PS, PSD e CDS votam contra nacionalização do Novo Banco

O PS, PSD e CDS-PP devem, esta sexta-feira, “chumbar” os projetos de resolução de PCP e BE para a nacionalização do Novo Banco, que serão discutidos e votados na Assembleia da República.

Segundo fontes partidárias, socialistas, sociais-democratas e democratas-cristãos vão inviabilizar ambas as iniciativas que incluem a conceção de um novo plano estratégico para a instituição bancária.

O projeto de resolução dos comunistas refere a “necessidade urgente de assegurar a direção pública do Novo Banco, adquirindo ao fundo de resolução a totalidade do capital, com a respetiva remuneração dos empréstimos concedidos, a nomeação dos órgãos sociais e a elaboração de um plano estratégico para a banca pública que estabeleça os objetivos materiais e temporais”.

O texto bloquista recomenda ao Governo do PS que “proceda à nacionalização do Novo Banco” e promova e garanta uma “rigorosa avaliação do seu balanço”, “a melhor defesa dos interesses financeiros do Estado e o apuramento consequente de todas as responsabilidades, anteriores e decorrentes da resolução”, além de um “debate alargado e democrático sobre o seu desígnio estratégico”.

O ministro das Finanças, Mário Centeno, nas últimas declarações que proferiu sobre a venda do Novo Banco, disse que o processo avança “com bastante intensidade”.

Mário Centeno escusou-se, contudo, a fixar uma data limite para a conclusão da venda do Novo Banco, alegando que tal “nunca é bom nem saudável” num processo de negociação que está a cargo do Banco de Portugal (BdP).

O Novo Banco foi criado em agosto de 2014 para trasladar os ativos menos tóxicos do extinto BE, mas acumulou dois mil milhões de euros de prejuízo desde então.

Através do fundo de resolução da banca, o Estado injetou 3.900 milhões de euros nesta instituição bancária devido aos riscos de contaminação do setor e, entretanto, dilatou os prazos para que os restantes bancos do mercado o reembolsassem.

Em setembro de 2015, um primeiro processo de venda foi cancelado porque o BdP considerou que nenhuma das propostas apresentadas era suficientemente razoável.

// Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. E Costa feliz ! Ora à Direita ora à esquerda, vai conseguindo que a geringonça não pare.
    Nacionalizar o NB era uma cavalada maior que a nacionalização do BPN !
    Comunas e Bloquistas têm um sonho… meter todos os portugueses a trabalhar no Estado, e eles a controlarem.

  2. Estranho o PS votar contra a nacionalização, não dá para entender! Qualquer das soluções será penalizadora para o cidadão quer o moribundo morra ou seja mantido a oxigénio.

Responder a Nb Cancelar resposta

Mário Ferreira torna-se o segundo maior acionista da Cofina

O empresário português vai investir 20 milhões de euros no aumento de capital da Cofina, o suficiente para tornar-se o segundo maior acionista da empresa. De acordo com o semanário Expresso, o empresário Mário Ferreira deverá …

Índia dá às mulheres direitos iguais aos dos homens em cargos militares

O Supremo Tribunal indiano decidiu que as mulheres têm os mesmos direitos que os homens para assumir funções de liderança no exército da Índia e criticou os argumentos do Governo que considera perpetuarem "estereótipos de …

Identificado 12.º caso suspeito de coronavírus em Portugal

A Direção-Geral da Saúde (DGS) informou, esta terça-feira, que foi validado um novo caso suspeito de infeção por novo coronavírus (Covid-19) em Portugal. De acordo com o comunicado da Direção-Geral da Saúde (DGS), citado pelo jornal …

Autoridade Tributária alerta contribuintes para novo e-mail fraudulento

A Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) alertou, esta terça-feira, para um e-mail que está a ser enviado aos contribuintes, solicitando-lhes que regularizem dívidas fiscais e avisa que a mensagem é falsa e deve ser apagada. Num …

União Europeia acrescenta quatro paraísos fiscais à "lista negra"

Ilhas Caimão, Palau, Panamá e Seicheles juntam-se a Samoa Americana, Fiji, Guame, Samoa, Omã, Trindade e Tobago, Vanuatu e Ilhas Virgens Americanas na lista de não respeitadores das regras comunitárias. O Conselho da União Europeia (UE) …

"Relação estava cristalizada". PS satisfeito com retoma do "diálogo cordial" com CDS

O presidente do PS saudou, esta terça-feira, a "retoma" de um relacionamento "cordial" com a nova direção do CDS-PP em torno de matérias de interesse nacional, considerando que se verificou uma transição e acabou uma …

Ministra espanhola não pensa "nem um segundo" em substituir Centeno

A ministra dos Assuntos Económicos de Espanha, Nadia Calviño, assegurou que não dedica “nem um segundo” a pensar numa candidatura à presidência do Eurogrupo, apontando que Mário Centeno “está a fazer um excelente trabalho”. A cerca …

Grupo alemão de extrema-direita tinha planos "assustadores" para atacar mesquitas

Um grupo alemão de extrema-direita, em que 12 elementos foram detidos na semana passada, é suspeito de planear ataques em larga escala "assustadores e chocantes" contra muçulmanos, semelhantes aos realizados na Nova Zelândia no ano …

Novo Banco deverá pedir perto de mil milhões de euros ao Fundo de Resolução

O Novo Banco prepara-se para pedir uma nova injeção ao Fundo de Resolução a rondar os mil milhões de euros. Com este montante, o banco atinge o teto definido na venda ao fundo Lone Star. O …

"Nunca tive um processo como este". Juiz Carlos Alexandre "surpreendido" com o caso Tancos

O juiz Carlos Alexandre assumiu, em pleno tribunal, estar "surpreendido" com os meandros que envolvem ocaso de Tancos. "Nunca tive um processo como este", terá desabafado em mais uma audiência, notando que o caso "mostra …