PS instaura processo disciplinar a 320 militantes candidatos como independentes

Foram candidatos em listas contra o partido e esse é o argumento da direcção para abrir os processos. O secretário nacional responsável pela organização do partido diz que a situação não podia “passar em branco”. Agora arriscam a pena de suspensão.

320 militantes do PS foram informados por carta que a direção do partido lhes tinha instaurado um processo disciplinar, que pode ter como pena a suspensão.

Segundo o Público, em causa estará o facto de os socialistas terem sido candidatos às autárquicas em listas independentes, “uma violação grosseira e desleal dos seus deveres como militante do PS, sendo tal violação grave, ofensiva e atentatória da salvaguarda da unidade, prestígio e bom nome do PS”.

Na carta, os militantes são informados de que têm 10 dias para apresentar “argumentos, factos e circunstâncias que possam contrariar a imputação ora feita, de grave, desleal e ofensiva violação dos seus deveres de militante socialista“.

O secretário nacional responsável pela organização do partido, Hugo Pires, explica que a direção socialista detetou “320 casos de militantes que se candidataram contra as listas do partido”. O dirigente reconhece que “as pessoas são livres”, mas argumenta que “os militantes do PS têm direitos e deveres, que não foram cumpridos” neste caso. “Foi uma má prática e a direcção não pode deixar passar em branco”.

As defesas apresentadas pelos militantes serão analisadas pela comissão permanente que decidirá se “há ou não suspensão provisória”, a qual pode vir a ser transformada em “suspensão de facto pela Comissão Nacional de Jurisdição”.

Dois militantes já confirmaram que vão responder à missiva.

José Ribeiro, presidente da Assembleia Municipal de Fafe, vai alegar que não foi candidato contra o PS, o PS é que foi candidato contra nós“. E insistindo, frisa: “Nunca neguei, na campanha ou agora, a minha condição de militante do PS. Nunca me insurgi contra qualquer posição do PS. Actuei contra os adversários do PS que se juntaram ao PS para fazerem um aproveitamento, oportunisticamente, das listas do partido”.

João Rodrigues, vereador da Câmara de Góis, vai falar “numa questão de ética” e acrescenta que na sua situação estão “todos os militantes do PS” que o “acompanharam na candidatura independente, cerca de dez, alguns que fundaram o PS em Góis”. Garante que, depois das cartas chegarem, já teve de pedir a “algumas pessoas para não entregarem o cartão, pois há quem o queira fazer”, e desabafa: “Eu sou militante há anos, trabalhei com Fausto Correia, Alberto Martins, trabalho para o PS desde o tempo de Lopes Cardoso, de quem já ninguém se lembra.”

Sobre o caso concreto, defende que continua “a ser socialista” e diz não se rever “nesta acusação nem nesta ditadura que está instalada no PS de Góis”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Fisco vence braço-de-ferro. Terrenos para construção têm de pagar AIMI

Os terrenos para construção detidos pelas sociedades imobiliárias também vão estar sujeitos ao Adicional de IMIM (AMI), criado no Orçamento de Estado para 2016, decidiu o Tribunal Constitucional (TC). A decisão, que é esta quarta-feira …

O livrete do carro vai mudar. Novo documento será semelhante ao CC e mais fácil de guardar

O Documento Único Automóvel (DUA) vai passar a ter uma nova configuração, com um formato semelhante ao do cartão de cidadão, pelo que será mais fácil de manusear e de guardar na carteira, informou o …

A destruição do solo no Alentejo só pode ser parada com o uso de adubo orgânico

Primeiro, foram as campanhas do trigo a consumir o húmus dos solos do Alentejo. Agora as culturas intensivas vieram acelerar a erosão e colocar aos agricultores um desafio que exige resposta imediata: se não regressarem …

Governo esclarece: pausa de Natal nas escolas terá os mesmos 11 dias

O Ministério da Educação esclareceu que as férias de Natal do próximo ano letivo terão os mesmos 11 dias de 2018/2019, depois de o calendário escolar para 2019/2020 ter revelado uma interrupção de quase três …

Patrick Shanahan desiste da nomeação para secretário da Defesa dos EUA por alegado caso de violência doméstica

Donald Trump ia nomear oficialmente Patrick Shanahan como secretário da Defesa, mas este desistiu após ter sido divulgado um caso de violência doméstica contra a mulher com um taco de beisebol. O Presidente norte-americano anunciou esta …

Portugal está entre os países com melhores políticas de apoio à família

Portugal é o quinto país, entre os membros da União Europeia e da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), com as melhores políticas de apoio à família, segundo dados de 2016 divulgados hoje …

Ex-líder da ETA sai em liberdade sob controlo judicial

O histórico líder da organização separatista ETA vai ser libertado da prisão, ficando sob controlo judicial, decisão tomada e divulgada esta quarta-feira pelo Tribunal de Recursos de Paris. Detido em maio nos Alpes franceses, José Antonio …

Angola. Situação é "dramática" e há que "declarar guerra aberta" ao VIH/SIDA

A organização não-governamental Rede Angolana das Organizações de Serviços de Sida (Anaso) considera "dramática" a situação do VIH/SIDA em Angola, referindo que a taxa de prevalência de 2% "é irreal e não reflete o estado …

Nicolas Sarkozy vai mesmo ser julgado por corrupção

A justiça francesa validou definitivamente a realização do julgamento do ex-Presidente num caso revelado por escutas telefónicas em que é nomeadamente acusado de corrupção de um magistrado. De acordo com a AFP, o Tribunal de Recurso de …

Luís Filipe Vieira pediu informações sobre Keylor Navas em Madrid

O presidente do Benfica aproveitou a visita a Madrid para saber mais pormenores sobre a situação do guarda-redes dos merengues. O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, dirigiu-se na passada segunda-feira a Madrid para ultimar os …