Proposta de proibição da circuncisão gera indignação religiosa na Islândia

Na Islândia, foi apresentado um controverso projeto de lei que visa proibir a prática da circuncisão quando não se trate de uma necessidade médica.

A circuncisão é a retirada cirúrgica do prepúcio, a parte da pele que cobre a glande. Na maioria dos casos, esta intervenção é realizada por motivos religiosos, mas pode também ser feita por motivos clínicos.

O projeto de lei apresentado na Islândia prevê uma pena de prisão de seis anos para quem proceder à “remoção de parte ou de todos os órgãos sexuais masculinos”, quando esta prática não se baseie em razões de saúde.

Apresentado este mês por Silja Dögg Gunnarsdóttir, deputada autora da proposta, do Partido Progressista, o projeto de lei tem como objetivo proteger os direitos das crianças. A deputada argumenta que esta não se trata de uma questão de liberdade religiosa, porém está já a ser criticada por líderes religiosos de diferentes quadrantes.

Se este projeto de lei for aprovado, a Islândia será o primeiro país europeu a proibir legalmente a circuncisão. À BBC, a deputada frisou que “todos têm o direito de acreditar no que quiserem, mas os direitos das crianças estão acima do direito a acreditar”.

No país, esta prática é considerada uma intervenção que causa “dor severa” e envolve “mudanças permanentes no corpo da crianças”. O projeto de lei, que é rejeitado pelos líderes religiosos, abriu um debate sobre questões éticas e de direitos humanos.

As Comunidades Judaicas Nórdicas já escreveram uma carta aberta aos deputados islandeses na qual se mostram preocupadas com a proposta. “A Islândia seria o único país a banir um dos ritos mais centrais, se não o mais central, da tradição judaica nos tempos modernos”, defendem, protestando contra a proibição da circuncisão.

O imã Ahmad Seddeeq, do Centro de Cultura Islâmica da Islândia, considera que este projeto de lei vai contra a liberdade religiosa. Por sua vez, o bispo de Reiquejavique teme que se esteja a “criminalizar” as duas religiões e que, quer judeus quer muçulmanos, deixem de se sentir bem-vindos no país.

Enquanto que nos Estados Unidos a circuncisão é uma rotina, na Europa, apesar de a prática ser legal, as opiniões dividem-se. Segundo o Público, em Portugal, esta intervenção cirúrgica à nascença só acontece, regra geral, quando um problema de saúde a justifica.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Estou de acordo.
    Só não percebo, já que estava com “as mãos na massa”, porque acrescentou a palavra “masculino”, quando outra prática execrável no feminino è aa clitoridectomia, excisão e infibulação.
    E è uma mulher.

    A mutilação do corpo, em particular dos ógãos sexuais, per motivos fúteis DEVE ser banida.

    • Sem dúvida! Tem razão “ah”. Qualquer mutilação do corpo deve ser banida!
      Aliás, a circuncisão é um ato atroz, feito a sangue frio, ao 8º dia de vida e cuja dor extrema causa danos irreparáveis na psique e sistema endócrino do bebé,segundo o Prof. Dr. Roger de Menasce, que fala aprofundadamente sobre este assunto.
      Espero que quando o bebé necessite mesmo, por questões de saúde, que ao menos seja dada uma anestesia.
      http://jewishcircumcision.org – Jewish Circumcision Resource Center – esta página elucida sobre esta questão.

      • Não deixa de ser curioso, no entanto, que entre os homens mais inteligentes do mundo existam tantos judeus. Deve ser por causa dos danos irreparáveis que causa à psique e sistema endócrino…

        • Se se tivesse preocupado em saber mais, teria pesquisado o trabalho do Prof. Dr. Roger, ele próprio judeu não circuncisado, e teria constatado que ele fala também sobre esse ponto e assim, evitava dar uma de tentativa de chico esperto.

RESPONDER

Na Saúde, Warren torna-se alvo de ataques. Mas o foco é "derrotar Trump"

O maior debate televisivo para umas eleições primárias na história dos EUA juntou 12 candidatos num só palco. Foi o primeiro debate para o qual o ex-vice-Presidente Joe Biden não partiu com vantagem, tendo a …

Trump sugere que os mexicanos são uma ameaça terrorista maior do que o Daesh

O Presidente Donald Trump sugeriu que os mexicanos são uma ameaça muito maior do que o Daesh. Respondendo uma vez mais às críticas sobre ter retirado as tropas dos Estados Unidos (EUA) junto à fronteira …

Grécia. Incêndio em campo de refugiados deixa 600 pessoas sem alojamento

Um incêndio no campo de identificação e registo de migrantes de Vathy, na ilha grega de Samos, deixou 600 refugiados sem alojamento, alertou na terça-feira a organização não-governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF). "Em Vathy, seis …

Lista candidata à Ordem dos Enfermeiros excluída por ter poucos homens

Uma das listas candidatas às eleições para a Ordem dos Enfermeiros foi excluída por ter poucos homens. A comissão eleitoral nomeada explica que a lista não respeita a lei da paridade, aprovada pela Assembleia da …

“É a desilusão”. PSD queria novos ministros na Saúde, Educação e Justiça

  O PSD defendeu esta quarta-feira que "não há um novo Governo", mas "uma remodelação com alargamento", com um executivo aumentado e "mais partidário", considerando "uma desilusão" a continuidade em pastas como Saúde, Educação e Justiça. "Não …

Dobradinha poderá render 1,6 milhões de euros a Bruno Lage

Caso consiga alcançar a dobradinha, isto é, vencer o campeonato e a Taça de Portugal, o treinador do Benfica, Bruno Lage, receberá em prémios cerca de 1,6 milhões de euros brutos, avança a imprensa desportiva. A …

Lisboa aumenta seis vezes IMI de prédios devolutos nos centros

A Câmara de Lisboa vai aumentar, em 2020, seis vezes a taxa do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) para os prédios devolutos nas zonas de maior pressão urbanística, anunciou esta quarta-feira o vereador das Finanças, …

Polícia entrou na federação de futebol da Bulgária e deteve cinco pessoas

Já depois de Borislav Mihailov se ter demitido da presidência da federação da Bulgária, uma unidade da estrutura policial que luta contra o crime organizado no país entrou esta terça-feira na sede da federação, em …

Família holandesa vivia há 9 anos numa cave à espera “do fim dos tempos”

A policia holandesa encontrou uma família de seis pessoas na cave de uma quinta no nordeste do país, onde viviam em isolamento há nove anos e, segundo a imprensa, esperavam “o fim dos tempos”. A polícia …

Kim Jong-un subiu montanha sagrada a cavalo (e deixou a Coreia à espera de um grande anúncio)

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, foi ao monte Paektu, a montanha considerada sagrada pelos norte-coreanos, dar um passeio a cavalo. As imagens foram divulgadas pela agência estatal KCNA, tendo surgido especulações de que virá aí …