Programa da troika estava “mal calibrado”

Walter Branco / Governo de Portugal

O Primeiro Ministro Pedro Passos Coelho

O Primeiro Ministro Pedro Passos Coelho

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, considera, em entrevista ao Jornal de Negócios hoje nas bancas, que o programa da troika “estava bem desenhado mas mal calibrado”, partindo de défices irrealistas, razão para medidas mais violentas do Governo.

“As medidas tiveram de corresponder aos objetivos traçados e durante algum tempo acusou-se o Governo de querer ser mais troikista que a troika”, explica o primeiro-ministro, dando conta de que a base de partida definida pelo Governo de Sócrates no PEC IV tinha “perspetivas de défice, quer para 2010 como para 2011, irrealistas“.

A ideia de vários economistas de que o Estado deveria apoiar a economia investindo é contrariada por Passos Coelho, defendendo que “o Estado deve ajudar a economia contendo a despesa“.

“Enquanto os investidores externos não acreditarem que nós reduziremos o peso da dívida, não é possível criar investimento direto externo e investimento na própria dívida pública”, afirma Passos Coelho na entrevista ao Jornal de Negócios.

Passos Coelho considera que, mesmo com um desempenho orçamental melhor em 2013, não há qualquer margem de manobra para 2014.  A sobretaxa de 3,5% pode manter-se ainda além, já que Passos Coelho não garantiu a descida do IRS em 2015, ano de eleições legislativas.

Passos Coelho lamenta ainda a falta de coragem da direção do Partido Socialista para ajudar o Governo a concretizar o pedido de assistência externa que o próprio PS negociou.

Função pública, PPP e privatizações

Quando questionado se o Governo não terá privilegiado os cortes em salários e em pensões em vez de cortar nas rendas da energia ou nos contratos de parcerias público-privadas, Passos Coelho responde que essa análise invoca “uma grande demagogia no juízo populista”.

“Qualquer ideia que se pretenda vender ao país de que o Governo está a impor um sacrifício exagerado aos portugueses e, em particular, aos funcionários públicos, que era completamente dispensável se tivéssemos a coragem de ir buscar o dinheiro aos ricos, pressupõe uma mentalidade que julgava já afastada do pensamento mediano em Portugal”, defende o chefe do Governo.

Sobre a polémica questão dos cortes nos salários, nomeadamente a insistência do FMI de que Portugal ainda tem de baixar mais nas remunerações no setor privado, Passos Coelho diz discordar desse objetivo, considerando que o privado já corrigiu “em termos nominais cerca de 11% do valor dos salários”.

O primeiro-ministro sublinha que o Governo não pretende “um modelo de desenvolvimento assente em baixos salários”, mas afirma que “não é possível diminuir de forma sustentada a despesa do Estado sem mexer em pensões e salários“.

Passos Coelho admite a abertura a privados das Águas de Portugal e considera também que a TAP não deve conseguir recuperar nos próximos anos sem passar por um processo de privatização.

Rui Rio

O ex-presidente da câmara do Porto, Rui Rio, que tem sido considerado como um possível candidato à liderança do PSD, não é visto por Passos Coelho como um adversário.

Diz olhar para Rui Rio “como uma personalidade do PSD com créditos firmados, um dos nomes de referência do partido”, e sobre uma possível contestação à sua liderança no partido considera natural que “houvesse uma avaliação dentro do PSD do que têm sido estes dois anos e que também pudessem aparecer vozes críticas”.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

A radiação de Chernobyl está a deixar as vespas esfomeadas (e isso é má notícia)

A Zona de Exclusão de Chernobyl é a área em torno da cidade ucraniana de Pripyat, onde a Central Nuclear de Chernobyl entrou em colapso em 1986. Apesar de não haver humanos na região, e …

Beethoven deixou a 10.ª sinfonia inacabada (e a IA vai completá-la)

Um dos maiores dilemas da história da música é a obra inacabada de Ludwig van Beethoven (1770-1827), a "10ª sinfonia", com muitos músicos a esforçar-se para finalizá-la, utilizando alguns dos fragmentos disponíveis, mas sem sucesso. Desta …

Orcas bebé têm maior probabilidade de sobreviver se viverem com a avó

Crias de orca que vivam com a avó têm uma maior probabilidade de sobreviver quando comparadas às outras orcas. A experiência destas espécimes mais velhas é essencial para o grupo. Tal como nos humanos, as avós …

A "capital mundial das pessoas feias" mora na Itália

Piobbico, na Itália, é uma cidade medieval repleta de grandes edifícios de pedra cercados por florestas exuberantes. No entanto, a cidade é conhecida pela feiura dos seus habitantes. Esta cidade, com cerca de 2.000 habitantes, alberga …

Jovem norte-americano despistou-se e caiu ao rio. Siri chamou os bombeiros

Um jovem norte-americano estava a caminho da universidade quando perdeu o controlo do carro, que derrapou sobre gelo, e foi parar ao rio Winnebago. Como não conseguiu encontrar o seu telemóvel, recorreu à Siri para …

Basta uma máscara impressa para enganar os sistemas de reconhecimento facial

Especialistas da empresa de inteligência artificial Kneron testaram sistemas em três continentes e vários falharam. O reconhecimento facial é, cada vez mais, um método de controlo e de segurança encarado como credível e, inclusivamente, usado …

Pandit olha para as vacas como família e quer produzir "leite ético" para vegans

Um agricultor nos Estados Unidos quer produzir "leite ético" para vegans, mantendo como prioridade o bem-estar e a saúde das vacas. Ultimamente, o consumo de leite tem sido posto cada vez mais em causa. Não só …

Jogadores do Arsenal doam um dia de salário para ações solidárias

Os futebolistas e a equipa técnica do Arsenal vão doar um dia de salário para ações solidárias de Natal. Os elementos técnicos também entraram na iniciativa, que prevê, ainda, a doação da receita do próximo …

Turismo, indústria e energia fazem do Norte região que mais cresceu em 2018

O Norte foi a região portuguesa que mais cresceu em 2018, com um aumento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2,9%, impulsionado pelo turismo, indústria e energia, segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística …

Um milhão de assinaturas contra sátira de Natal da Porta dos Fundos

A petição online contra o filme “Especial de Natal: A Primeira Tentação de Cristo”, uma sátira da produtora brasileira Porta dos Fundos, exibido na Netflix, conta com mais de um milhão de assinaturas. Lançada na semana …