PSI20 cai 5,8% em segunda-feira negra das bolsas europeias

O principal índice da bolsa de Lisboa (PSI20) encerrou esta segunda-feira a perder 5,8%, a maior queda desde 2008, com todas as cotadas a cair.

O dia foi de fortes perdas nas bolsas europeias, penalizadas pela inquietação quanto à economia chinesa e ao crescimento mundial.

O PSI20 encerrou em 4.981,26 pontos e o Banif foi o título que mais recuou (-10,34%).

Na Europa, Londres terminou a sessão a perder 4,67%, Paris caiu 5,35%, Frankfurt recuou 4,70% e Madrid cedeu 5,01%, num dia negro para os mercados após a queda de 8,49% registada na bolsa de Xangai.

No seguimento da recente desvalorização do yuan pelo Banco da China, que levou à queda global das bolsas, agora a medida do Governo chinês – permitir que os fundos de pensões públicos no país pudessem adquirir (até 30%) em acções – “não teve os resultados esperados” e “aprofundou a desconfiança” dos investidores, adiantaram esta manhã analistas citados pela Bloomberg.

“A forte turbulência instalou-se nos mercados com as principais bolsas da Ásia, Europa e dos Estados Unidos a baterem mínimos dos últimos anos. Também as matérias-primas, nomeadamente o preço do petróleo, estão a apresentar quedas muito acentuadas”, salientaram, lembrando que se trata de “uma segunda-feira negra“.

Quedas nas bolsas indiciam receios de uma nova recessão mundial

Os analistas contactados pela Lusa consideram que as quedas generalizadas nos mercados bolsistas devem-se à desvalorização da moeda chinesa e ao receio de uma nova recessão mundial, mas dizem não se tratar do início de um ciclo de perdas.

As principais praças financeiras da Europa registaram fortes descidas, penalizadas pelo desempenho das bolsas asiáticas, sobretudo a queda da bolsa de Xangai, a maior em oito anos.

Contactado pela agência Lusa, Rui Bárbara, gestor de ativos do Banco Carregosa, explicou que estas quedas “foram desencadeadas pela desvalorização da moeda chinesa” que levou os investidores a concluíram que o abrandamento da economia chinesa “pode estar pior do que se julgava”.

Para Rui Bárbara, “no fundo, o que está a causar todos estes movimentos de venda é o receio de que o mundo entre em recessão outra vez”, embora afaste a possibilidade de se tratar de o início de um ciclo de perdas.

“Neste momento, não pressinto que seja um problema semelhante ao vivido em 2008, a seguir à falência do Lehman Brothers. O facto de estarmos em agosto, um período com menos liquidez, também contribui para que as quedas pareçam maiores. Mas é difícil prever onde o rebentar de uma bolha na China nos pode levar”, afirmou o gestor de ativos do Banco Carregosa.

Também Rui Bernardes Serra, economista-chefe do Montepio, considerou que há três fatores que explicam o desempenho dos mercados na sessão desta segunda-feira: os receios em relação ao abrandamento económico da China, as dúvidas em relação à capacidade da economia norte-americana e ainda a situação política grega que se complicou com a demissão do primeiro-ministro.

“Este sentimento negativo nos mercados ocorre num período que é normalmente marcado pela baixa liquidez, devido ao período de férias, e resultou dos receios em relação a um abrandamento pronunciado por parte da China (…) A penalizar o sentimento têm estado também os receios dos investidores em relação à capacidade da economia americana manter o ímpeto de crescimento, atendendo ao impacto cumulativo do abrandamento da China, do dólar forte e do impacto da expectativa de subida de taxas por parte da Fed”, disse Rui Bernardes Serra em resposta à Lusa.

Além disso, o economista do Montepio destacou ainda que os eventos “estavam a ser favoráveis na Grécia”, depois de o parlamento alemão ter aprovado o terceiro resgate aos gregos, mas sublinhou que “a situação política se adensou com a demissão do primeiro-ministro grego”.

