PS instaura processo disciplinar a 320 militantes candidatos como independentes

Foram candidatos em listas contra o partido e esse é o argumento da direcção para abrir os processos. O secretário nacional responsável pela organização do partido diz que a situação não podia “passar em branco”. Agora arriscam a pena de suspensão.

320 militantes do PS foram informados por carta que a direção do partido lhes tinha instaurado um processo disciplinar, que pode ter como pena a suspensão.

Segundo o Público, em causa estará o facto de os socialistas terem sido candidatos às autárquicas em listas independentes, “uma violação grosseira e desleal dos seus deveres como militante do PS, sendo tal violação grave, ofensiva e atentatória da salvaguarda da unidade, prestígio e bom nome do PS”.

Na carta, os militantes são informados de que têm 10 dias para apresentar “argumentos, factos e circunstâncias que possam contrariar a imputação ora feita, de grave, desleal e ofensiva violação dos seus deveres de militante socialista“.

O secretário nacional responsável pela organização do partido, Hugo Pires, explica que a direção socialista detetou “320 casos de militantes que se candidataram contra as listas do partido”. O dirigente reconhece que “as pessoas são livres”, mas argumenta que “os militantes do PS têm direitos e deveres, que não foram cumpridos” neste caso. “Foi uma má prática e a direcção não pode deixar passar em branco”.

As defesas apresentadas pelos militantes serão analisadas pela comissão permanente que decidirá se “há ou não suspensão provisória”, a qual pode vir a ser transformada em “suspensão de facto pela Comissão Nacional de Jurisdição”.

Dois militantes já confirmaram que vão responder à missiva.

José Ribeiro, presidente da Assembleia Municipal de Fafe, vai alegar que não foi candidato contra o PS, o PS é que foi candidato contra nós“. E insistindo, frisa: “Nunca neguei, na campanha ou agora, a minha condição de militante do PS. Nunca me insurgi contra qualquer posição do PS. Actuei contra os adversários do PS que se juntaram ao PS para fazerem um aproveitamento, oportunisticamente, das listas do partido”.

João Rodrigues, vereador da Câmara de Góis, vai falar “numa questão de ética” e acrescenta que na sua situação estão “todos os militantes do PS” que o “acompanharam na candidatura independente, cerca de dez, alguns que fundaram o PS em Góis”. Garante que, depois das cartas chegarem, já teve de pedir a “algumas pessoas para não entregarem o cartão, pois há quem o queira fazer”, e desabafa: “Eu sou militante há anos, trabalhei com Fausto Correia, Alberto Martins, trabalho para o PS desde o tempo de Lopes Cardoso, de quem já ninguém se lembra.”

Sobre o caso concreto, defende que continua “a ser socialista” e diz não se rever “nesta acusação nem nesta ditadura que está instalada no PS de Góis”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Tondela vs Porto | Dragões garantem vantagem para o Clássico

O FC Porto fez o que lhe competia para garantir que chegava ao “clássico” do próximo sábado, com o Benfica, no primeiro lugar do campeonato. Na visita ao Tondela, os “dragões” não deram grandes veleidades …

Enfermeiras suspeitas de sabotar hospital com baratas. Queriam emprego melhor

Enfermeiras das emergências de um hospital italiano terão, alegadamente, libertado baratas no seu departamento. O objetivo era conseguirem uma transferência para outro hospital. As autoridades sanitárias da região de Nápoles abriram uma investigação a um caso …

Cancro do colo do útero pode ser extinto até 2100

Todos os anos, o cancro do colo do útero é a causa de morte de mais de 300 mil mulheres em todo o mundo - mas pode ser extinto até 2100. No ano passado, o diretor-geral …

Fortnite retira anúncios do YouTube para fugir aos predadores sexuais

A produtora de videojogos que criou o Fortnite, muito popular entre jovens e crianças, decidiu retirar os anúncios publicitários do YouTube por temer que estes apareçam ao lado de comentários publicados por pedófilos. A empresa norte-americana …

O alpinista sem pernas que chegou ao cume do Everest foi premiado com o "Momento do Ano"

Um alpinista chinês de 69 anos, que tem ambas as pernas amputadas, conseguiu chegar ao topo do Evereste em maio de 2018. A perseverança de Xia Boyu valeu-lhe nesta semana um prémio.  Em 1975, Xia Boyu …

Numa empresa neozelandesa só se trabalham quatro dias por semana (mas a produtividade aumentou)

Em março e abril do ano passado, uma empresa neozelandesa implementou um novo modelo laboral: trabalhar apenas quatro dias por semana. O estudo final foi publicado esta terça-feira e as conclusões mostram resultados animadores. Quase um …

Portugueses não sabem fazer queixa contra discriminação (e acham que não vale a pena)

Quase toda a gente já ouviu falar de discriminação ou crimes de ódio, mas a maioria tem dificuldade em distinguir os conceitos, desconhece o que fazer perante um caso ou a quem recorrer para fazer …

Imigrantes que entraram ilegais em Portugal terão visto desde que tenham um ano de descontos

Os imigrantes que se encontram em Portugal a trabalhar e a descontar para a Segurança Social há pelo menos 12 meses vão poder ter a autorização de residência mesmo que não tenham entrado no país …

Estudantes no Porto até aos 15 anos vão andar gratuitamente de metro e autocarro

A Câmara do Porto vai garantir passes gratuitos para residentes estudantes na cidade até aos 15 anos, complementando a medida do Governo que prevê a gratuitidade do título de transporte até aos 12 anos. O anúncio …

Ryanair e Wizz Air multadas por restrições na bagagem de mão

A autoridade da concorrência italiana aplicou nesta quinta-feira uma multa de três milhões de euros à companhia aérea Ryanair e de um milhão de euros à Wizz Air, outra low cost, pelo suplemento aplicado à …