PSI20 cai 5,8% em segunda-feira negra das bolsas europeias

O principal índice da bolsa de Lisboa (PSI20) encerrou esta segunda-feira a perder 5,8%, a maior queda desde 2008, com todas as cotadas a cair.

O dia foi de fortes perdas nas bolsas europeias, penalizadas pela inquietação quanto à economia chinesa e ao crescimento mundial.

O PSI20 encerrou em 4.981,26 pontos e o Banif foi o título que mais recuou (-10,34%).

Na Europa, Londres terminou a sessão a perder 4,67%, Paris caiu 5,35%, Frankfurt recuou 4,70% e Madrid cedeu 5,01%, num dia negro para os mercados após a queda de 8,49% registada na bolsa de Xangai.

No seguimento da recente desvalorização do yuan pelo Banco da China, que levou à queda global das bolsas, agora a medida do Governo chinês – permitir que os fundos de pensões públicos no país pudessem adquirir (até 30%) em acções – “não teve os resultados esperados” e “aprofundou a desconfiança” dos investidores, adiantaram esta manhã analistas citados pela Bloomberg.

“A forte turbulência instalou-se nos mercados com as principais bolsas da Ásia, Europa e dos Estados Unidos a baterem mínimos dos últimos anos. Também as matérias-primas, nomeadamente o preço do petróleo, estão a apresentar quedas muito acentuadas”, salientaram, lembrando que se trata de “uma segunda-feira negra“.

Quedas nas bolsas indiciam receios de uma nova recessão mundial

Os analistas contactados pela Lusa consideram que as quedas generalizadas nos mercados bolsistas devem-se à desvalorização da moeda chinesa e ao receio de uma nova recessão mundial, mas dizem não se tratar do início de um ciclo de perdas.

As principais praças financeiras da Europa registaram fortes descidas, penalizadas pelo desempenho das bolsas asiáticas, sobretudo a queda da bolsa de Xangai, a maior em oito anos.

Contactado pela agência Lusa, Rui Bárbara, gestor de ativos do Banco Carregosa, explicou que estas quedas “foram desencadeadas pela desvalorização da moeda chinesa” que levou os investidores a concluíram que o abrandamento da economia chinesa “pode estar pior do que se julgava”.

Para Rui Bárbara, “no fundo, o que está a causar todos estes movimentos de venda é o receio de que o mundo entre em recessão outra vez”, embora afaste a possibilidade de se tratar de o início de um ciclo de perdas.

“Neste momento, não pressinto que seja um problema semelhante ao vivido em 2008, a seguir à falência do Lehman Brothers. O facto de estarmos em agosto, um período com menos liquidez, também contribui para que as quedas pareçam maiores. Mas é difícil prever onde o rebentar de uma bolha na China nos pode levar”, afirmou o gestor de ativos do Banco Carregosa.

Também Rui Bernardes Serra, economista-chefe do Montepio, considerou que há três fatores que explicam o desempenho dos mercados na sessão desta segunda-feira: os receios em relação ao abrandamento económico da China, as dúvidas em relação à capacidade da economia norte-americana e ainda a situação política grega que se complicou com a demissão do primeiro-ministro.

“Este sentimento negativo nos mercados ocorre num período que é normalmente marcado pela baixa liquidez, devido ao período de férias, e resultou dos receios em relação a um abrandamento pronunciado por parte da China (…) A penalizar o sentimento têm estado também os receios dos investidores em relação à capacidade da economia americana manter o ímpeto de crescimento, atendendo ao impacto cumulativo do abrandamento da China, do dólar forte e do impacto da expectativa de subida de taxas por parte da Fed”, disse Rui Bernardes Serra em resposta à Lusa.

Além disso, o economista do Montepio destacou ainda que os eventos “estavam a ser favoráveis na Grécia”, depois de o parlamento alemão ter aprovado o terceiro resgate aos gregos, mas sublinhou que “a situação política se adensou com a demissão do primeiro-ministro grego”.

