PSP impede manifestantes de entrar no Ministério das Finanças com bastões e gás pimenta

Nuno Fox / Lusa

Feirantes e elementos da polícia confrontam-se durante a manifestação organizada pela Associação Portuguesa de Empresas de Diversão (APED) em frente ao Ministério das Finanças

Feirantes e elementos da polícia confrontam-se durante a manifestação organizada pela Associação Portuguesa de Empresas de Diversão (APED) em frente ao Ministério das Finanças

Os profissionais de empresas de diversão tentaram forçar hoje de manhã a entrada no edifício do Ministério das Finanças para “assinar o livro de reclamações”, tendo a PSP usado bastões e gás pimenta para os travar.

Os manifestantes estão desde as 8h a protestar em frente ao Ministério das Finanças, no Terreiro do Paço, em Lisboa, exigindo serem recebidos pelo secretário de Estado das Finanças para falar sobre o setor.

Como não foram recebidos, tentaram entrar no edifício para “assinar o livro de reclamações, segundo disse à agência Lusa o presidente da Associação Portuguesa de Empresas de Diversão (APED), Luís Paulo Fernandes.

No Terreiro do Paço, segundo constatou a agência Lusa, estão carros de diversão que os profissionais costumam utilizar nas manifestações, no dia em que a APED inicia três dias de protesto pela “sustentabilidade da atividade“.

Empunhando cartazes nos quais se pode ler frases como “Governo e deputados tenham vergonha” e “Basta. Não fizeram nada”, os manifestantes vão terminar o dia com uma vigília no Palácio de Belém.

No local existe uma forte presença policial.

“Apelo a que os empresários não desistam. É preciso ter esperança e lutar. Estamos há três anos à espera de uma resposta. Aqui luta-se pela sobrevivência. Eles [empresários] estão em silêncio e, como tal, não sei quantos são aqueles que se vão concentrar”, disse à agência Lusa o presidente da APED, Luís Paulo Fernandes.

Desde 2013 que estes empresários lutam pela aplicação da resolução 80/2013, aprovada por todos os partidos políticos no parlamento e publicada em Diário da República.

O documento “recomenda ao Governo o estudo e a tomada de medidas específicas de apoio à sustentabilidade e valorização da atividade das empresas itinerantes de diversão“.

As manifestações começam esta terça-feira e prolongam-se por quarta e quinta-feira frente aos ministérios das Finanças, da Economia e da Cultura, ao Palácio de Belém, à Presidência do Conselho

Os membros da APED pretendem, ainda, realizar desfiles nestes dias nas avenidas Infante D. Henrique e de Brasília, Belém, avenidas Infante Santo e Álvares Cabral, Rotunda Marques de Pombal e Segunda Circular.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Sondas espaciais com "cunho" português vão passar perto de Vénus

As sondas espaciais europeias Solar Orbiter e BepiColombo, ambas com tecnologia e ciência portuguesas, vão passar perto de Vénus a 9 e 10 de agosto, respetivamente, anunciou esta segunda-feira a Agência Espacial Europeia (ESA). A passagem …

Elvis Presley terá morrido de doenças genéticas (e não por overdose de medicamentos)

Segundo um novo livro de Sally Hoedel, a morte de Elvis Presley estará, afinal, relacionada com o tratamento para doenças congénitas das quais sofria. O cantor norte-americano, que morreu há quase 44 anos, estava fortemente medicado …

A cidade mais populosa de África está a viver em contra-relógio

Os habitantes da Nigéria, o país mais populoso de África, já estão habituados a contornar as inundações anuais que invadem o país. No entanto, este ano a situação saiu fora do controlo, com o principal …

"Pensávamos que a Casa Branca mandava". Biden sob fogo devido ao fim da proibição dos despejos

A inacção de Joe Biden perante o fim das moratórias que proíbem os despejos durante a pandemia está a ser criticada até dentro do próprio Partido Democrata. A moratória federal aos despejos acabou este sábado, para …

Na ausência de Biles, Sunisa Lee coroou-se rainha da ginástica. É a primeira hmong a ganhar ouro

Sunisa Lee chegou a Tóquio com a missão de ajudar os Estados Unidos a garantir o ouro e de garantir a presença em finais individuais de aparelhos. Com o abandono de Biles, tornou-se a estrela …

Presidente afegão culpa retirada “abrupta” dos EUA pelo rápido avanço dos talibãs

O chefe de Estado afegão prometeu vencer o conflito com as milícias talibãs e os Estados Unidos dizem-se prontos a receber mais milhares de refugiados. O Presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, prometeu esta segunda-feira vencer o …

42% das pessoas em enfermaria no Hospital de são João têm vacinação completa

No Centro Hospitalar de São João (CHSJ), 42% das pessoas internadas em enfermaria e 15% das internadas em unidades de cuidados intensivos tinham a vacinação completa. Segundo os últimos dados da Direção-Geral da Saúde (DGS), apenas …

António Oliveira e uma arbitragem "conveniente"

Athletico Paranaense perdeu novamente no Brasileirão e a equipa de arbitragem ajudou os vencedores, queixou-se o treinador português. O Athletico Paranaense, líder do Brasileirão nas primeiras jornadas, está numa fase negativa: apenas uma vitória nas últimas …

André Ventura - Chega

Autárquicas. Chega concorre sozinho a 220 municípios para avaliar o seu "impacto"

André Ventura anunciou esta segunda-feira que o Chega irá concorrer nas eleições autárquicas a “cerca de 220 municípios” do país, sublinhando que o partido vai a votos sozinho para avaliar o seu “impacto”, mas sem …

Ex-guarda nazi julgado aos 100 anos por cumplicidade em assassinatos

Um homem de 100 anos que supostamente serviu como guarda num campo de concentração nazi será julgado em outubro por cumplicidade no assassinato de mais de 3.500 pessoas durante a Segunda Guerra Mundial, informou a …