Proa de submarino dos EUA que afundou na 2ª Guerra Mundial encontrada nas ilhas do Alasca

Em 1942 o submarino USS Grunion afundou na sua missão inaugural, durante a Segunda Guerra Mundial. 70 marinheiros perderam a vida quando o submarino se afundou no Pacífico. Após anos de procura, uma equipa encontrou a proa do Grunion na costa das Ilhas Aleutas, no Alasca.

Os filhos do Tenente Mannert L. Abele, primeiro e último comandante do USS Grunion, começaram em 2006 a procurar o submarino, desaparecido durante a 2ª Guerra Mundial. Em 2007, avança a CNN, foram encontrados os primeiros destroços da embarcação, na costa das Ilhas Aleutas.

De acordo com o projeto Lost 52, depois de receberem uma pista de “um notável cavalheiro japonês, Yutaka Iwasaki, e ajuda de inúmeras outras fontes”, em 2006, os três filhos de Abele — Bruce, Brad e John — começaram a procurar os restos da embarcação perdida.

No ano seguinte fotografaram os destroços do submarino, a cerca de 975 metros de profundidade. As temperaturas frias e a falta de correntes significativas tinham conservado a maior parte da embarcação.

Project Lost 52 / PRNewsfoto

Reconstrução 3D do submarino USS Grunion, que afundou em 1942 nas Ilhas do Alasca.

Os destroços principais do submarino tinham sido encontrados, mas faltava a parte dianteira da embarcação. Segundo explicou Tim Taylor, explorador marítimo do projeto Lost 52, em outubro de 2018, a equipa descobriu que a proa tinha deslizado por um aterro vulcânico íngreme, a cerca de 400 metros dos destroços principais.

De acordo com a Live Science, para encontrar a parte dianteira do submarino, a equipa usou veículos subaquáticos autónomos (AUVs) e imagens avançadas de fotogrametria — o que permitiu criar imagens em 3D da embarcação.

“Isto vai muito além de vídeo ou imagem estática, é verdadeiramente o futuro da gravação de descobertas subaquáticas históricas”, explicou Taylor durante uma declaração.

Tirar estas imagens 3D detalhadas, pode ser útil para a ciência, como “arqueólogos e historiadores, que podem passar meses em casa a realizar pesquisas minuciosas”, observou ainda Taylor.

O USS Grunion entrou ao serviço da Marinha dos EUA a 11 de abril de 1942, colocando-o sob a chefia do tenente-comandante Mannert Abele. Mas a primeira patrulha de guerra do USS Grunion foi também a sua última.

Em junho do mesmo ano, o submarino foi enviado para as Ilhas Aleutas. Depois de ter afundado dois barcos de patrulha japoneses em Kiska, a 30 de julho o submarino recebeu ordem de regresso a Dutch Harbor, na ilha de Amaknak.

Durante a viagem, o Grunion teve um acidente e nunca mais estabeleceu contacto. Foi dado como perdido a 16 de agosto.

Segundo a Marinha americana, 52 submarinos da frota dos EUA foram perdidos durante a 2ª Guerra Mundial, e mais de três mil e 500 tripulantes permanecem em “eterna patrulha”.

DR //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas encontram galáxias massivas primitivas "sem combustível"

As primeiras galáxias massivas - aquelas que se formaram nos três mil milhões de anos após o Big Bang - deveriam conter grandes quantidades de gás hidrogénio frio, o combustível necessário para fabricar estrelas. Contudo, os …

Cientistas criam frango impresso em 3D (e que é cozinhado através de lasers)

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Columbia mostrou que diferentes tipos de lasers podem ser usados ​​para cozinhar frango impresso em 3D. De acordo com um comunicado de imprensa, o frango impresso a 3D passou …

"Contra tudo e contra todos". Moedas fez história em Lisboa

O cabeça de lista da coligação PSD/CDS-PP/MPT/PPM/Aliança à Câmara de Lisboa, Carlos Moedas, afirmou hoje ter vencido “contra tudo e contra todos”, porque “a democracia não tem dono”, agradeceu o “voto de confiança” e comprometeu-se …

Ventura admite que “vitória não foi total” ao falhar objetivo de ficar em terceiro

O líder do Chega admitiu hoje que a “vitória não foi total” nas autárquicas de domingo, ao falhar o objetivo de ser a terceira força política, mas defendeu que se “fez história” em Portugal, recusando …

Liveblog Autárquicas. Carlos Moedas ganha Lisboa

Realizam-se este domingo Eleições Autárquicas em Portugal, nas quais está em jogo a eleição de 308 presidentes de câmaras municipais, os seus vereadores e assembleias municipais, bem como 3091 assembleias de freguesia. Acompanhe tudo no …

Contra a "vigarice" das sondagens, "o PSD teve um excelente resultado"

O PSD conseguiu todos os objectivos a que se propôs nestas eleições autárquicas, segundo Rui Rio. O presidente do PSD considera que o partido teve "um excelente resultado" contra a "vigarice" das sondagens e "contra …

Medina assume derrota em Lisboa. "É uma indiscutível vitória de Carlos Moedas"

Fernando Medina acaba de assumir a derrota nas eleições autárquicas, felicitando Carlos Moedas pela vitória na Câmara de Lisboa. "É uma indiscutível vitória pessoal e política de Carlos Moedas", sublinha Medina. "Foi um privilégio servir esta …

Costa: "PS continua a ser o maior partido autárquico nacional"

António Costa canta vitória nas eleições autárquicas, apesar de ainda não se conhecerem os resultados finais de Lisboa, Sintra e Loures. Para o secretário-geral socialista, não há dúvida de que o "PS continua a ser …

O "primeiro amarelo" para Costa e o "CDS superou todos os objectivos"

"O CDS superou todos os objectivos a que se propôs nestas autárquicas". É assim que Francisco Rodrigues dos Santos, líder do CDS-PP, canta vitória, considerando que António Costa "viu o seu primeiro cartão amarelo". Na reacção …

Pegadas provam que as Américas foram povoadas milhares de anos antes do que pensávamos

Investigadores descobriram evidências da presença de humanos nas Américas: pegadas com, pelo menos, cerca de 23.000 anos. A nossa espécie começou a migrar para fora de África há cerca de 100.000 anos. Além da Antártida, as …