Projetos de centenas de milhões de euros para centrais solares em Portugal em risco

Pixabay

Há uns meses, a energia solar era uma das mais promissoras, mas tudo mudou com a chegada da pandemia de Covid-19. De norte a sul do país, projetos de centenas de milhões de euros para grandes centrais fotovoltaicas estão agora ameaçados.

Pedro Amaral Jorge, presidente da Associação Portuguesa de Energias Renováveis (Apren) adiantou ao semanário Expresso que, para projetos já licenciados, “poderá haver adiamento por rotura das cadeias de fornecimento de equipamentos e construção de centrais solares”. Miguel Barreto, fundador da Gesto Energia e promotor de projetos fotovoltaicos, também admite que “possa haver constrangimentos”, ainda que não tenha tido conhecimento de casos concretos.

Um outro gestor do setor, ouvido pelo matutino, foi ainda mais longe, garantindo que “a crise económica vai impactar muitíssimo os projetos das empresas menos sólidas e menos bem preparadas”.



“Acredito que muitos players adiem os projetos. Se antes da Covid-19 havia dificuldade em arrancar com alguns projetos (especialmente do leilão solar de julho de 2019), agora a situação será ainda mais difícil”, disse, adiantando que “há três grandes players do setor que já não pagam os salários na Europa por causa da crise da Covid-19”.

A verdade é que a pandemia de Covid-19 está a provocar quedas bolsistas históricas e  é possível que muitos investimentos fiquem em suspenso, nomeadamente neste setor.

Nuno Ribeiro da Silva, presidente da Endesa Portugal, disse ao Expresso que, neste momento, “não se sabe se há painéis (solares), quando e a que preço“. “Os bancos e seguradoras estão no casulo, os fundos preocupados e os agentes económicos em baixo.”

Já Pedro Norton, presidente executivo da Finerge, mantém o seu interesse no próximo leilão: “Pelo nosso lado mantemos para já a intenção de participar. Admito que existam players a repensar, mas não tenho conhecimento direto disso.”

De acordo com o semanário, os próximos meses ajudarão a perceber de forma mais concreta como a crise provocada pela pandemia de Covid-19 irá afetar aquele que é um dos eixos centrais da política de descarbonização em curso em Portugal.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Ainda bem, menos umas quantas ppp a sugar recursos. Isto era boa altura para em estado de emergencia acabar com essa merda de contratos ppp todos. Usar esse dinherio diretamente para equipar o sns.

  2. Os chinocas são aos biliões e fabricam tudo depressa e barato! Com a globalização a Europa passou para segundo plano!.

  3. Setores importantes serão impactados por essa crise. Não se sabe quando as empresas vão recuperar sua produção e a queda temporária de produção vai reduzir o consumo de energia.
    Investimentos que levam mais tempo para gerar receita têm sua taxa de ROI prejudicada e podem ficar inviáveis. Vamos observar o futuro.

RESPONDER

Pandemia continua a "empurrar" reclusos para fora das grades. Já saíram 2850

As cadeias portuguesas continuam a soltar reclusos que ainda não cumpriram toda a pena, numa altura em que não existem praticamente casos de infecção por covid-19 no sistema prisional. O regime especial de perdão das penas, …

Condutor de carrinha atropela participantes em desfile LGBT (e faz um morto)

O condutor de uma carrinha atropelou pessoas que desfilavam numa marcha de "orgulho gay" em Wilton Manors, perto de Fort Lauderdale na Florida, causando pelo menos um morto e ferindo outra. As autoridades estão ainda a …

Descoberta "pequena Pompeia" no sótão de um antigo cinema em Verona

Arqueólogos descobriram uma "Pompeia em miniatura" no sótão de um antigo cinema no centro histórico da cidade italiana de Verona. Segundo a agência italiana Ansa, autoridades da Superintendência de Arqueologia, Belas Artes e Paisagismo de Verona, …

Colapso de escola na Bélgica matou afinal quatro portugueses

As autoridades belgas confirmaram este domingo a morte de cinco pessoas, entre as quais quatro portugueses, no desabamento de uma escola em obras na cidade de Antuérpia. No balanço de sábado, as autoridades belgas registaram mais …

Chega e IL dizem que cerco na AML é "inconstitucional". Ventura recorre ao Supremo Tribunal Administrativo

André Ventura, líder do Chega, contestou a decisão do Governo de limitar a circulação na AML. Considerando que a medida é inconstitucional, entregou uma "Intimação para proteção de direitos, liberdade e garantias" no Supremo Tribunal …

Há 50 mil anos, humanos e neandertais relacionaram-se no deserto de Negev

Uma recente descoberta no deserto do Negev, no centro de Israel, revelou detalhes importantes sobre o desenvolvimento da cultura humana na região, de acordo com um novo estudo publicado na revista PNAS. Por toda a Ásia, …

Costa reeleito líder do PS com 94% dos votos aponta a vitória nas autárquicas

António Costa foi reeleito no sábado secretário-geral do PS, com 94% dos votos, para um novo mandato de dois anos, de acordo com resultados provisórios divulgados hoje pela Comissão Organizadora do Congresso (COC) do PS. O …

"Pessoas como nós". Presidente da República alerta contra indiferença no Dia Mundial do Refugiado

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, alertou contra a indiferença e os "discursos oportunistas" numa mensagem alusiva ao Dia Mundial do Refugiado, que hoje se assinala. “Este ano sob o mote ‘Juntos cuidamos, aprendemos …

Descoberto mecanismo que pode aumentar a expectativa de vida

Ao longo do tempo foram descobertas várias causas para o envelhecimento, mas permanece a questão de saber se existem mecanismos subjacentes comuns que determinam o envelhecimento e a expectativa de vida. Um equipa de investigadores do …

"Trabalhador atravessou faixa de rodagem". MAI diz que carro de Cabrita não se despistou

O Ministério da Administração Interna esclareceu que não existia sinalização para alertar os condutores dos “trabalhos de limpeza em curso" na autoestrada A6, no Alentejo, na sexta-feira, quando a viatura do ministro atropelou mortalmente um …