Proa de submarino dos EUA que afundou na 2ª Guerra Mundial encontrada nas ilhas do Alasca

Em 1942 o submarino USS Grunion afundou na sua missão inaugural, durante a Segunda Guerra Mundial. 70 marinheiros perderam a vida quando o submarino se afundou no Pacífico. Após anos de procura, uma equipa encontrou a proa do Grunion na costa das Ilhas Aleutas, no Alasca.

Os filhos do Tenente Mannert L. Abele, primeiro e último comandante do USS Grunion, começaram em 2006 a procurar o submarino, desaparecido durante a 2ª Guerra Mundial. Em 2007, avança a CNN, foram encontrados os primeiros destroços da embarcação, na costa das Ilhas Aleutas.

De acordo com o projeto Lost 52, depois de receberem uma pista de “um notável cavalheiro japonês, Yutaka Iwasaki, e ajuda de inúmeras outras fontes”, em 2006, os três filhos de Abele — Bruce, Brad e John — começaram a procurar os restos da embarcação perdida.

No ano seguinte fotografaram os destroços do submarino, a cerca de 975 metros de profundidade. As temperaturas frias e a falta de correntes significativas tinham conservado a maior parte da embarcação.

Project Lost 52 / PRNewsfoto

Reconstrução 3D do submarino USS Grunion, que afundou em 1942 nas Ilhas do Alasca.

Os destroços principais do submarino tinham sido encontrados, mas faltava a parte dianteira da embarcação. Segundo explicou Tim Taylor, explorador marítimo do projeto Lost 52, em outubro de 2018, a equipa descobriu que a proa tinha deslizado por um aterro vulcânico íngreme, a cerca de 400 metros dos destroços principais.

De acordo com a Live Science, para encontrar a parte dianteira do submarino, a equipa usou veículos subaquáticos autónomos (AUVs) e imagens avançadas de fotogrametria — o que permitiu criar imagens em 3D da embarcação.

“Isto vai muito além de vídeo ou imagem estática, é verdadeiramente o futuro da gravação de descobertas subaquáticas históricas”, explicou Taylor durante uma declaração.

Tirar estas imagens 3D detalhadas, pode ser útil para a ciência, como “arqueólogos e historiadores, que podem passar meses em casa a realizar pesquisas minuciosas”, observou ainda Taylor.

O USS Grunion entrou ao serviço da Marinha dos EUA a 11 de abril de 1942, colocando-o sob a chefia do tenente-comandante Mannert Abele. Mas a primeira patrulha de guerra do USS Grunion foi também a sua última.

Em junho do mesmo ano, o submarino foi enviado para as Ilhas Aleutas. Depois de ter afundado dois barcos de patrulha japoneses em Kiska, a 30 de julho o submarino recebeu ordem de regresso a Dutch Harbor, na ilha de Amaknak.

Durante a viagem, o Grunion teve um acidente e nunca mais estabeleceu contacto. Foi dado como perdido a 16 de agosto.

Segundo a Marinha americana, 52 submarinos da frota dos EUA foram perdidos durante a 2ª Guerra Mundial, e mais de três mil e 500 tripulantes permanecem em “eterna patrulha”.

DR //

PARTILHAR

RESPONDER

Variante Delta está a crescer em Portugal. Lisboa e Vale do Tejo é a região mais afetada

As autoridades de saúde confirmam que já foi detetada, em Portugal, a transmissão comunitária da variante Delta do novo coronavírus. Esse cenário estará a ser mais evidente na região de Lisboa e Vale do Tejo. "Até …

Vírgula permite aos deputados receberem abono de exclusividade mesmo mantendo cargos em empresas

Um parecer da Comissão de Transparência permite aos deputados acumularem funções em empresas enquanto recebem o subsídio de exclusividade na Assembleia da República. Tudo por culpa de uma vírgula que desperta interpretações diversas. A situação é …

Grupo Espírito Santo só tem verbas para pagar 2,6% das dívidas

Os credores reclamam 11,5 mil milhões de euros em dívida, mas o império Espírito Santo só tem cerca de 300 milhões de euros. De acordo com o semanário Expresso, aquilo que resta do império Espírito Santo …

CTT reclamam dívidas de 67 milhões ao Estado

Os CTT iniciaram um processo de arbitragem contra o Estado, reclamando um total de 67 milhões de euros em compensações pelo impacto da pandemia de covid-19 e pela extensão unilateral do contrato de concessão. "Os CTT …

O candidato de Costa ao Porto só durou 24 horas (e a "asneira" pode sair-lhe cara)

Está lançada a confusão no PS Porto com a escolha do candidato do partido às próximas eleições autárquicas. O secretário de Estado da Mobilidade, Eduardo Pinheiro, não resistiu às reacções negativas à sua escolha para …

Mourinho Félix ao ataque. BdP "subjugou-se" à ex-ministra das Finanças

O antigo secretário de Estado Adjunto e das Finanças criticou, esta sexta-feira, a "falha grave" do Banco de Portugal (BdP) ao se ter subjugado à antiga ministra das Finanças quanto à capitalização inicial do Novo …

Castillo obtém a maioria dos votos nas Presidenciais peruanas

Pedro Castillo obteve a maioria dos votos nas eleições presidenciais de domingo no Peru, com 50,168% dos votos, restando apenas 0,328% para contar, uma distância que a sua rival, Keiko Fujimori, não será capaz de …

Câmara de Lisboa arrisca multa de 80 milhões devido à partilha de dados

A Câmara Municipal de Lisboa (CML) terá cometido quatro violações à lei da Proteção de Dados, puníveis cada uma com uma coima até aos 20 milhões de euros. Em declarações ao jornal Público, Elsa Veloso, advogada …

Joanetes e ossos partidos. A moda dos sapatos pontiagudos teve um alto custo na Inglaterra medieval

A moda dos sapatos pontiagudos na Inglaterra medieval desencadeou uma onda de joanetes, que, por sua vez, levaram a que as pessoas caíssem e partissem ossos. O século XIV assistiu à chegada de uma abundância de …

Sir António Horta Osório. Português foi condecorado pela Rainha Isabel II

O gestor português do setor da banca foi condecorado, este sábado, pela Rainha Isabel II com o grau de cavaleiro da Ordem do Império britânico, passando a ter direito ao título de "Sir" antes do …