Jacques Bourdin na televisão BFM, numa entrevista ao especialista em Islão Gilles Kepel, descreve o Público.

Marine le Pen removeu de imediato uma das fotografias, a de James Foley, que “chocou profundamente” a família do jornalista norte-americano decapitado pelo Estado Islâmico.

Le Pen avança como justificação para o uso destas imagens mostrar que é indigno fazer comparações entre o seu partido e o Daesh. “Têm de perceber a gravidade das suas palavras, olhando para a atrocidade dos crimes do Daesh“, afirmou e comparou o seu ato com a publicação por muitos media em todo o mundo da foto de Aylan, a criança refugiada síria afogada ao tentar chegar com a sua família à Turquia em 2016.

A liberdade de expressão e de denúncia, que é consubstanciada no papel do deputado, morreu com esta decisão de baixa política“, declarou a presidente da Frente Nacional à agência de notícias AFP.

É melhor ser um jihadista’na Síria do que um deputado que denuncia as abjeções do Estado Islâmico”, acrescentou.

Outro deputado da extrema-direita, Gilbert Collard, também está a ser investigado pelas mesmas razões.

O Parlamento europeu aceitou, em março, retirar a imunidade de Marine Le Pen. No entanto, Le Pen conseguiu eleger-se deputada em França em junho, tendo abandonado o cargo político em Bruxelas.

No fim de setembro, o Parlamento francês retirou a imunidade de Gilbert Collard, que já interpôs um recurso no tribunal administrativo.

Por estes crimes Marine Le Pen poderá ser condenada a uma pena até três anos de cadeia e 75 mil euros de multa.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

”Terrível engano”. Programa do Governo para incentivar regresso dos emigrantes exclui as ilhas

O Programa Regressar, criado em 2019 pelo Governo da República para incentivar o regresso dos emigrantes ao país, descrimina os Açores e a Madeira. O Governo prolongou os apoios (que podem chegar aos 7679 euros por …

Relatório alerta que parte da produção de painéis solares depende da exploração de uigures

A região de Xinjiang, na China, evoluiu nas últimas duas décadas e tornou-se num importante centro de produção para muitas das empresas que fornecem ao mundo as peças necessárias para a construção de painéis solares. No …

Morreu a atriz brasileira Eva Wilma. Tinha 87 anos

A atriz de brasileira Eva Wilma morreu este sábado aos 87 anos no hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde estava internada desde abril devido a um cancro de ovário. A artista tinha sido internada a …

Marcelo quer descentralizar poder para regionalizar bazuca europeia

Marcelo Rebelo de Sousa quer desconcentrar poderes do Estado central para as comissões de coordenação e desenvolvimento regio­nal (CCDR), já a pensar na execução dos milhões que vão chegar de Bruxelas. A perspetiva do Chefe de …

Humanos mudam os ecossistemas com fogo há quase 100 mil anos

Um novo estudo mostra que os humanos têm mudado o ambiente em que vivem recorrendo ao fogo há pelo menos 92 mil anos. Ao chegar a novas terras, os humanos usaram o fogo para as mudar …

Catarina Martins considera “absurda” proposta de reforma das Forças Armadas

A coordenadora do BE, Catarina Martins, considerou a proposta de reforma das Forças Armadas feita pelo Governo “absurda” e de “absoluta submissão à NATO”. “A proposta do Governo é absurda, é uma proposta que centraliza decisões, …

Egito abre fronteira com Gaza. EUA deixam aviso a Israel (e UE reúne de emergência)

O Egito abriu este sábado a fronteira terrestre com Gaza e enviou 10 ambulâncias para o enclave palestiniano para transportar para os hospitais egípcios palestinianos que ficaram feridos nos bombardeamentos israelitas, indicaram responsáveis médicos. Segundo o …

Cientistas identificam novo tipo de resposta ao stress desencadeada pela condução

Toda a gente conhece a sensação física de quando estamos num carro a acelerar. Mas poucos sabem o que isso pode estar a fazer ao nosso corpo. De acordo com o site Science Alert, cientistas investigaram …

Portugal regista recorde diário de 125 mil pessoas vacinadas. DGS põe de lado dispensa de máscara

No sábado foram administradas em Portugal 125 mil vacinas contra a covid-19, um novo recorde diário no país, segundo informação divulgada pela task force que coordena o programa de vacinação. "Ao todo foram administradas, durante o …

Estar com cães de terapia pode trazer benefícios que duram semanas

Um novo estudo mostra que os efeitos positivos associados a passar tempo com cães de terapia podem durar até seis semanas. Em muitas universidades norte-americanas, os alunos têm a possibilidade de frequentar programas específicos para reduzir …