Procurador militar para casos de assédio suspenso por ataque sexual

SpeakerBoehner / Flickr

-

O principal procurador do exército dos EUA para os casos de assédio sexual foi suspenso por alegações de ter apalpado uma advogada que trabalha consigo e tentado beijá-la, informaram hoje fontes militares.

Esta suspensão representa o mais recente embaraço para os militares norte-americanos, que se confrontam com uma série de ataques sexuais, o que já motivou vários apelos a mudanças radicais no seu sistema de justiça.

As alegações foram noticiadas em primeiro lugar pelo jornal Stars and Stripes e confirmadas à agência noticiosa AFP por dirigentes militares, que falaram sob anonimato.

As alegações envolvem o tenente-coronel Joseph Morse, que dirige o serviço especial da procuradoria para as vítimas de ataques sexuais, violência doméstica e crimes sobre crianças.

A advogada militar alegou que Morse a apalpou e tentou a beijar contra sua vontade.

Este alegado incidente terá ocorrido em 2001, num quarto de hotel, durante uma conferência jurídica sobre ataques sexuais, em Alexandria, no Estado da Virgínia, antes de Morse ser indicado para o seu atual posto.

Morse tinha sido o principal procurador no caso criminal contra o sargento Robert Bales, que se declarou culpado de um assassínio em massa de civis em 2012.

O caso permanece sob investigação e ainda não foi deduzida qualquer acusação.

“Podemos confirmar que este assunto está sob investigação e que o indivíduo em questão foi suspenso das suas funções e aguarda o resultado da investigação”, disse uma fonte militar, citada pela AFP.

“Uma vez que este é um caso aberto, estamos impedidos de fornecer qualquer informação adicional neste momento”, adiantou esta fonte, sob anonimato.

Relatos de ataques sexuais entre as fileiras militares norte-americanas aumentaram 60% em 2013, com responsáveis da defesa a explicarem o aumento pela maior confiança as vítimas em que os seus casos sejam tratados de forma consequente.

Cerca de 5.400 casos de ataques sexuais foram reportados no ano orçamental 2013 (01 de outubro a 30 de setembro), que comparam com 3.374 relatados um ano antes, segundo o Pentágono.

Uma série de casos de ataques sexuais entre os militares nos últimos dois anos ganhou tamanha notoriedade que o Presidente Barack Obama já exprimiu a sua condenação a este propósito.

O Congresso tem em agenda para a sessão de hoje a votação da retirada aos comandantes militares da autoridade para decidir se os ataques sexuais e outros crimes devem ir a tribunal.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Sondas espaciais com "cunho" português vão passar perto de Vénus

As sondas espaciais europeias Solar Orbiter e BepiColombo, ambas com tecnologia e ciência portuguesas, vão passar perto de Vénus a 9 e 10 de agosto, respetivamente, anunciou esta segunda-feira a Agência Espacial Europeia (ESA). A passagem …

Elvis Presley terá morrido de doenças genéticas (e não por overdose de medicamentos)

Segundo um novo livro de Sally Hoedel, a morte de Elvis Presley estará, afinal, relacionada com o tratamento para doenças congénitas das quais sofria. O cantor norte-americano, que morreu há quase 44 anos, estava fortemente medicado …

A cidade mais populosa de África está a viver em contra-relógio

Os habitantes da Nigéria, o país mais populoso de África, já estão habituados a contornar as inundações anuais que invadem o país. No entanto, este ano a situação saiu fora do controlo, com o principal …

"Pensávamos que a Casa Branca mandava". Biden sob fogo devido ao fim da proibição dos despejos

A inacção de Joe Biden perante o fim das moratórias que proíbem os despejos durante a pandemia está a ser criticada até dentro do próprio Partido Democrata. A moratória federal aos despejos acabou este sábado, para …

Na ausência de Biles, Sunisa Lee coroou-se rainha da ginástica. É a primeira hmong a ganhar ouro

Sunisa Lee chegou a Tóquio com a missão de ajudar os Estados Unidos a garantir o ouro e de garantir a presença em finais individuais de aparelhos. Com o abandono de Biles, tornou-se a estrela …

Presidente afegão culpa retirada “abrupta” dos EUA pelo rápido avanço dos talibãs

O chefe de Estado afegão prometeu vencer o conflito com as milícias talibãs e os Estados Unidos dizem-se prontos a receber mais milhares de refugiados. O Presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, prometeu esta segunda-feira vencer o …

42% das pessoas em enfermaria no Hospital de são João têm vacinação completa

No Centro Hospitalar de São João (CHSJ), 42% das pessoas internadas em enfermaria e 15% das internadas em unidades de cuidados intensivos tinham a vacinação completa. Segundo os últimos dados da Direção-Geral da Saúde (DGS), apenas …

António Oliveira e uma arbitragem "conveniente"

Athletico Paranaense perdeu novamente no Brasileirão e a equipa de arbitragem ajudou os vencedores, queixou-se o treinador português. O Athletico Paranaense, líder do Brasileirão nas primeiras jornadas, está numa fase negativa: apenas uma vitória nas últimas …

André Ventura - Chega

Autárquicas. Chega concorre sozinho a 220 municípios para avaliar o seu "impacto"

André Ventura anunciou esta segunda-feira que o Chega irá concorrer nas eleições autárquicas a “cerca de 220 municípios” do país, sublinhando que o partido vai a votos sozinho para avaliar o seu “impacto”, mas sem …

Ex-guarda nazi julgado aos 100 anos por cumplicidade em assassinatos

Um homem de 100 anos que supostamente serviu como guarda num campo de concentração nazi será julgado em outubro por cumplicidade no assassinato de mais de 3.500 pessoas durante a Segunda Guerra Mundial, informou a …