Questionado sobre se antecipa que esta queda bolsista se trata de um movimento de longa duração, Rui Bernardes Serra considerou que, “no pressuposto de que a China não está de facto a abrandar de uma forma demasiado intensa e que não existem surpresas negativas escondidas (…), espera-se que os mercados acionistas recuperem, ademais se as taxas de juro de longo prazo nas principais economias continuarem baixas”.

No entanto, o economista do Montepio entende que, “se as taxas de juro de longo prazo caminhassem mais rapidamente para os seus valores médios históricos”, provavelmente poderia haver “uma recuperação lenta dos mercados de ações”.

No caso do PSI20, que fechou hoje a perder 5,80%, com todas as cotadas a desvalorizarem, Rui Bárbara, do Banco Carregosa, disse que esta queda foi “provocada essencialmente pelo arrastar da tendência do exterior”, a qual foi “comum aos principais mercados na sessão de hoje”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Descoberta classe de objetos bizarros perto do enorme buraco negro da Via Láctea

Astrónomos da Iniciativa Órbitas do Centro Galáctico da UCLA (Universidade da Califórnia) descobriram uma nova classe de objetos bizarros no centro da Via Láctea, não muito longe do buraco negro supermassivo chamado Sagitário A*. "Estes objetos …

David Lynch lança curta-metragem no Netflix em dia de aniversário

O realizador norte-americano lançou no Netflix, esta segunda-feira, uma curta-metragem de 17 minutos. David Lynch lançou, esta segunda-feira, no dia do seu 74.º aniversário, uma curta-metragem de 17 minutos no Netflix, escreve o jornal Público. "What Did …

Dois homens confessam ter roubado (e depois devolvido) quadro de Klimt

A dupla de assaltantes disse que tinha roubado a pintura, em fevereiro de 1997, e que a devolveu "como um presente para a cidade". Dois homens confessaram ter roubado, e logo depois devolvido, a pintura de …

Ozzy Osbourne revela que tem Parkinson

O músico britânico, de 71 anos, revelou, esta terça-feira, que foi diagnosticado com a doença de Parkinson. De acordo com o The Guardian, Ozzy Osbourne fez esta revelação durante uma entrevista no programa Good Morning America, …

Jorja Smith regressa ao NOS Alive em 2020

A cantora britânica é a mais recente confirmação do NOS Alive 2020. O Passeio Marítimo de Algés volta assim a receber Jorja Smith pelo segundo ano consecutivo. “A artista que fez história com um dos concertos …

Confirmada a autenticidade de um raro auto-retrato de Van Gogh

Os principais especialistas holandeses da obra de Van Gogh concluíram que um auto-retrato de 1889 foi realmente pintado pelo artista. A notícia é avançada pelo jornal local holandês Dutch News, que recorda que a autenticidade desta …

Serviço de streaming Disney+ chega a Portugal no verão

O serviço de streaming da Disney chega à Europa a 24 de março. Reino Unido, Irlanda, França, Alemanha, Itália, Espanha, Áustria e Suíça serão os primeiros países a receber o Disney+. Em Portugal, a plataforma …

Tal como os cães, lobos bebés também brincam ao "busca" (e surpreendem os cientistas)

Brincar ao "busca" com o seu cão não é tão fácil como parece. É uma habilidade tão avançada que muitos cientistas acreditam que só terá aparecido após milhares de anos de domesticação. No entanto, isto pode …

Corpo de Paulo Gonçalves chega a Portugal na quinta-feira

O corpo do piloto português chega a Portugal, esta quinta-feira, ao final da manhã, disse à agência Lusa fonte da Secretaria de Estado das Comunidades. O corpo de Paulo Gonçalves, que morreu na sequência de queda na sétima …

Braga 2-1 Sporting | Minhotos domam "leão" e garantem final

O Sporting de Braga está na final da Allianz Cup. A formação minhota, anfitriã da “final four”, bateu o Sporting – ainda detentor do título – na primeira das meias-finais, por 2-1, num jogo bem …