Protestos contra resultado das eleições fazem 6 feridos e 29 detidos em Paris

Jeremy Lempin / EPA

Manifestantes em Paris, França, em confrontos com a polícia anti-motim na sequência de protestos contra a lei El Khomri

Seis pessoas ficaram feridas, incluindo três agentes das forças de segurança, e 29 foram detidas em protestos contra o resultado da primeira volta das presidenciais, em Paris, informou esta segunda-feira a prefeitura da polícia.

No total, os agentes controlaram cerca de 140 pessoas, mas só 29 manifestantes ficaram detidos, informou a mesma fonte, citada pela EFE.

As praças da Bastilha e da República, em Paris, acolheram manifestações contra a passagem à segunda volta da candidata de extrema-direita, Marine Le Pen, e do independente Emmanuel Macron, que se enfrentam a 7 de maio na segunda volta.

O protesto foi convocado por movimentos antifascistas e anticapitalistas, que pretendiam montar barricadas para mostrar a sua recusa em entrar no jogo dos políticos e a sua vontade de construir um “outro mundo”.

A manifestação foi convocada às 18h00 (17h00 em Lisboa), duas horas antes do fecho das mesas de voto, e os distúrbios, com petardos e danos em veículos e montras, começaram quando as projeções anteciparam a passagem à segunda volta do ex-ministro da Economia e da líder da Frente Nacional.

Em outras cidades, como Lyon, Bordéus, Grenoble ou Toulouse, também se realizaram manifestações.

Segundo os media, registaram-se no total cerca de 40 protestos em diferentes partes do país, mas o número total de detidos não foi divulgado.

Os dados da primeira volta, quando estavam apurados 97% dos votos, indicam que o centrista venceu a primeira volta com quase mais 2,5 pontos percentuais do que a candidata da extrema-direita.

Segundo os dados do Ministério do Interior, quando faltam apurar apenas 3% dos votos, Macron obteve 23,86%, enquanto Le Pen conquistou 21,43%.

Em terceiro lugar ficou o conservador François Filon, com 19,94%, enquanto Jean-Luc Mélenchon (esquerda) obteve 19,62% dos votos. O socialista Benoît Hamon obteve uma derrota histórica para o seu partido, com 6,35% dos votos.

O candidato liberal já recebeu o apoio de outros candidatos presidenciais derrotados e, de acordo com projeções, Macron irá derrotar a adversária com mais de 60% dos votos.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Governo discute hoje "estatuto do artista", mas setor mantém as críticas

O Conselho de Ministros desta quinta-feira será dedicado “de forma transversal” à Cultura, conforme indiciou o primeiro-ministro. Numa altura em que este setor está significativamente fragilizado por efeito da crise pandémica, o Executivo deverá aprovar …

Há três portugueses na calha para substituir Espírito Santo no Wolverhampton

O Wolverhampton prepara uma possível saída de Nuno Espírito Santo e tem três portugueses na calha: Vítor Pereira, Bruno Lage e Rui Faria. Ultimamente tem-se falado muito da possibilidade de Nuno Espírito Santo abandonar o Wolverhampton …

PS, BE e CDS alargam direitos dos independentes. “Não é luz verde, é amarela”

As alterações às leis eleitorais têm aprovação garantida em plenário por maioria absoluta nesta quinta-feira. Independentes podem concorrer à Câmara e Assembleia Municipal com o mesmo nome, símbolo e sigla, mas não a todas as …

Aos 29 anos, "sucessor" de Mourinho estreia-se a vencer e faz história

Ryan Mason, o novo treinador interino do Tottenham, estreou-se a ganhar e tornou-se o treinador mais jovem da história da Premier League. Com a saída de José Mourinho do Tottenham, esta segunda-feira, Ryan Mason assumiu interinamente …

PS-Porto traça perfil de candidato e currículo de Barbosa Ribeiro encaixa como uma luva

O PS traçou o perfil do candidato que quer ver concorrer pelo partido à Câmara Municipal do Porto. O presidente da Comissão Política do PS do Porto, Tiago Barbosa Ribeiro, encaixa na perfeição. Nos últimos tempos, …

Moedas usa o nome de Sócrates para atacar Medina. PS acusa-o de “tirar proveito“ das buscas na CML

Numa altura em que a corrida autárquica se torna cada vez mais feroz, depois de serem conhecidos os motivos das buscas à Câmara de Lisboa, Carlos Moedas enviou um comunicado às redações em que se …

Enquanto clubes pedem desculpa, Florentino contra-ataca e não desiste da Superliga

O presidente do Real Madrid e da Superliga, Florentino Pérez, manifestou-se na quarta-feira "triste e dececionado" com a suspensão da nova competição europeia de futebol, mas também "surpreendido" com a campanha orquestrada pelo presidente da …

Governo estuda compra de mais vacinas de ARN mensageiro para evitar atrasos

As autoridades de saúde portuguesas estão a estudar a compra de mais vacinas de ARN mensageiro, que até agora não têm revelado efeitos secundários tão graves como a vacina da AstraZeneca e da Johnson & …

O bumerangue pode ter tido mais do que uma função

Investigadores sugerem que o bumerangue pode ter tido mais do que uma função para os australianos aborígenes, como por exemplo moldar ferramentas de pedra. A análise microscópica da superfície de mais de 100 bumerangues de madeira …

Ministério Público e defesa de Sócrates concordam: Ivo Rosa fez uma alteração ilegal à acusação

O Ministério Público (MP) e a defesa de José Sócrates já pediram a nulidade da decisão instrutória do juiz Ivo Rosa no processo judicial da Operação Marquês. Os dois requerimentos defendem que o juiz fez …