Proposta de proibição da circuncisão gera indignação religiosa na Islândia

Na Islândia, foi apresentado um controverso projeto de lei que visa proibir a prática da circuncisão quando não se trate de uma necessidade médica.

A circuncisão é a retirada cirúrgica do prepúcio, a parte da pele que cobre a glande. Na maioria dos casos, esta intervenção é realizada por motivos religiosos, mas pode também ser feita por motivos clínicos.

O projeto de lei apresentado na Islândia prevê uma pena de prisão de seis anos para quem proceder à “remoção de parte ou de todos os órgãos sexuais masculinos”, quando esta prática não se baseie em razões de saúde.

Apresentado este mês por Silja Dögg Gunnarsdóttir, deputada autora da proposta, do Partido Progressista, o projeto de lei tem como objetivo proteger os direitos das crianças. A deputada argumenta que esta não se trata de uma questão de liberdade religiosa, porém está já a ser criticada por líderes religiosos de diferentes quadrantes.

Se este projeto de lei for aprovado, a Islândia será o primeiro país europeu a proibir legalmente a circuncisão. À BBC, a deputada frisou que “todos têm o direito de acreditar no que quiserem, mas os direitos das crianças estão acima do direito a acreditar”.

No país, esta prática é considerada uma intervenção que causa “dor severa” e envolve “mudanças permanentes no corpo da crianças”. O projeto de lei, que é rejeitado pelos líderes religiosos, abriu um debate sobre questões éticas e de direitos humanos.

As Comunidades Judaicas Nórdicas já escreveram uma carta aberta aos deputados islandeses na qual se mostram preocupadas com a proposta. “A Islândia seria o único país a banir um dos ritos mais centrais, se não o mais central, da tradição judaica nos tempos modernos”, defendem, protestando contra a proibição da circuncisão.

O imã Ahmad Seddeeq, do Centro de Cultura Islâmica da Islândia, considera que este projeto de lei vai contra a liberdade religiosa. Por sua vez, o bispo de Reiquejavique teme que se esteja a “criminalizar” as duas religiões e que, quer judeus quer muçulmanos, deixem de se sentir bem-vindos no país.

Enquanto que nos Estados Unidos a circuncisão é uma rotina, na Europa, apesar de a prática ser legal, as opiniões dividem-se. Segundo o Público, em Portugal, esta intervenção cirúrgica à nascença só acontece, regra geral, quando um problema de saúde a justifica.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Estou de acordo.
    Só não percebo, já que estava com “as mãos na massa”, porque acrescentou a palavra “masculino”, quando outra prática execrável no feminino è aa clitoridectomia, excisão e infibulação.
    E è uma mulher.

    A mutilação do corpo, em particular dos ógãos sexuais, per motivos fúteis DEVE ser banida.

    • Sem dúvida! Tem razão “ah”. Qualquer mutilação do corpo deve ser banida!
      Aliás, a circuncisão é um ato atroz, feito a sangue frio, ao 8º dia de vida e cuja dor extrema causa danos irreparáveis na psique e sistema endócrino do bebé,segundo o Prof. Dr. Roger de Menasce, que fala aprofundadamente sobre este assunto.
      Espero que quando o bebé necessite mesmo, por questões de saúde, que ao menos seja dada uma anestesia.
      http://jewishcircumcision.org – Jewish Circumcision Resource Center – esta página elucida sobre esta questão.

      • Não deixa de ser curioso, no entanto, que entre os homens mais inteligentes do mundo existam tantos judeus. Deve ser por causa dos danos irreparáveis que causa à psique e sistema endócrino…

        • Se se tivesse preocupado em saber mais, teria pesquisado o trabalho do Prof. Dr. Roger, ele próprio judeu não circuncisado, e teria constatado que ele fala também sobre esse ponto e assim, evitava dar uma de tentativa de chico esperto.

RESPONDER

Marcelo Rebelo de Sousa promulgou a nova lei da paridade (mas com alguns parêntesis)

O Presidente da República promulgou a nova Lei da Paridade. A lei estabelece que as listas para a Assembleia da República, para o Parlamento Europeu e para as autarquias locais têm de assegurar a representação …

Cientistas descobrem o que provocou três eras glaciais na Terra

Cientistas estadunidenses calcularam que um evento geológico repetido deu origem às três últimas eras glaciais no nosso planeta, a última das quais ainda mantém o seu gelo nas regiões polares. Segundo a revista Science, a responsável …

A Terra pode guardar um Oumuamua no seu interior

Uma parte da terra que pisamos poderia vir, literalmente, de outras regiões da galáxia - áreas muito distantes do local onde o planeta está localizado e que para chegar até aqui teriam que viajar anos-luz …

Há um planeta mais próximo da Terra do que Vénus

A partir do Sol, a ordem dos primeiros planetas começa com Mercúrio, depois Vénus e depois a Terra. Então, Vénus é o planeta mais próximo do nosso? A resposta é: depende. Uma equipa de cientistas acaba …

O fim das consolas está à vista. Google lança serviço de videojogos na "nuvem"

A Google apresentou o seu novo serviço de jogos na "nuvem", Stadia, na Game Developers Conference (GDC), em São Francisco. O serviço não precisa de nenhuma consola e pode ser jogado em qualquer plataforma. O CEO …

Câmaras escondidas em hotéis filmavam hóspedes sem consentimento

O escândalo foi revelado na Coreia do Sul, onde dois homens foram presos por esconder câmaras em hotéis, que transmitiam as imagens em direto para um site, onde havia quem pagasse dinheiro para ver as …

Mesquita Nunes quer ser feliz (e que haja espaço nos partidos para quem tem vida profissional)

Adolfo Mesquita Nunes defende que "tem de haver espaço nos partidos para quem tem vida profissional". O antigo vice-presidente do CDS/PP apresentou a sua demissão do partido para assumir funções na administração da Galp. "Tem a …

Finlandeses são o povo mais feliz do mundo

A Finlândia lidera, pelo segundo ano consecutivo, um ranking da ONU das populações mais felizes, onde os investigadores dizem que os níveis de felicidade no mundo estão a diminuir. O Relatório Mundial sobre a Felicidade de …

Condenado por homicídio com provas semeadas pela Polícia vai receber 13 milhões de dólares

O Conselho de Supervisores de San Francisco, nos Estados Unidos (EUA), aprovou na terça-feira uma indemnização de 13,1 milhões de dólares (cerca de 11,5 milhões de euros) a um homem que passou mais de seis …

Manhattan vai crescer para se proteger das mudanças climáticas

O responsável de Manhattan, Bill de Blasio, anunciou o seu plano de expandir o litoral de Manhattan até o East River para proteger a parte baixa de Manhattan, centro dos mercados financeiros da cidade, dos …