Questionado sobre se antecipa que esta queda bolsista se trata de um movimento de longa duração, Rui Bernardes Serra considerou que, “no pressuposto de que a China não está de facto a abrandar de uma forma demasiado intensa e que não existem surpresas negativas escondidas (…), espera-se que os mercados acionistas recuperem, ademais se as taxas de juro de longo prazo nas principais economias continuarem baixas”.

No entanto, o economista do Montepio entende que, “se as taxas de juro de longo prazo caminhassem mais rapidamente para os seus valores médios históricos”, provavelmente poderia haver “uma recuperação lenta dos mercados de ações”.

No caso do PSI20, que fechou hoje a perder 5,80%, com todas as cotadas a desvalorizarem, Rui Bárbara, do Banco Carregosa, disse que esta queda foi “provocada essencialmente pelo arrastar da tendência do exterior”, a qual foi “comum aos principais mercados na sessão de hoje”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

A icónica tapeçaria "Guernica" de Picasso foi retirada da ONU. Rockfeller pediu-a de volta

A icónica tapeçaria "Guernica", de Pablo Picasso, foi retirada do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) onde estava há mais de 30 anos. A pintura “Guernica”, considerada uma das obras-primas de Picasso …

Este robô-tartaruga não precisa de circuitos eletrónicos para andar. Basta ar

O robô macio de quatro patas, criado por uma equipa da Universidade da Califórnia, não precisa de nenhum circuito eletrónico para funcionar. Os robôs macios têm captado a atenção dos cientistas e o mais recente, criado …

Norte-americano cria secretária para manter crianças seguras durante os tiroteios nas escolas

Um norte-americano desenvolveu uma secretária à prova de bala para assegurar um lugar seguro às crianças dos Estados Unidos em situações de tiroteio. Passaram três anos desde que, a 14 de fevereiro de 2018, Nikolas Cruz entrou …

A Cidade do México proibiu tampões menstruais com aplicador. Agora, as mulheres estão furiosas

A Cidade do México já tinha proibido outros objetos compostos por plástico, como é o caso de copos e palhinhas, mas agora foi mais longe e resolveu banir os tampões menstruais que contém aplicadores. No …

Benfica 2-0 Rio Ave | Águia volta a voar

O Benfica regressou às vitórias na Liga NOS, três jogos depois. A formação “encarnada” recebeu e venceu o Rio Ave por 2-0, com os dois golos apontados por Haris Seferovic e Pizzi numa segunda parte …

Criança de dois anos cai do 12º andar (mas acaba por ser salva por estafeta)

No passado domingo, em Honói, na capital do Vietname, um estafeta salvou a vida de uma criança de dois anos que caiu do 12° andar de um prédio. Nguyen Ngoc Manh é agora conhecido como …

Em França, livrarias e lojas de discos são agora "comércio essencial"

O decreto de lei do Governo francês, publicado na última sexta-feira, incluiu as livrarias e lojas de discos na lista do chamado "comércio essencial", podendo permanecer abertas em caso de confinamento. Em declarações à agência France-Presse, …

Icebergue maior que Nova Iorque parte-se perto de estação de investigação na Antártida

Um icebergue gigante partiu-se esta sexta-feira na plataforma de gelo de Brunt, na Antártida, perto de um posto de investigação do British Antartic Survey (BAS). O bloco de gelo, com 1.270 quilómetros quadrados, será ainda maior …

A Greenpeace está a atirar pedras gigantes para o Mar do Norte. Eis a razão

Na semana passada, a Greenpeace atirou pedras gigantes ao mar ao redor do Reino Unido. Esta ação faz parte do objetivo da organização de acabar com os barcos de pesca de arrasto no fundo do …

Deco avança para tribunal contra Apple por manipulação de desempenho dos iPhones 6

A Deco Proteste anunciou esta segunda-feira que avançou com uma ação judicial contra a Apple, acusando-a de práticas enganosas por ter manipulado os iPhones 6, 6 Plus, 6S e 6S Plus para se tornarem obsoletos …