PSD marca Conselho Nacional extraordinário para 6 de novembro

José Sena Goulão / Lusa

Rui Rio com Paulo Rangel, PSD

Antecipação da data do Congresso dos sociais-democratas é um desejo já admitido publicamente por Paulo Rangel, eurodeputado e adversário de Rui Rio pela liderança do partido.

O PSD marcou um Conselho Nacional extraordinário para 6 de novembro, de acordo com a convocatória disponível no site do partido. O único ponto da ordem de trabalhos é a “análise da situação política decorrente da não aprovação do Orçamento do Estado para 2022 e da previsível dissolução da Assembleia da República, e alteração da Eleição do Presidente da Comissão Política Nacional e do 39.º Congresso Nacional e respetivo cronograma“.

Assim sendo, os conselheiros deverão mesmo abordar e votar a possibilidade de o Congresso do partido se realizar antes de 14 e 15 de janeiro, tal como Paulo Rangel, eurodeputado e candidato à liderança dos sociais-democratas, já manifestou ser sua vontade.

As eleições diretas do PSD estão agendadas para 4 de dezembro.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.