Profissional de saúde norte-americano com teste positivo de Ébola

EU Humanitarian Aid and Civil Protection / Flickr

Um profissional de saúde, que tratou de um homem que morreu de Ébola nos Estados Unidos, teve um resultado positivo num teste preliminar do vírus, informou hoje o Departamento de Serviços Médicos do Texas.

Este poderá ser o segundo caso de Ébola diagnosticado em território norte-americano.

“Nós sabíamos que um segundo caso poderia ser realidade e estávamo-nos a preparar para esta possibilidade”, disse o médico David Lakey, comissário do Departamento de Serviços Médicos do Texas, citado pela agência noticiosa AFP.

“Estamos a ampliar a nossa equipa em Dallas e a trabalhar com extrema diligência para evitar a propagação” da doença, acrescentou.

O profissional de saúde relatou que teve uma febre baixa na quinta-feira à noite e foi isolado, situação que levou à realização de testes, refere um comunicado dos serviços de saúde do Texas.

O paciente não foi identificado e a forma do seu contágio também não foi divulgada.

“As autoridades de saúde já entrevistaram o paciente e estão a identificar os contactos e possíveis exposições. As pessoas que tiveram contacto com o profissional depois dos sintomas surgirem serão monitoradas com base na natureza das suas interações e o potencial a que foram expostas ao vírus“, referiu ainda o comunicado.

O profissional de saúde é do Texas Health Presbyterian Hospital de Dallas, centro hospitalar onde que estava internado Thomas Eric Duncan, o liberiano que contraiu Ébola e morreu na quarta-feira.

O número de mortos devido ao surto epidémico de Ébola surgido na África Ocidental no final do ano passado ultrapassou os 4.000, segundo o mais recente balanço da Organização Mundial de Saúde (OMS), divulgado na sexta-feira em Genebra.

De acordo com os últimos dados da agência especializada das Nações Unidas, que datam de 8 de outubro, registaram-se, no total, 8.399 casos em sete países, de que resultaram 4.033 mortes.

Os sete países afetados foram divididos em dois grupos pela OMS, sendo o primeiro constituído pela Guiné-Conacri, a Libéria e a Serra Leoa — os três países mais atingidos — e o segundo pela Nigéria, o Senegal, a Espanha e os Estados Unidos.

PARTILHAR

RESPONDER

Quatro mortos em manifestações na Bolívia. São 23 desde o final de outubro

Comissão Interamericana de Direitos Humanos registou pelo menos 122 feridos desde sexta-feira. Já houve 23 vítimas mortais desde o final de Outubro, início da crise social e política na Bolívia. Quatro pessoas morreram no sábado em …

UE acusada de pagar aos próprios traficantes para travar imigração

A União Europeia conta com um processo no Tribunal Penal Internacional interposto por Omer Shatz e Juan Branco. A UE é acusado de pagar aos próprios traficantes para parar a imigração. Omer Shatz, advogado e professor …

Governo quer ter a primeira refinaria de lítio da Europa

O Governo quer abrir a primeira refinaria de lítio no continente europeu. No entanto, João Galamba refere que tudo depende dos resultados do estudo de impacto ambiental das minas. Sem confirmar que venha a haver minas …

Cientistas desvendam novas pistas sobre o maior macaco que já existiu

O mítico "Bigfoot" é uma criatura lendária mas, durante milhões de anos, o verdadeiro — um símio com o dobro do tamanho de um ser humano adulto — percorreu as florestas do Sudeste Asiático, antes …

Preço do tabaco pode aumentar. Decisão cabe ao Governo

Os responsáveis do Programa Nacional para a Prevenção do Tabagismo propuseram um aumento do preço do tabaco, e a decisão depende agora do Governo. Os responsáveis do Programa Nacional para a Prevenção do Tabagismo propuseram um …

Derrocada em Borba. Um ano depois, ainda é uma ferida aberta e problemas continuam

Um ano depois do acidente na pedreira de Borba, o sindicato que representa os trabalhadores garante que os perigos persistem, enquanto a associação Assimagra salienta que foi um caso “isolado” e está a avançar com …

Caracóis estão a ficar amarelos para se adaptarem às alterações climáticas

Nas áreas urbanas, os caracóis estão a ficar com as cascas amarelas para se adaptarem às alterações climáticas. Os cientistas vão agora analisar os padrões das penas dos pássaros, para perceberem se também há uma …

Os terrenos contaminados de Fukushima vão tornar-se num centro de "energia verde"

Fukushima, local que sofreu um dos maiores desastres nuclear do mundo, vai reinventar-se e tornar-se num centro de energia renovável. Depois de ser atingido por um terramoto e um tsunami de 15 metros em 2011, três …

Cientistas identificaram neurónios específicos que mapeiam memórias

Neurocientistas descobriram um aspeto curioso de como a nossa memória funciona: Quando o cérebro precisa de recuperar informação relacionada com um lugar específico, neurónios individuais podem atingir memórias específicas. De acordo com o estudo publicado na …

Grande tempestade de areia pode ter ditado o fim de um império da Mesopotâmia

O Império Acádio da Mesopotâmia entrou em colapso devido a uma enorme tempestade de areia, sugeriu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Hokkaido, no Japão. Em comunicado, os especialistas explicam …